Seguidores

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Adeus Adelina!


Adeus Adelina!

 

 

O riso da  alegria

Telefone todo dia

Assuntos intermitentes,

A tiamãe  com a gente.

 

Adelina senhora menina

Sempre junto, contente

Suporte materno colo quente...

 

Tudo isso foi embora

Acabou a jornada

A paixão exacerbada

Não  convalesceu...

 

A agonizante espera

Culmina o inesperado

Escrevo o verso angustiado,

Na despedida, consternado.

 

 

Reclamamos  a  sua  presença

A sua ida sepulcral...

Tia Selma despediu-se,

Mas um dia...

Quando nos encontrarmos

Passaremos dias conversando

Lá no outro portal!

 

 

Marcelo de Oliveira Souza

Do site:

http://marceloescritor2.blogspot.com

14/08/2013

O sepultamento será hoje no Cemitério Bosque da PAZ


Nenhum comentário:

Postar um comentário