Ajuda na manutenção do blog: Conta Poupança 5920-0 Agência 3679-0 Para Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Fora dos Trilhos!






Fora dos Trilhos


Através dos anos vemos percebendo que o nosso país vem definhando cada vez mais, uma nação pujante, rica culturalmente com uma extensão territorial da maiores do mundo, vem sofrendo muito pelo seu próprio povo.
Desde a Copa das Confederações aqui no Brasil, percebemos que aos poucos o povo vem acordando diante de tanto sofrimento e perdas de direitos, a nossa sociedade não está aguentando mais tanta corrupção e tanta falta de respeito para com o patrimônio público, seja financeiro ou natural.
Os nossos direitos estão sendo tão cerceados, onde   a sociedade está começando a se organizar diante de tanta dificuldade pela qual passa nosso povo, desde as mínimas situações, até as mais complicadas, tudo tem a sua ligação.
Nesse momento o Brasil inteiro está passando por mais um dificuldade, onde os caminhoneiros estão trancando a nação, lutando por seu direito de desempenhar o seu trabalho, com dignidade.
Quem sabe mesmo sobre martírio  são eles, pois enquanto  sofriam  calados, as coisas iam seguindo, às  custas de muita dificuldade,  mas às vezes é preciso gritar, parar para seguir em frente, não podemos aceitar brasileiros tomando “remédio”   para não poder dormir, pois tem prazo para levar carga, numa rodovia esburacada, perigosa em todos os sentidos, inclusive na questão da violência.
Tocando nesse assunto nevrálgico, o brasileiro está esmagado entre o governo e a violência, somos um povo que mais paga imposto, contudo somo um povo que menos tem direitos, somente deveres, nós trabalhamos, lutamos, mas não somos reconhecidos enquanto cidadãos, pois nossos direitos, são cerceados a todo momento.
As pessoas esquecem e até se acostumam rápido, com essas dificuldades, pois nosso povo ainda é ordeiro sim, pois se fosse em outro país, certamente essas vicissitudes diárias pela qual passamos, não aconteceria por tanto tempo, temos sim que aprender e lutar, para que as coisas se modifiquem mesmo que devagar pois enquanto as festas forem mais importantes que o nosso direito como brasileiro, seremos sempre subjugados como cidadão.



Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr. Honoris Causa em Literatura



Nenhum comentário:

Postar um comentário