Seguidores

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O Grande Desafio


 

Nessas festas de final de ano todos saem empolgados pelas estradas e esquecem-se do  mais importante, se preparar para o grande desafio.

A primeira etapa é preparar adequadamente o seu veículo, conferir a documentação tanto pessoal, quanto a do veículo e até dos filhos.

A segunda etapa é olhar como está a revisão do carro, se tiver faltando algo, como pneus descalibrados,  óleo muito grosso,  se seu "macaquinho" está ali junto ao estepe para alguma intempérie; conferir o sistema de faróis e tudo que possa atrapalhar a viagem.

Na terceira etapa que o "bicho" pega, esquecer a tal da cerveja pelo menos  enquanto tiver viajando, para não pensar que é algum piloto de autorama e resolver dar contra mão ou  sair ziguezagueando pela estrada afora.

As estradas estão cada vez mais perigosas com estas pessoas que saem na imprudência, pensando que  a BR é uma avenida paralela, larga  e reta.

Essa semana ocorreu diversos acidentes nas estradas, principalmente por causa da imprudência, pois muita gente não está acostumada com lei nem ordem, fazendo  justamente o contrário do correto, pensando em si primeiro, só que nem sempre o infrator é pego e tampouco acidentado, ele leva outros para situações adversas nas estradas, muitas vezes podendo ser fatal.

Caso ocorra um engarrafamento, esqueça o acostamento, ali é para encostar o carro e não para um tráfego de apressados.

Saiam mais cedo e aproveitem mais o passeio, com toda a segurança, pois a nossa vida já é estressante demais na cidade grande e não vamos querer colocar mais confusão em nossa vida não é?

O nosso grande presente é a nossa vida, não joguemos fora por causa de besteira, pois o maior desafio é viver bem e não voltar de uma festa lamentando o seu último ato, matando ou morrendo.

Boa viagem e siga em frente!

 


 


Marcelo de Oliveira Souza

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Jornada de Natal

Jornada de Natal

 

Mais um Natal vem chegando, as pessoas vão aos poucos se acostumando com o evento mais festivo do Brasil, as músicas vêm chegando, a luzes acendendo e apagando, contudo o espírito do Natal adormece nos corações dos homens. 
Muitos planos aparecem, ceias, presentes, consumismo, o dinheiro já sai dançando ao ritmo das canções Natalinas; essa festa une, mas também separa as pessoas, torna o alegre mais feliz e o triste mais solitário, o bandido mais guloso e os festejos seguem dessa forma; Umas famílias se juntam, outras se separam, cada um em seu canto, perdendo o encanto; Outras juntam-se, mas não celebram a grande intenção que é o Natal, o nascimento de Jesus Cristo. 
Ele que ensinou humildade às pessoas, agora tem seu nome utilizado para o consumo, onde muitos aproveitam para sustentar a sua ganância, outros ainda enxergam a beleza do Natal como caridade, amor e carinho, felizmente; mas diante de tanta atribulação em nossas vidas, a festa toma uma dimensão comercial, reinando a grande terapia de consumir. 
Diante disso deixamos o nosso carinho e a nossa lembrança nesse dia tão especial para você e sua família, exaltando o amor de Cristo por nós, que aos poucos tentemos seguir nosso caminho por dias melhores, festejando mais um aniversário santificado e que todos possam comemorar em paz, com muito amor, respeito, saúde, onde quer que estejamos, e que possamos retornar aos nossos lares incólumes no trânsito e longe da violência que não esquece em gritar aos quatro cantos da nossa cidade. 

Feliz Natal e Ano Novo 2014 


Marcelo de Oliveira Souza 
http://marceloescritor2.blogspot.com 



Marcelo de Oliveira Souza

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Revista Literária da Lusofonia - Grátis para você


Olá Pessoal, saudações literárias!

QUE LINDA A REVISTA DIVULGA ESCRITOR ESPECIAL DE FIM DE ANO, GRÁTIS PARA VOCÊ!

Para acessá-la é só clicar no link abaixo!

http://www.divulgaescritor.com/products/revista-divulga-escritor-dezembro-2013/ 

Muito obrigada a todos que colaboraram com a publicação da Revista, realizando sonhos.

Agradecemos a quem puder nos ajudar com a divulgação de tantos bons escritores COMPARTILHANDO o link da REVISTA.

FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO 2014!

BOA LEITURA!


domingo, 15 de dezembro de 2013

Bozó Bomba

Bozó Bomba

 

 

As principais cidades do mundo sofrem com a violência, quando não é com assaltos, é com tipos maiores como o terrorismo.

Cada um tem a sua visão, quem está certo ou errado, depende da ótica de cada nação.

Os Estados Unidos são as maiores vítimas de terrorismo, junto com Israel, os malfeitores são criativos em suas empreitadas, pois as formas antigas de "homem bomba" já são bastante praticadas, eles mudaram para "mulher bomba" , para "jegue bomba",  "bomba via celular, terrorismo virtual, onde eles entram no site de algum país e joga uma gama de "vírus", causando grandes prejuízos.

Aqui na Bahia, o povo é muito criativo, sofremos muito com a violência urbana,  os assaltos de diversos tipos campeia, infelizmente a crescente violência torna o cidadão ainda mais desconfiado.

Essa semana encontraram  uma grande caixa enrolada com papel de presente dentro de um coletivo da nossa capital, entra gente e sai gente, e todos começaram a desconfiar do pacote, pensaram logo em uma bomba!

Chamaram  a polícia especialista em explosivos, ela fez todo o tipo de teste... E nada!

O tempo ia passando, o medo ia aumentando, resolveram fazer uma espécie de Raio X  no pacote letal, quando conseguiram enxergar uma certa quantidade de farofa, velas e um monte de porcaria, e os policiais aliviados declararam:

- Encontramos um Bozó Bomba!

 

 

Marcelo de Oliveira Souza

 

 



Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

SExta feira 13

Sexta Feira 13

 

 

A Sexta feira do terror

Dia treze é um horror!

Um gato preto na frente

Não atravesse minha gente!

Uma escada não faz bem

Embaixo,  se for passar...

Um medo que me dá...

O dia a dia está a caminhar

Da sexta quero gostar

Um final de semana vai iniciar,

Mas da décimaterceira

Quero p u l a r !

O dia do estranho

Está no ar, quem vai se aventurar?

 

 

Marcelo de Oliveira Souza

 



Marcelo de Oliveira Souza

http://marceloescritor2.blogspot.com

www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

face: psfronteiras

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Adeus Mandela!


Adeus Mandela

 

 

Morre Nelson Mandela, a  humanidade perde um dos seus últimos líderes mundiais, um homem que transcendeu os interesses pessoais em prol do povo sul-africano.

O ex-presidente da  África do Sul, conseguiu uma façanha que poucos líderes no mundo conseguirão, ele deixou as seculares rusgas de lado e valorizou a união, da mesma forma que Jesus  Cristo  deu a outra face para o inimigo bater.

Nosso herói foi preso político durante anos e quando saiu, preferiu o perdão à perseguição, candidatou-se a presidente, ganhou a eleição   e construiu uma aliança com os brancos, impossível para muita gente, principalmente  para os políticos  daqui do Brasil, que visam somente lucrar com os cargos públicos, na melhor das hipóteses.

Aos noventa e cinco anos de idade ele morre, mas nunca vai deixar de nos ensinar sobre política, respeito, amor  e união, sendo  como um dos maiores líderes mundiais que a Terra já produziu.

 

Marcelo de Oliveira Souza

 


Marcelo de Oliveira Souza

http://marceloescritor2.blogspot.com

www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

face: psfronteiras

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Vinte Mil para Ladrão


Vinte Mil para Ladrão

Quando dizemos que o Brasil é o  pais do errado, é com muito fundamento, pois as pessoas corretas são sempre passadas para trás, já os bandidos sempre têm uma outra oportunidade de roubar e agredir,  ainda saindo  incólume, para não dizer  premiado.
Tomemos como base somente alguns políticos do "mensalão", depois de tanto julgamento teve  marginal  que lucrou somente quatro anos de pena, como José Jesuíno, sob regime semi-aberto.
Outro como José Dirceu, ganhou até emprego de vinte mil reais em um hotel de luxo, garanto se fosse um trabalhador comum, eles pediriam um atestado de antecedentes criminais e ainda ia pagar por volta de um salário mínimo e também garanto que o dono do hotel, vai ganhar mais hóspedes, por causa disso...
Tem o caso do ex- prefeito  Paulo Maluf, de São Paulo, junto com seu aprendiz e filho, eles estão com a prisão decretada há tempos, não podem sair do pais, pois a chancela dele é somente no pais dos bandidos, mas andam livremente e ainda concorrem a cargos públicos.
Entre tantos exemplos de vergonha para o Brasil, ainda falamos da criminalidade e da miséria, mas garanto que essas pessoas quando passam por aí com seus  carros  de luxo, cheias de pose, são respeitadas e prestigiadas, dando péssimos exemplos para quem repudia a criminalidade, desde a mais vil, por ladrões comuns até a requintada, que aqui é valorizada com todos os tipos de benesses.


Marcelo de Oliveira Souza

Marcelo de Oliveira Souza
face: psfronteiras

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Taptetano

A saúde no Brasil está cada vez mais deteriorada, não sabemos onde vai parar, se já não estiver parada, alguns estraves para que ela se desenvolva é a burocracia.
Como uma pessoa doente de câncer que precisa de um remédio para fazer o seu sofrido tratamento pode ficar sem ele durante  3 meses?
Muitos doentes passam por isso, alguns viajam quase o dia todo para chegar no hospital da sua região, como o Hospital São José, -  em Ilhéus, Bahia - volta, para casa triste, acabrunhado e sem solução para o seu problema, um dos remédios que falta chama-se Taptetano, que é injetado na veia do paciente, para que ele tenha uma jornada mais tranquila, na sua luta contra essa malfadada doença.
Parece que é um tratamento especial de sofrimento e desespero, para que a pessoa deixe a Terra mais rápido...
Onde estão as autoridades que não fiscalizam hospitais de cidades como Ilhéus e deixam seus doentes terminais à míngua, torcendo por dias melhores?

