Seguidores

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Dia das Mães


Dia das Mães

Nesses dias de violência é muito difícil saber como nossa mãe se sente, sendo o esteio da família, está cada vez mais complicado unir os nossos familiares em nome da paz, do amor e da solidariedade. 
O amor de uma verdadeira mãe não muda nunca, não importa a distância, o tempo, idade ou espaço, só que nesses tempos que muitos dizem ser apocalípticos, o respeito por esse presente divino está caindo por terra; muitas mães no exagero do seu amor, terminam por estragar os seus filhos, por muito mimo e excesso de cuidados ou por cumplicidade em atos ilícitos. 
Nessa grande experiência de ter um coração materno, muitas vezes terminam na faixa limítrofe do certo e do errado, por isso o importante mesmo é ter a lucidez de ser firme na hora certa, pois muitas vezes o remédio amargo é justamente aquele que cura o doente. 
Por isso,  nesses dias festivos, vale à pena alertar todos que ainda têm esse tesouro nas mãos, aproveitem o dia das mães e façam uma reflexão, sobre como nossa mãe está sendo tratada no cotidiano, pois o consumismo desse dia certamente exigirá um presente, entretanto, o que importa realmente é o amor que destinamos para essa valorosa mulher, que nunca vai exigir retorno, mas o maior retorno que podemos dar é o nosso olhar de filho, dizendo muito obrigado! 



Marcelo de Oliveira Souza, IWA - Salvador BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário