Seguidores

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017




LIÇÃO DE VIDA


Durante minha feliz jornada ao paraíso de Lençóis, encontrei um casal muito simpático, com uma senhora de cerca de setenta e dois anos, fazendo a trilha para alcançar mais uma das maravilhas da cidade.
Encantados com o meio ambiente como eu, aos poucos fomos nos entrosando, indo desembocar num lago circundado de pedras chamado Ribeirão do meio,que tinha uma espécie de tobogã natural, onde as pessoas escorregavam lá de cima indo terminar neste formoso lago, com águas frias e ferruginosas.
Conheci esta senhora, que me passou uma verdadeira lição de História, e mais que tudo, uma lição de vida, para todos nós, inclusive as pessoas que são incrédulas na capacidade de amar do ser humano.
Clara, chamemos assim, foi uma verdadeira batalhadora, quis participar da segunda guerra mundial, mas como a família era de grande influência em São Paulo, foi impedida de exercer seu valoroso patriotismo.
Presenciou a revolução de 1964, contando suas aflições, onde tentava proteger o seu pimpolho, em meio uma guerra entre pessoas do mesmo País.
Porém o mais bonito e marcante foi quando ela conheceu o seu o seu marido, hoje falecido infelizmente, deixando-a sozinha com seu filho, que agora já está casado.
Como uma médica, ela fazia triagem sempre em pacientes, para empregos e também seguros, sendo uma pessoa bastante reservada, quanto a namorado. Passando assim um bom tempo sozinha, sua família bem como a sociedade pressionava quanto ao seu estado de solteira, o que não é muito diferente de hoje, porém como era da alta sociedade, a pressão era irremediavelmente maior, com filhos de senadores, ministros, todos de muito poder à sua espreita.
Contudo Clara não sucumbiu, ao seu romântico desejo de realmente entregar-se a um homem por amor.
Em meio a uma dessas entrevistas a pacientes, havia um rapaz bastante humilde, que respondendo ao questionário, informou a sua profissão de garçom que não sabia escrever, não fumava, não bebia, não jogava e não tinha nenhum vício, o que ela prontamente se afeiçoou, achando o seu príncipe encantado.
Conheceu-o melhor em um local de refeições rápidas, se apaixonando, o que foi um escândalo para aquela época, uma pessoa da sociedade casar com um homem humilde e analfabeto?
Ela saiu de sua casa em um bairro nobre de São Paulo, indo morar com ele em um barraco bastante humilde.
Passou a alfabetiza-lo, e prepara-lo para a vida, e quando ele começou a escrever, a primeira coisa que ele fez foi uma carta de amor, agradecendo tudo que ela tem feito por ele.
Em seguida foi matriculado para cursar o primeiro grau, depois o segundo, indo culminar na faculdade de direito de São Paulo, sendo um dos primeiros colocados.
Formando-se com louvor, sendo bastante útil e criador das leis atuais do direito do trabalho, alcançando muito sucesso em sua profissão.
Após vinte anos de luta em suas profissões, juntaram um dinheiro e foram morar na região da Chapada Diamantina, fugindo da violência da Capital Paulista, em que não quer nem pensar em voltar, ainda mais agora que o seu amor faleceu, cerca de um mês, lamentando.
Viajaram bastante em suas aposentadorias, e onde eles já passaram ela recusa-se terminantemente voltar.
Parece um conto de fadas, porém Clara é um nome fictício, mas a pessoa existe, onde extasiado, e muito atento às suas atitudes, vigor, sobriedade e simplicidade, Clara me conquistou e certamente vai conquistar você.



Marcelo de Oliveira Souza,iwa
Do livro Conto & Reconto


















sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Boipeba








Boipeba


O Estado da Bahia tem inúmeros encantos, onde muitas pessoas já perceberam a vocação turística natural que o lugar possui, não ficando concentrado apenas na capital, mas principalmente em cada recanto baiano.
Num desses recantos, que não é tão propalado fica a ilha de Boipeba, localizada próxima à famosa  Morro de São Paulo, fica um pouco ofuscada pela “prima” mais famosa.
A gente fica até com um pouco de desconfiança, pois de onde partem as lanchas em Valença – um grande entreposto para as ilhas – não é muito comum as pessoas pedirem para ir lá, por isso deixaram até de ter tantas ofertas de transporte para esse local.
A viagem demora um pouco,  vai depender da lancha que você pegar, mas a média é de cinquenta minutos.
Apesar da desconfiança,  quando a gente chega,  se deslumbra com o local, com paisagens de perder o fôlego.
Quem está acostumado com praia bonita, pensa que vai encontrar somente mais uma, contudo é inigualável o cenário marítimo de Boipeba e quem estiver em Salvador pode sim, ir de catamarã para esse lindo lugar  e se deleitar com as diversas praias e trilhas onde cada caminhada a gente se depara com uma verdadeira pintura onde podemos eternizar na nossa memória através de uma bela foto.



Marcelo de Oliveira Souza,iwa

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Seiva da Vida - Mensagem de Ano Novo 2017



                                                Mensagem de Ano Novo! 





As Festas de Final de ano sempre mexem muito com as pessoas, nos colocando em uma mistura de reflexão, regeneração, esperança e até em depressão. 

Em tempos de Redes Sociais isso tudo se torna mais evidente, onde a ostentação da perfeição e da felicidade evidencia-se. 

Essa “felicidade” normalmente é só para expor nas “vias públicas” aquilo que o nosso próprio semelhante quer ver, sendo verdade ou não. 

Nesse contexto, existem os que são movidos pela “alegria” artificial, onde o sorriso só aparece quando é plantado não mão um copo de bebida, ao qual é visível a sua transformação. 

Também percebemos aqueles que não conseguem enxergar nada de bom na humanidade, cuja reflexão é a tônica dessa época, onde a pessoa se isola e vê o evento até com repugnância, achando até que é uma reunião de pessoas que se odeiam. 

Durante esses eventos, evidenciam-se todo tipo de conceitos, numa gama enorme que é o psique humano, até os que veem o mundo de uma forma melhor, que ainda se permitem sonhar. 

Nesse mundo de diferentes, onde cada cabeça é um universo, temos que nos relacionar, não podemos sucumbir às adversidades dos relacionamentos interpessoais, ou até frustrações individuais, pois o ser humano é muitas vezes difícil de lidar, cada um com sua vida e com a sua história, contudo ele pode nos surpreender positivamente sim, quando menos esperarmos. 

Por isso devemos sempre confiar no amanhã, no ser iluminado que nos rodeia, praticando sempre o bem e dando o melhor de nós, porque sem essa esperança, matamos a cada dia a seiva da vida que a cada dia se renova dentro de nós! 



Feliz Ano Novo! 





Marcelo de Oliveira Souza,iwa 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Mais um Natal!




                                                Mais um Natal 





Essa época é muito especial na vida de muitos brasileiros, muitos deles já estão se planejando onde irão passar o final de ano e outros já pensam nas compras que vão fazer. 


É assim que todo o ano acontece, mas esquecemos de que o Natal é mais do que isso, pois é o nascimento do nosso grande mentor espiritual Jesus Cristo, um homem que deu grande prova de humildade, vindo a nascer num estábulo rodeado de bichos. 


Mesmo com tanta dificuldade é um dos nomes mais louvados do planeta, por toda sua superioridade de pensamento, contudo não o homenageamos como devia, porque o maior presente para essa data seria a gente trabalhar a nossa humildade, o respeito ao próximo, nos irmanando no problema dos outros. 


Não pretendemos que arquemos com a dívida das outras pessoas, tampouco que tentemos resolver o problema psicológico ou religioso de cada um, o importante é que pensemos no outro como a extensão de cada um de nós. 


Homenageemos Jesus Cristo, oferecendo um pouco de gentileza e de paz a quem está ao nosso redor, não deixemos o “Espírito Natalino” somente para o Cherster e Panetone, aproveitemos essa data para oferecer amor, tentemos modificar a cada ano o nosso comportamento, pois nós estamos aqui para melhorar, não para confrontar nossoso bens materiais, elevemos nossos bens morais, porque todo ano tem Natal, mas não somos o mesmo a cada Natal, mesmo estando nas mesmas festas. 


A nossa vida é um presente maravilhoso, festejemos cada dia, mas utilizemos nosso pensamento aberto para as boas ações, para a gentileza e riqueza espiritual que essa data tão importante faça com que possamos refletir a cada dia como nos tornarmos melhor em nosso íntimo e que essa linda festa se faça também dentro de nós! 




Marcelo de Oliveira Souza,iwa
Feliz Natal a todos os meus amigos e leitores!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Falta de Informação e respeito na CCR Metrô de Salvador




Falta de informação e respeito na CCR Metrô, de Salvador. 

Todos estamos maravilhados como em tão pouco tempo Salvador está modificando a sua mobilidade urbana, após mais de uma década de tentativa frustrada podemos desfilar dentro do metro, o que ajuda muita gente que precisa. 
Nas grandes cidades, principalmente na Europa, as pessoas quase não usam mais seus carros particulares, preferem a tranquilidade do metrô, eles têm até diversas formas de plano para os seus cidadãos adquirirem a sua passagem, podemos contar até com uma máquina que recebe cédulas e dá o troco da sua tarifa. 
Ao adentrar na estação do metrô da Estação da Lapa, tinha uma fila enorme e perto dessa fila tinha uma máquina de recarrega o cartão de passagem, como na Europa, preferi o mais fácil, inseri a cédula de cinquenta reais na máquina, mas não tinha a opção de valor, quando apertei uma tecla, a máquina recarregou cinquenta reais! 
Infelizmente não uso tanto esse meio de transporte assim, por isso me dirigi ao caixa da minha estação destino, de Brotas e pedi que devolvesse o valor restante, foi onde a atendente prontamente disse que não poderia fazer isso. 
Mas como uma máquina de recarregar passagens não tem nenhuma informação dizendo que não dava troco? 
Indignados estamos aqui no prejuízo, esperando que a CCR Metrô tenha o discernimento de devolver o restante do valor, pois não é assim que trata usuários de seus sistema de transporte, onde a pouca informação e a falta de compreensão causam prejuízo a muitas pessoas. 

Marcelo de Oliveira Souza,iwa 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Distância


Distância

Acompanho-a à distância,
Quando olho pra você
Fico com o  coração em prantos,
E vejo que você se distancia.

Olhas pra mim não sei por quê!
Não me queres, não me amas
E eu continuo querendo você,
Continuo a te adorar.

Você junto a mim
Um sonho maravilhoso
Agora um sonho impossível.
Terminou o engano.

Deus! O que vou fazer?
Não deixo de pensar em você!...
E nem consigo te merecer.


Marcelo de Oliveira Souza,iwa
Do livro do autor Confissões Poéticas




domingo, 4 de dezembro de 2016

Vencedora do IV Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,iwa




Gedalva Neres Paz, de Salvador Bahia
Vencedora do IV Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,iwa






Jonata Henrique, de Brejo de Madre de Deus PE
Participante do Concurso e da Antologia do IV Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,iwa







Escritor Marcelo de Oliveira Souza, iwa
Apresentando a Antologia
Quem quiser ser informado dos nossos próximos eventos, é só enviar uma mensagem para marceloosouzasom@hotmail.com