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Israel se irrita!


Irsrael  se irrita!

O governo de Israel se irrita com a aproximação do  ocidente com Irã, onde será realizada uma reunião com os Estados Unidos, Inglaterra, França, China e Rússia, os grandes poderosos do nosso globo.
Eles posam de inocentes, mas todos têm os as suas escaras a esconder, um grande exemplo foi com os americanos, posando como defensores do mundo, criou um grupo de investigação junto com países como Canadá, Austrália,  onde  escarafunchou a vida de diversos lideres mundiais e ministérios, sobrando até para a Petrobras e a nossa presidenta Dilma.
A Rússia, última a organizar o encontro do G5, deu de presente um kit, com um pen drive, ali tinha um vírus, que invadia a conta de todos os "companheiros".
Os detentores da bomba atômica - G5 -   ficam ali sentados encima de um monte de foguetes, olhando para os outros países, com medo de perderem os seus poderes, igual a um lobo tomando conta de cordeiros.
Israel   é  outro país que invadiu diversos outros do oriente e até hoje está com pendências com muitos deles, principalmente com a Palestina.
Por isso vive com medo dos seus vizinhos, ou podemos dizer inimigos?
No tabuleiro da política mundial, não existem inocentes e os corretos,  é  somente uma questão de ponto de vista, ou seja, quem manda sempre será o correto, por isso que os americanos estão sempre certos, invadem, destroem, punem, mas na hora da verdade, será sempre o dono da verdade.

Marcelo de Oliveira Souza



Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Bienal do Livro da Bahia com a União Baiana de Escritores


Bienal do Livro da Bahia com a União Baiana de Escritores

 

 

Hoje começará  a Bienal do Livro na Bahia, o evento nesse ano será mais especial ainda, pois através da União Baiana dos Escritores e Fundação Pedro Calmon, muitos escritores filiados a essa entidade poderão apresentar o  seus trabalhos.

Estaremos com o nosso livro Confissões Poéticas, aguardando o pessoal   que  não teve a oportunidade de vislumbrar o  nosso título, que tem temáticas internacionais como Bin Laden,  11 de Setembro,   independência de Timor Leste,  religiosidade, amor e outros tantos temas.

É  só procurar o Estande da União Baiana dos Escritores, além disse  livro temos  outras participações  no livro do  Prêmio Literário Valdeck  Almeida de Jesus 2012, com excelentes crônicas; participamos da revista  Òmnira  número 05, onde inúmeros  autores de várias partes do pais e do mundo terão seus trabalhos publicados, inclusive o presidente de Timor Leste Xanana Gusmão.

 Também estaremos compondo a "orelha" do excelente livro de coletâneas de textos 13, todos sob  a  égide  do competente jornalista  Roberto Leal, presidente da União Baiana de Escritores; Além disso estaremos filiando novos escritores para ingressar na entidade literária  que mais cresce na Bahia, inovando e agitando a cultura soteropolitana.

 

Marcelo de Oliveira Souza

 

Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Homenagem ao Dia de Finados!


FINADOS

 

Mortos, tranqüilos, acabados
descansando a sete palmos finados
deixando sua herança ou endividado,
Espíritos puros, azulados
ou espíritos impuros obsediados,
Precisando de oração os desesperados
Os alegres e tristes enterrados
com morte apressada ou forçados,
Os que amavam a vida
e os amargos e chateados.
Todos com uma vida passada
ou com uma vida a passar.
O ouro puro na mão, indignado
Brincando com este bem, iluminado
Vivo, deveras respeitado
Morto, nunca lembrado...
O drama do sepultado
com a imensidão da vida acabada
depois de tanta luta desvairada,
Restando cinzas e mais nada!

 


Marcelo de Oliveira Souza

A Barra e a Pituba!


A Barra e a Pituba!

 

Dias tumultuados passam essas regiões, ditas nobres na capital baiana, cujos moradores se espremem entre a violência e a confusão de morar numa região de forte apelo turístico.

A Pituba  já foi um dos bairros onde a vida noturna era bastante intensa, com muitos bares e casas de shows, aos poucos os empresários foram obrigados a migrar  para outros locais, fugindo da insegurança, hoje nem os moradores se sentem seguros, até para sair pelas largas e perigosas ruas,quem mora ali têm que usar artifícios de fuga da bandidagem, uns colocam o dinheiro num saco plástico com lixo para ver se os incautos, "esquecem" a vítima.

Nesse bairro não estão  liberando  nem adolescentes de escola pública, acontecendo arrastões nas proximidades de um colégio do estado, a violência estendeu-se para os shoppings da região, locais onde rotineiramente sofrem  assaltos e também arrastões.

