Seguidores

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Homenagem ao dia de Finados

Cova Rasa 


Cova rasa 
Deixa a gente arrasado, 
A profunda desesperado... 
O caminho da vida, 
Do destino, da viagem. 

Uma pessoa querida 
Que fugiu do mundo selvagem 
A rosa na cova rasa 
A flor na cova profunda. 

A beleza que abunda 
Nesse ambiente, 
Enfeita o morto 
Da cova profunda. 

A tristeza de uma cova rasa 
Sem choro, nem desespero dos amados... 
O contrário de uma cova profunda 
Onde todos se reúnem desesperados 
Para enterrar o defunto com dia marcado. 

As covas diferentes 
Num grau de profundidade 
De importância, uma maldade... 
Mas no final todos se encontram 
No mesmo solo, na mesma jornada 
Para virar uma cova rasa ou profunda 
Adubando a rosa imaculada. 


Marcelo de Oliveira Souza 

Nenhum comentário:

Postar um comentário