Seguidores

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Dia de Finados



Dia de Finados 


Dia de quem chegou ao fim 
Finados 
O fim não é assim 
Enterrados. 
Vida após a morte, sim 
Ressuscitados? 
Abel, morto por Caim 
Alguém morto no Botequim 
Saiu a pouco no folhetim 
Todos acabados? 
Aquele que caiu do trampolim, 
O ruim. 
O que perdeu mais um rim, 
O doente, velho estropiado... 
Todo mundo finado. 
O ente estressado 
Nesse dia separado 
Vai ao cemitério vê-lo enterrado 
Coitado! 
Nosso caminho está traçado 
Rico, pobre, são e doente 
O buraco acolhe quem corre 
E quem abraça a malfadada 
MORTE! 
Como o destino 
Num desatino da vida 
Que teimou em nos deixar .

Poema registrado na Usina de Letras++++++++++++++++++++++++


Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Resultado do III Prêmio Escritor Marcelo de Oliveira Souza


Resultado do III Prêmio Escritor Marcelo de Oliveira Souza        

 

 

 

 

Olá Escritores!

 

Esse prêmio surgiu há  três anos atrás a pedidos de escritores que desejavam ter a oportunidade de participar de mais um evento sobre a tutela do escritor Marcelo de Oliveira Souza, onde somente existia um concurso por ano o Poesias sem Fronteiras.

A partir daí elaboramos o piloto e assim por diante,  esse ano viemos com a proposta de colocar o prêmio para todo o tipo de expressão literária, pois o  Poesias sem Fronteiras é exclusivamente para poesias,

Agradecemos a todos os participantes, mas infelizmente não podemos eleger todos, onde apresentaram trabalhos com grande carinho e sensibilidade.

Agradecemos principalmente ao povo da Bahia que abraçou essa premiação esse ano e esperamos contar sempre o povo da nossa terra, onde Feira de Santana ostentou a maior participação, deixando um  abraço  especial a todos da Princesinha do Sertão, como é conhecida essa cidade que é uma das maiores potências do nosso estado.

Peço encarecidamente aos vencedores que após receber a premiação envie uma foto junto com a premiação,  junto com um depoimento sobre o evento, que é para a sua própria divulgação na mídia.

 

 

Os Vencedores são:

 

Menção Honrosa:

Jeronimo Luiz Gonçalves  - Goiânia -  GO

 

Terceiro Lugar:

 

Luiz Carlos Santos Lopes  -  Salvador - BA

 

Segundo Lugar:

 

Helveti Saude Lacerda Golfete  - Cornélio Procópio -  PR

 

Primeiro Lugar:

 

Maria da Conceição Pereira Mattos  -  Brasília  -  DF

 

 

Quem nunca participou e   desejar   ser avisado do próximo concurso, é só enviar um e-mail para marceloosouzasom@hotmail.com

 

 

Marcelo de Oliveira Souza,IWA

Patrono e Organizador do Prêmio

 

mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm




Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Revista Literária da Lusofonia - Divulgando Escritores - Boa Leitura!

Acesse gratuitamente Divulga Escritor: Revista Literária da Lusofonia.

ISSN 2358-0119
Quem desejar participar, divulgar: Textos, livro, eventos, entrevistas, Academias, Empresas.... é só encaminhar email para:
revista@divulgaescritor.com

CLIQUE NO LINK,OU NA IMAGEM ABAIXO, PARA LER A REVISTA



Leia mais: http://www.divulgaescritor.com/products/divulga-escritor-revista-literaria-da-lusofonia-ano-iii-n-16-out-nov-2015/


sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Reserva de Sapiranga


Reserva de Sapiranga

 

Aqui na nossa cidade de Salvador percebemos diversas obras o que denota um grande desenvolvimento da metrópole, contudo temos que prestar atenção para o grande desmatamento que vem seguido dessas obras.

A nossa cidade apesar de ser muito bonita, está tendo a sua flora espremida entre os grandes empreendimentos e obras públicas.

O metrô está sendo uma grande conquista esperado por décadas, contudo temos que perceber que essa obra está descaracterizando o nosso ambiente, as árvores somem para dar lugar a viadutos, pois metrô de verdade teria que ser feito embaixo da terra como nos países e estados mais desenvolvidos.

Por isso as pessoas da nossa cidade têm uma opção de lazer exígua, quando são retirados os shoppings e orla marítima...

Os nossos parques além de perigosos são inseguros, onde somos obrigados a nos deslocar grandes distâncias para contemplar a natureza.

Num desses deslocamentos, nas imediações de Praia do Forte, nos deparamos com uma reserva ambiental que foi criada recentemente, chamada Reserva de Sapiranga.

Ela tem 533 hectares de Mata Atlântica, num revolucionário projeto da Fundação Garcia D'Ávila e sendo patrocinada pela Petrobrás.

O local tem diversas trilhas e opções para quem circula  de moto ou bicicleta e  para quem vem da  Praia do Forte – um   outro paraíso encrustado no litoral norte –  desejando   conhecer ambos lugares.

O local tem um centro de Educação Ambiental e ainda possui um viveiro de mudas para reflorestamento.

No final do passeio ainda podemos nos refrescar nas  diversas opções de lago e represa, um grande presente para quem mora nas imediações, principalmente para quem reside em um lugar inseguro e com opção de passeios restritos à orla e compras.

Deixamos registrada a nossa satisfação e esperança que a reserva progrida e melhore, pois ainda falta muito a fazer, principalmente quanto à sinalização dentro e fora desse local,  pois quem deseja engendrar no paraíso verde ainda precisa de guias, porque as trilhas não são sinalizadas.

 

 

 

 

 




Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

Arte & Cultura









Olá!

Veja no www.logicult.com Arte e Cultura com trabalhos incríveis.

Além de mostrar e divulgar obras contemporâneas de extrema criatividade e sensibilidade artística, o site promove as atividades, os trabalhos e seus autores.

Prestigie esta proposta! Participe!

Faça o seu contato através deste e-mail, twitter ou facebook.

 

Saudações culturais.

 

Angelo Macedo

 

https://www.facebook.com/LogiCult

twitter: @logicult

 

 

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Dia das Crianças


Quando recebemos o presente de sermos pais, temos que perceber essa jóia bruta, pode ser polida de diversas formas, com muito calor até a pedra rachar, ou mesmo deixarmos com outros joalheiros descuidados. 
A criança é um serzinho que precisa de muita atenção e cuidado para que não saia da sua trilha, o ato da paternidade e maternidade, é tão complexo e importante que deve ser dividido entre o casal, onde ambos têm que entrar em sintonia para que a música saia melodiosa. 
Como vivemos em uma sociedade onde a família está se dissolvendo, encontramos diversas opiniões de como se educar os seus filhos. 
Os pais enquanto filhos tiveram determinada educação, muitas vezes mais rígida, esses provavelmente são os mais permissivos; outros apesar dos avós serem liberais, têm postura ainda mais liberal para com os seus filhos, existem outros que sabem dosar entre o liberal e o antiquado, infelizmente são os mais questionados, apesar de serem os corretos. 
Essa miscelânea comportamental torna-se complicada  até para os pais, imagine para os rebentos, contudo temos que perceber que a criança só quer mesmo ser criança, ela observa o comportamento dos amigos, dos pais e dos irmãos mais velhos entre outros , tentando copiá-los... 
Como a família do século XXI é modificada por tantos fatores citados e por outros não enumerados, pois esse texto fatalmente transformar-se-ia em livro, notamos que na maioria das vezes o destino familiar é uma provação divina, que devemos fazer o melhor possível, mas o que não podemos fazer é deixar de tratar a criança como criança, como nós,  ela erra muitas vezes, mas diferentemente delas, nosso erro pode se tornar fatal para quem está começando a arte de viver sobre a terra. 




Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

UMA NOVA OPÇÃO DE COLETÂNEA E DE INCENTIVO À LEITURA

 A Editora Iluminatta lança a série Grande Livro e está fazendo sucesso pelas ruas do Brasil.
Trata-se de um Livro em dimensões grandes que é fixado em local público para a apreciação dos transeuntes. Além de ser diferente, chama a atenção por ser lúdico e por fazer conhecido do grande público o escritor ,na maioria das vezes anônimo.
Anexo fotos de alguns já instalados: no Bosque dos Jequitibás ( Campinas), na Cidade de Tatuí  e na cidade de Jales.
Para maiores informações: (19) 992582512 ( Teco Seade)

--
 MONIQUE SARAIVA
 DEPTº COMERCIAL


sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Embaixador da Poesia!



Escritor carioca radicado na Bahia, Marcelo de Oliveira Souza,IWA; Autor dos livros A Sala de Aula, Conto & Reconto, Confissões Poéticas e Sobrevivendo; organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras e Prêmio Escritor Marcelo de Oliveira Souza,IWA recebe título de Embaixador Imortal e Internacional da Poesia, nomeado pela academia Virtual de Letras, Artes e Cultura por intermédio da escritora Márcia Kanitz.


Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

Diferenças?


Diferenças?




Independentemente da situação que se encontra a pessoa,  diz a norma da civilidade que devemos respeitar todas as opiniões e todos os seres,  sejam diferente da gente ou não.
Como a nossa sociedade vem se modificando, devemos também   estar preparados para todos os tipos de diferenças sejam elas sociais, econômicas, ideológicas e outras tantas que permeiam a nossa sociedade.
Imaginem como deve se sentir uma pessoa que é excluída somente pela sua    de cor, ou por causa do  gênero ou até   por outras tantas diferenças?
A nossa escola hoje, principalmente a pública é um reflexo da nossa sociedade, como ela é violenta, os alunos também se tornam; assim como ela é preconceituosa os educandos também se transformam   e questionam da sua forma, muita coisa.
Pensando nesse aspecto, uma aluna  de  um dos inúmeros colégios do Estado, resolveu encarar essas dificuldades de frente, resolvendo criar um seminário que ela mesma intitulou de  "diálogo" para tentar esclarecer e dirimir as dúvidas e medo pelo qual os estudantes passam ao ingressar num meio onde tem todo  o tipo de clientela e pensamentos difusos e basta ter uma diferença para a discriminação começar.
Junto com ela, o colégio Zumbi dos Palmares -  que fica em uma região muito carente e violenta, localizada em Tancredo Neves -  reuniu diversos segmentos da nossa sociedade para abordar esse tema, onde professores e alunos viram de uma ótica diferente, como é uma pessoa ser discriminada; como é ser pai ou mãe e de repente o filho dizer que é homossexual e a filha lésbica.
Numa manhã esclarecedora, os palestrantes da bancada mostraram que essa vida é de diferentes tons e formas, contudo o mais importante para todos nós é encontrarmos a felicidade plena seja por qualquer caminho, entretanto sempre trilhando o percurso do respeito ao próximo, pois todos nós somos humanos e temos direito a sermos felizes e realizados.
Assim, numa demonstração de consciência o colégio realizou junto com essa aluna, a maior aula do ano, que o indivíduo poderá ter, pois a nossa sociedade precisa de sensibilidade,  de união e nada melhor que uma professora  – Graça Falcão -  engajada nas diferenças e uma aluna    preocupada com a  sua  aceitação, trabalhar em prol do esclarecimento e da agregação, porque  isso é a principal razão da Escola, tornar o aluno consciente de seus direitos e deveres enquanto cidadão.


Marcelo de Oliveira Souza,IWA



Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras