Seguidores

domingo, 10 de junho de 2012

Dia dos Namorados PAREDISTA


Dia dos Namorados Paredista


Uma prova de coração
Estudos de montão
O professor conquista com gratidão
A mão do nosso chefão.

Assinado o casamento
Promessas de amor para todo lado
Apertos e abraços empolgados.

Com o casamento o casal mal acostumado
Sem elogios nem um carinho, coitado!
Tudo se modifica e Wavá não nos olha mais
Pensa até que somos animais!

Um gritinho de horror
Chamado de traidor
Wavá vai embora
E deixa o bolo da festa com o padrinho,
Barretinho...
Que nem sabe o caminho da negociação.


Barretinho mais perdido que cego em São João
Procura, divide a obrigação com a madrinha
Da Administração
A doce donzela barbuda
Grita e faz cara de mal
E o professorado grita!

E nessa falta de gerenciamento
Amplia o descontentamento
No dia dos namorados paredista
O homem com cara de machista
Volta de viagem para curtir o dia doze.

Wavá vai ter que “negociá”
E terminar o casamento no litigioso
Roxo de raiva, vai aprender a lição
Quem pelo voto fere,
Pelo voto perde a eleição.


Marcelo de Oliveira Souza


Nenhum comentário:

Postar um comentário