Seguidores

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Lá vem Dois de Julho!



Lá vem Dois de Julho

 

Amanhã  será a data Magna da Bahia, onde o Brasil rompeu definitivamente os laços de dependência com Portugal.

As pessoas aos poucos já estão começando a perceber  o quão importante foi esse dia de Glória, onde os baianos em todos os seus segmentos  sangraram para ver o Brasil  íntegro em seu território.

Independentemente desse inexorável contexto histórico, percebemos que a nossa sociedade apesar de toda essa luta no passado, perdeu o rumo pela sua independência, onde as pessoas vivem com medo de sair na rua, com medo de ficar em casa, com medo da própria sombra diante da violência que assola o nosso Estado, os profissionais de saúde, educação e segurança, estão cada dia ganhando menos, em meio a tanto estresse pela falta de segurança física e financeira, em meio a falta de perspectiva de futuro do jovem, pois aqui não temos mais direito a nada,  só a lamentar  e lembrar que Dois de Julho foi o dia da libertação, dia de sonhar com épocas  melhores e depois de tanta luta estamos aprisionados por um feitor pior do que Portugal.

A nossa sociedade está perdendo o rumo, não temos mais direito a nada, somente a lembrar da nossa Data Magna, onde nossos antepassados sonharam no passado e no presente estamos tendo o pesadelo de não preservar os ideais revolucionários de darmos dignidade ao nosso povo para podermos crescer com os direitos básicos de poder sonhar com dias melhores de paz e de tranquilidade e que um dia comemoremos o Dois de Julho com a cabeça erguida como antigamente, com índices de desenvolvimento realmente  humanos e não trágicos onde o tráfico, drogas e morte são os novos "ceifadores portugueses"  que nos acorrentam o espírito humano do brasileiro.

 

 




Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

Nenhum comentário:

Postar um comentário