Seguidores

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O Quarto Poder

O Quarto Poder

 

 

Nesses tempos modernos de democracia, um outro poder que veio pujante é a imprensa, os verdadeiros olhos da população, cuja sociedade aprendeu a valorizar, respeitar e até pedir por ajuda.

Muitos problemas sociais a imprensa resolve exercendo o seu valoroso  papel de divulgar, investigar e até cutucar os poderosos.

A nossa democracia de fachada, vem se adaptando e ao contrário da ditadura que persegue os poderes da liberdade, os políticos assumem os maiores desmandos, como o brasileiro tem memória curta, um dia sai na imprensa sobre o político corrupto, chegando até a ser expurgado no meio dos mal feitores do planalto central; mas demora um tempinho eles voltam com toda pompa de salvador da pátria.

A imprensa acostumou-se a ter um papel fundamental na nossa "democracia", mas aos poucos esse mesmo órgão poderoso, ultrapassa o limite da investigação dos fatos e passa a ser delegado, interrogando no ar suspeitos, fazendo chacota com o suposto bandido; outras vezes toma a clava da justiça para julgar e disseminar sua opinião sobre determinado assunto.

Nessa semana, um conceituado jornalista, recebeu o governador do estado para tratar da greve dos professores, cedeu quase o programa todo para a sua excelência, contudo quando recebeu o sindicato dos professores, tratou todos os profissionais de educação com desdém, chegando até a dizer que estava de "sacanagem". O representante do sindicato foi praticamente amordaçado, não podendo expressar nenhum pensamento.

A liberdade da democracia é assim mesmo, as pessoas são obrigadas a votar em quem não quer, a imprensa opina com a clava forte do seu novo poder e quem quiser se arvore a pensar o contrário, que no outro dia os donos da verdade soltam o verbo, ou melhor abanam o cartão vermelho!

 

 

Marcelo de Oliveira Souza

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário