Ajuda na manutenção do blog: Conta Poupança 5920-0 Agência 3679-0 Para Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Floresta Encantada!


Floresta Encantada!


Tinha uma floresta encantada
Onde a vida era atrapalhada
Não tinha nada certo,
Tudo era diferente
De uma forma atravessada.

Os bichos tinham cara de gente
Gente se comportava  como bicho
Nessa floresta, bem diferente
Os carnívoros comiam folhas
Os herbívoros comiam carne,
Os homens então,
Estavam  em toda parte.

Só que ao serem herbívoros
Não tinha desmatamento,
Éramos   reis da relva,
Mato a todo momento,
A paz era sentimento,
E a vida era vivida,
Sem nenhum tormento.

Não tinha eleição,
Tampouco voto,
A violência era dos cervos,
Mas na servidão da inteligência,
Não tinha nunca negligência,
Morávamos mesmo no mato,
Tudo simples e modificado.

Seu irmão de relva
Sempre ao seu lado,
A natureza é   vida,
E também a   nossa religião,
Não tinha ninguém   revoltado,
Nem com arma na mão.

A gente acordava e voltava a dormir,
Sem preocupação de entrar e sair,
Num mundo tão simples,
Tudo   nessa loucura ...
O que me enche de amargura,
É que o que é bom, não dura,
Logo acordei,
E desse sonho, acordei regozijado.
Pensando emocionado,
Que o que está certo, está certo
E o que está errado
Está completamente errado.

Marcelo de Oliveira Souza,IwA

Nenhum comentário:

Postar um comentário