Agora chegou a vez da Barra, onde existe uma das mais famosas praias do mundo, cantada e decantada por  diversas revistas de turismo, cuja violência cresce assustadoramente.

As pessoas sempre se deparam assustadas com cenas de violência, drogas  e de assassinato, onde as últimas pilérias  foram a  ameaça de arrastão, no Porto da Barra, com tiroteio e todos ingredientes de pânico; um espancamento na frente de um grande hospital da região, tudo em pleno dia; imagine durante à noite, quando a penumbra noturna abraça os bandidos.

Isso tudo acontece em  dois dos  bairros mais valorizados de Salvador, imagine o que acontece no centro da cidade e nos bairros populares, isso é a nossa cidade sucumbindo ao crime, restando para a gente, esconder-se atrás das grades domiciliares e rezar por dias melhores.

 



Marcelo de Oliveira Souza

sábado, 26 de outubro de 2013

Liga da Justiça Literária UBESC

Liga da Justiça Literária UBESC

 

 

Nos céus da capital baiana

Aparece uma nave em forma de U

Todos estupefatos

Intrigados com  a sua formação,

Sai uma Gaivota,

Tomando conta dos Mares

Letras lançadas até o oceano.

O  ogro  Jorge  Carrano, domina os bastidores

Literários, com inúmeros projetos

É  o intelectual da turma;

Onde nosso embaixador extraordinário,

ValdeCk  carrega o nome de Jesus,

Circundando os quatro cantos da terra

Com sua simplicidade, escarafuncha

Todos os encontros  e  encantos,

Levando literatura aos mortais;

Quetinho ali no canto fica nosso

Amigo Rudival, amparando nosso

Grupo e o nosso chefe,

Roberto Leal, o multi-homem

Escreve, publica, edita e divulga,

Assessorado pela nossa financista

Delci, a mulher maravilha!

Também em todos os cantos

Tranforma-se   de  mulher  a  guerreira

Nas fileiras da literatura,

Temos  até um mascote,

Robertinho, pequenininho e

Miudinho agigantou-se no mundo literário

Seguindo os passos da turma,

Hoje declama aos quatro cantos,

Ficando Marcelo Souza somente

Fazendo o que mais gosta,

Escrevendo toda essa epopéia,

Que mudou os ares soteropolitanos.

Onde a liga da Justiça Literária

Formou o grupo chamado UBESC

Em que até você escritor,  poderá participar!

Segurando a clava da justiça literária.

 


 



Marcelo de Oliveira Souza

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Individualismo


    Individualismo

 

 

As pessoas hoje em dia recolhem-se em seus problemas e esquecem de que o mais bonito no ser humano é o carinho, a amizade, a consideração.
Dentro do seu egoísmo pós-moderno as pessoas não lembram  de fazer um gesto de carinho, um favor desinteressado, um telefonema...
Quando entendemos isto, caimos na decepção da falta de reconhecimento por um favor, uma ajuda.
Certo dia... Estava em um ônibus, e observei um fato inusitado, em que uma senhora com seu bebê de meses de idade, estava  sentada numa dessas poltronas duras de fibra de vidro, a chupeta da criança caiu, o menino sentado duas fileiras à frente levantou-se a fim de ajudar-lhe a pegar a chupeta, assim o fez, a Dona recebeu prontamente, e nem sequer um sorriso de agradecimento, não sei se ela notou a decepção do menino em socorrê-la, ou se ela pensou se foi um golpe de ar que deslocou a chupeta até ela.
Outro dia, ao sair do banco, abri a porta para deixar uma senhora e seu acompanhante entrarem, tamanha foi a minha surpresa, eles passaram por esta, sem nenhuma palavra de agradecimento, não que eu esperasse, mas sempre deixa-me desconfortável tal atitude.
Fila de ônibus é um Record de má educação, um dia quando vinha de Candeias, havia uma garota em minha frente, quando a condução estava prestes a encostar, quem o fez primeiro foram duas colegas suas, alegando que sempre uma guarda o lugar da outra.(portanto eu teria que aceitar.)
Por causa desta e outras coisas que o egoísmo impera e a deseducação e o mundo continuam cada vez mais individualista.
Vamos lutar contra isso! Sejamos mais humanos e gentis, aproveite hoje para olhar o seu semelhante com mais carinho e menos maldade, e quem sabe um dia possamos ser amigos de verdade?



Marcelo de Oliveira Souza

sábado, 19 de outubro de 2013

Feliz dia do Poeta!

Poetizar

Poetizando o mundo
O poeta faz sonhar,
Poetizando o leitor
O poeta faz amar,
Poetizando o estudante
O poeta faz crescer,
Poetizando o idoso
O poeta faz rejuvenescer,
Poetizando a natureza
O poeta vai proteger,
Poetizando a vida
O poeta vai crescer,
Poetizando a família
O poeta vai unir...
Poetizando a poesia
O poeta  vai se eternizar!

Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Receita do Inferno Soteropolitano


Receita do Inferno Soteropolitano

 

 

Há muito tempo escrevemos sobre a dificuldade de dirigir em meio ao caos   urbano que se tornou a cidade de Salvador, as pessoas não têm o mínimo de respeito ao próximo, principalmente quando estão "disputando" o trânsito caótico e desestruturado que é o soteropolitano.

Essa semana o que mais se comentou foi sobre o acidente entre dois  irmãos em  uma moto e uma médica oftalmologista.

O trágico acidente aconteceu na Barra, em meio a um atrito   de trânsito, o condutor da motocicleta  entrou em discussão   com a motorista do carro, no calor da questão o rapaz retirou o capacete e desferiu o objeto no capô  do veículo.

Depois disso a médica saiu atrás da motocicleta, desesperada, uns dizem que ela   tentou tirar uma fotografia  da  placa da moto, perdendo o controle,  atropelando  os dois ocupantes do veículo de duas rodas; outros amparados com a comoção do acidente, gritam que a médica saiu sedenta de vingança, tentando saciar o baixo instinto, atropelando friamente os dois desafortunados irmãos.

Não acreditamos nessa versão, até porque uma médica sempre zela para salvar vidas e não tirá-las, as pessoas  aproveitaram  o clamor da sociedade para crucificá-la, certamente se  fosse  Semana Santa  a médica seria a maior candidata  a Judas.

Esse é o reflexo de onde moramos, a maioria das   pessoas não respeita  mais as leis de trânsito, não têm mais educação, nem civilidade;  a nossa cidade sobrevive em meio ao caos, onde  grande parte dos motoqueiros não sabe o que é "freiar", eles dirigem igual a alucinados, parecendo  que a moto não tem freios, eles vão e não param mais...  A não ser em seus destinos, o que estiver na frente, eles  passam por cima, retrovisor de carro não fica mais inteiro e se um carro for um obstáculo, o veículo tem que sair da frente, senão os camicases destroem-se.

Os taxistas, motoristas de ônibus e motoboys, enfim, os que trabalham com o trânsito, são os principais responsáveis pelo caos, gerando um circulo perverso, trabalhando nele e sofrendo com ele; nesse imbróglio todo ainda acrescenta-se  uma  grande quantidade de carros por dia em uma malha rodoviária saturada e maltratada, resultando um verdadeiro inferno soteropolitano.

 

 

 



Marcelo de Oliveira Souza

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

III Encontro de Escritores Baianos Independentes UBESC

A nova entidade cultural, União Baiana de Escritores já chegou movimentando a cultura soteropolitana, onde nesse final de semana organizou o III Encontro de Escritores Baianos Independentes.
Na sua programação houve uma temática diversificada, desde uma palestra sobre "Hermeneutica e Poética" ministrada pelo professor Milton de Almeida, mestre em comunicação e cultuira, pela Universidade Federal da Bahia; até recitais poéticos, o que não poderia faltar nesse tipo de encontro.
A nossa entidade, UBESC, praticamente ganhou uma madrinha, a  vice-prefeita  de Salvador Célia Sacramento, que ao perceber a nossa luta pela literatura baiana, passou a frequentar com destaque os nossos eventos, inclusive esse.
Vale a pena destacar também a participação da desembargadora Luislinda Valois, um dos pontos altos do evento, onde ela narrou sua brilhante trajetória.
A Cúpula da União Baiana dos Escritores Tomou posse durante o evento, onde o escritor Marcelo de Oliveira Souza, assumiu como diretor de Projetos, ao jornalista Roberto Leal, coube a presidência; O escritor Rudival do Amparo passou a assumir a vice-presidência.
Os demais diretores são  Jorge Carrano, Cymar Gaivota, Valdeck Almeida.
Entre tantos eventos em dois dias não podedemos deixar de mencionar o lançamentos de livros e revistas como o retorno da revista Òmnira número 05, com uma nova roupagem e diversos textos de qualidade, mais uma promoção do nosso competente presidente Roberto Leal.

Marcelo de Oliveira Souza



domingo, 13 de outubro de 2013

Dia dos Professores

Dia dos Professores


Nesses dias em que a violência cresce linearmente em todos os cantos do país percebemos que não só nos horrorizamos com esses atos, mas somos complacentes e até cúmplices de toda essa celeuma. 
O grande problema é que a nossa educação está sendo desvalorizada, a educação primordial que recebemos dos nossos pais está sumindo, assim como tudo que delimita o limite para a criança e adolescente. 
Como os pais em sua maioria não estão encontrando tempo para os seus filhos, estão repassando a responsabilidade de educar para babás e professores. 
Os professores por sua vez estão cada vez mais desvalorizados, desmotivados com a política publica de educação, parece até que tem uma orquestra desafinada trabalhando para deseducar as pessoas, os inúmeros projetos educacionais, quando passam são relegados a terceiro plano, computadores em escolas publicas realmente são utilizados, mas a forma que é feita essa utilização é duvidosa; merenda escolar tem que ser coisa séria, assim como distribuição de livros didáticos e para-didáticos. 
Toda essa problemática é apenas uma amostra de como a claudicante educação brasileira precisa de atenção, de motivação, de projetos que saiam do papel, o professor não precisa de certificações que diminuam a auto-estima do profissional de educação ou qualquer outra forma de punição ou de seleção que segregue-os ao ostracismo. 
O dia dos professores está aí, sem motivos para comemoração, somente protestos e lamentos contra as perdas de interesse, de salário e de tudo que possa melhorar uma educação que perece a cada dia, mas eles estão aí, sonhando com dias melhores e com que a educação passe a ser a principal plataforma de qualquer um que possa se candidatar a alguma coisa, porque sem educação não existe país, não existe união, respeito ou qualquer coisa que possamos chamar de desenvolvimento. 

FELIZ DIA DOS PROFESSORES 


Marcelo de Oliveira Souza

sábado, 12 de outubro de 2013

Feliz dia das Crianças

Alma de criança 

Alma pura pueril 
Encanto de criança 
Renova-se a esperança 
Em um mundo de alegria. 

Comemoramos sempre o seu dia 
Com a mais perfeita harmonia, 
Nos braços de Aparecida 
Firmando um firmamento de paz 
Que só o sorriso de uma criança nos traz. 



Marcelo de Oliveira Souza

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Dia das Crianças 2013

Dia das Crianças 2013 



Quando recebemos o presente de sermos pais, temos que perceber que  essa joia bruta, pode ser polida de diversas formas, com muito calor até a pedra rachar, ou mesmo deixarmos com outros joalheiros descuidados. 
A criança é um serzinho que precisa de muita atenção e cuidado para que não saia da sua trilha, o ato da paternidade e maternidade, é tão complexo e importante que deve ser dividido entre o casal, onde ambos têm que entrar em sintonia para que a música saia melodiosa. 
Como vivemos em uma sociedade onde a família está se dissolvendo, encontramos diversas opiniões de como se educar os seus filhos. 
Os pais enquanto filhos tiveram determinada educação, muitas vezes mais rígida, esses provavelmente são os mais permissivos; outros apesar dos avós serem liberais, têm postura ainda mais liberal para com os seus filhos; existem outros que sabem dosar entre o liberal e o antiquado, infelizmente são os mais questionados, apesar de serem os corretos. 
Essa miscelânea comportamental torna-se complicado até para os pais, imagine para os rebentos, contudo temos que perceber que a criança só quer mesmo ser criança, ela observa o comportamento dos amigos, dos pais e dos irmãos mais velhos entre outros , tentando copiá-los... 
Como a família do século XXI é modificada por tantos fatores citados e por outros não enumerados - pois esse texto fatalmente transformar-se-ia em livro - notamos que na maioria das vezes o destino familiar é uma provação divina, que devemos fazer o melhor possível, mas o que não podemos fazer é deixar de tratar a criança como criança, que  como nós,  ela erra muitas vezes, mas diferentemente delas, nosso erro pode se tornar fatal para quem está começando a arte de viver sobre a terra. 


Marcelo de Oliveira Souza

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

O Shopping do carro velho!

Qual  o plano do nosso prefeito ACMN quanto ao parque Solar Boa Vista, em Brotas?  o lugar está muito perigoso, muitos assaltantes; o parque continua abandonado.
Transformou-se em um imenso estacionamento de carros, caminhões e caçambas; lava-jato, com oficinas mecânicas e depósito de carro em manutenção.
A sujeira permeia o ambiente, mas do jeito que vai, o falecido parque deverá ser transformado em um shopping center exclusivo para veículos, com vagas para estacionamento por hora e pernoite, com lava-jato 24 horas.


Marcelo de Oliveira Souza

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Miss Acarajé X Mona!


MISS ACARAJÉ X MONA

O desemprego tem aumentado assustadoramente aqui na nossa bela Salvador. A crise Nacional acerta em cheio o prato do trabalhador.
A economia informal cresce rapidamente, são vendedores de todo tipo.
Um tipo incomum é a classe dos vendedores de acarajé, é baseada na cultura dos negros que vieram escravizados da África.
Há pouco tempo o tabuleiro da baiana era sempre "pilotado" por uma negra com toda sua indumentária, no que virou até cartão postal, ultrapassando as nossas fronteiras.
Mas hoje não é mais assim, a confusão se espalhou por toda cidade.
Tem "baiana" loura, branca, evangélica, boiola, de todo o tipo e qualidade.
E quando ficam próximas uma da outra, falta somente sair faísca, todas almejam não só livrar o seu estômago, mas sonham muito alto, tem até umas que já abriram restaurantes no pelourinho!
Assim a competição é árdua...
Um tempo atrás apareceu um "homem" que se intitulou de Mona. Que vendia acarajé a preço muito baixo, independentemente de ser gay o quitute dele é uma delícia, como de outras baianas...
Começou a fazer sucesso, tinha dia que não sobrava, rapazes iam lá comprar fiado, pra só Deus sabe como e/ou quando. Viam a preferência sexual dele e começavam a explorar o dito cujo.
Como o sucesso sobe a cabeça, começou a aumentar o preço, e a despertar inveja.
Apareceu uma garota muito bonita e interessante, que também montou seu tabuleiro, a rapaziada da região ficou doida! Um sucesso sua acarajé, regada a muita paquera, todos migravam de mona para Miss acarajé, que cobrava ainda mais caro!
A confusão instaurou-se, foi pena para tudo quanto era lado!
Então Mona resolveu baixar o preço pela metade colocando uma placa enorme "Acarajé da Mona metade do preço".
E tudo voltou pelo menos a se aproximar da normalidade, até aparecer outro tabuleiro de acarajé com suas novidades.



Marcelo de Oliveira Souza

Do Livro Conto & Reconto Ed. Celeiro de Escritores

 


Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Classificado no Concurso POESIAS SEM FRONTEIRAS


Escritor montealtense é selecionado para antologia de poesias

José Eduardo Borges da Costa "Tico" é o autor da poesia "Silêncio"

Participando pela primeira vez de uma competição, o professor de português e escritor montealtense, José Eduardo Borges da Costa "Tico", ficou entre os 60 selecionados, com a poesia "Silêncio" (ver box), que integram a antologia "Poesias sem Fronteiras", que chegou à IX edição neste ano.
O concurso é realizado pelo escritor Marcelo de Oliveira Souza, com apoio da Academia Cabista de Letras, Artes & Ciências (RJ), União Brasileira dos Escritores (BA), Academia de Letras de Teófilo Otoni (MG), Clube dos Escritores Piracicaba (SP) e Site Galinha Pulando (BA). " Esse concurso traz uma notável contribuição à literatura brasileira e à realização de um sonho, pois nestas páginas nossa arte está eternizada.", destacou o autor do concurso.
Tico, que dá aulas de Português em escolas de Monte Alto, Taiúva e Taiaçu, escreve desde os 12 anos e, paralelo a esse concurso, já foi selecionado para um projeto em Salto (SP). "O resultado final deve sair nos próximos dias, mas, só de ser selecionado, já é uma grande satisfação e, acima de tudo, estou levando o nome da cidade a esses eventos", afirma o professor, que nas horas vagas, também é músico e compositor.
LITERATURA – Seu gosto pelas letras está prestes a render mais um fruto. Tico escreveu seu primeiro livro, "O colar de Ignês", uma ficção-fantástica, que conta história de Deuses. "O livro tem 130 paginas e demorei um ano para escrevê-lo. Ele já está registrado e, agora, estou indo atrás de fundos para o seu lançamento, concluiu.
 — com Tico Costa.
Lembramos que temos ainda um evento com inscrições abertas!
Informações no site www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

Marcelo de Oliveira Souza

domingo, 22 de setembro de 2013

De Pai para Filho!

De Pai para Filho

 

Muitas vezes o relacionamento de pai para filho é muito conturbado, os seus pontos de vista são diferentes,  gerando muitas situações complicadas que podem perdurar durante a vida toda.

Felizmente esses casos na maioria das vezes são superados por ambos, como foi no caso do excelente filme brasileiro  " Gonzaga, de pai para filho".

Como antigamente o relacionamento entre pais e filhos tendia a um monólogo,   as coisas só faziam piorar entre   Luiz Gonzaga e seu rebento, o cantor  viajava muito a trabalho, e  seu filho ficava sempre em segundo plano, principalmente quando a mãe faleceu de tuberculose.

Ambos sofriam pelo difícil relacionamento,  porque não havia o  companheirismo da madrasta, mais uma a sofrer no seio familiar.

O garoto chegou a ponto de traficar maconha, cujo pai interferiu da melhor maneira de antigamente, colocando-o num colégio interno.

Depois de um tempo doente com a mesma moléstia   da mãe, o rapaz descobriu-se um grande compositor, onde mais uma vez a arte resgata uma pessoa  de caminhos tortuosos.

Essa mesma arte conseguiu unir pai e filho, numa só sintonia, fazendo com que eles colocassem de lado as suas diferenças e trilhassem o mesmo caminho.

Esse excelente filme mostra de uma forma incontestável como o relacionamento de pais e filhos podem tornar-se difícil, principalmente se o pai tiver uma mentalidade retrógrada, onde somente o amor não é o suficiente para a união familiar.

Temos que ser vigilantes para com os nossos filhos, procurando  ser companheiros, pois quando chegar à adolescência poderá ser muito tarde para a aproximação, afinal nem todos somos artistas de nascimento para nos conectarmos com as nossas crianças, contudo podemos nos tornar artista de coração e perceber a grande sinfonia musical que há no sorriso dos nossos filhos.

 




Marcelo de Oliveira Souza

sábado, 21 de setembro de 2013

Vencedora do IX Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

"Sinto-me muito honrada  diante de tantos talentos (mais de 400 poesias) ter obtido o primeiro lugar, nesta que foi minha primeira participação em concursos! Fiquei surpresa e muito feliz!

Dedico esta premiação a Deus, aos meus pais, Amálio e Terezinha Araújo, aos meus filhos Julie e Davi, à minha família e ao meu editor, Jurandir Barbosa (Editora Catrumano), todos eles meus incentivadores, mais merecedores de honra, pois são fontes de inspiração para que continue a me expressar em poesias. Parabenizo os demais participantes deste concurso visto que sem eles não seria possível havê-lo e ao seu idealizador, Marcelo de Oliveira Souza, que estimula a cultura e o cultivo das letras neste abençoado site.

Que o nosso bondoso Deus nos dê vida e alegrias para continuamos a trilhar nas poesias a expressão do nosso vivido! Abraçamigo em cada um!

Marília Martins de Araújo Reis

 

Assim fechamos o leque de vencedores do IX Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS,  lembrando que estamos iniciando um novo projeto, o  I Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza, onde serão ofertadas diversas premiações e um troféu igualzinho a esse que Marília está segurando.

Informações: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net



Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Valerioduto da pizza podre


Valerioduto  da  pizza podre


Não gostamos muito de engendrar no   pútrido mundo da política, pois nesses bastidores existem mais “mistérios” do que imaginamos.
Infelizmente a classe política tem  chafurdado encima de denúncias e mais denúncias sobre corrupção; em outros segmentos também existem esse malfadado ato, contudo os políticos, em tese,  são os vigilantes da nossa sociedade, organizando, normatizando leis e isso eles não podem negar, que são a vitrine dos cidadãos.
Quando vemos políticos envolvidos no Valerioduto sendo privilegiados, exercendo seus mandatos em diversos setores públicos, sabemos que o nosso país não tem lei nenhuma, tudo é possível, para quem  usa o poder escondido em ternos e gravatas.
Depois de muito estardalhaço no  julgamento proferido  pelos super-poderosos homens de toga, o cheiro de pizza podre paira no ar, com um novo julgamento dos bandidos, ninguém imaginava que os poderes da toga iriam retroceder.
Esses mesmos políticos, ao passarem nas ruas, são admirados, quisá aplaudidos, onde seus familiares devem tê-lo como modelo de personalidade.
No Brasil, apropriar-se do alheio pode, não pode é ser pego, é o pensamento de muitas pessoas.
Inúmeros casos de roubo e furto,  são repetidos diariamente, a primeira cosa que os marginais dizem é que tem gente muito pior em Brasília e as coisas prosseguem...
Nesse país sem lei, a nossa família se diluiu, tem pais mandando filhos furtarem em lanchonetes, as  crianças aprendem subtrair antes que imaginamos.
Assim nossa sociedade é corroída pelos maus exemplos, onde o pior deles, o roubo, a corrupção  viraram  status, cujos  larápios ostentam seus bens de consumo para todos sem a menor cerimônia.
Esses mesmos malfeitores ainda  reclamam como a violência pode chegar a esses níveis alarmantes em suas respectivas cidades, e  como o tráfico de drogas está insuportável, esquecendo que a mola propulsora da violência  -  eles  -  também  está  sentindo todo impacto de seus desserviços em prol da ganância.


Marcelo de Oliveira Souza
20/09/2013
Marcelo de Oliveira Souza

sábado, 14 de setembro de 2013

FW: Segundo Lugar do IX Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS



Depoimento do segundo lugar do IX Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

"Quando enviei meu soneto ao IX Concurso Literário Poesias Sem Fronteiras, vi no site a quantidade de poetas inscritos, de tantas cidades e tantos estados do país. Confesso que não acreditei que pudesse estar entre os vencedores. Ainda não acredito! Estou muito grata e gostaria de parabenizar o Concurso pela oportunidade que deu não só a mim, como a todos os poetas participantes desta maravilhosa antologia. Sabemos que pouco se dá valor à poesia neste país, infelizmente, mas graças aos eventos como este, e aos poetas dispostos a não deixar a poesia morrer, ela ressurge cheia de vida e liberdade, para alcançar a alma do leitor. Muito obrigada e parabéns à todos os poetas!"

Verônica Miyake Rodrigues Koike

Temos ainda mais um evento, I Prêmio Literário escritor MARCELO DE OLIVEIRA SOUZA você também pode ser premiado(a)!
Regulamento nesse mesmo lugar!


sexta-feira, 13 de setembro de 2013

O Parque que morreu!

Parece incrível, o tempo passa e as coisas só pioram para as pessoas, a população aumenta, seus direitos diminuem e o que é comunitário tornou-se privativo dos espertos.
O Parque Solar Boa Vista é um grande exemplo, já não bastava ser lugar de desocupados, mendigos, lava-jatos suspeitos de práticas de outras modalidades ilícitas, estacionamento de caçambas.
Agora resolveram construir barracas, depósito de entulho, de carros velhos e em manutenção, sem falar no sobrado de Castro Alves, um lugar que poderia incrementar o turismo na região, fomentando mais empregos, fomenta mais desespero, onde ninguém está seguro nas redondezas, de carro, no ponto de ônibus ou nos conjuntos, tudo é um caos.