Seguidores

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A Terra parou outra VEZ!

A Terra parou outra VEZ!

Outra vez a Terra parou
Não aprenderam a lição
O horror pairou
Não é mole não!

Policiais revoltados
O povo indignado
A violência campeia
E o arrastão virou lei.

Ninguém é de ninguém
Não fica uma loja inteira...
Federais vêm enganar
A PM parou mesmo
Não sei como vai terminar.

Todos continuam no CAB
O povo reza para que a greve acabe
de qualquer maneira
Mas os poderosos de plantão
Batem a mão, dizem não!



O desgoverno toma conta...
Helicópteros, bombas e explosão
A greve continua
Ninguém se atreve sair na rua.

Uns loucos pensam no carnaval
Outros bebem na micareta
Como se o mundo fosse terminar
Ainda acham isso porreta.


Restos do último vendaval
Ainda marcam o pessoal
Mas o certo mesmo que nessa Terra parada
A gente tem muita culpa.

O descaso é geral
Na hora da eleição votamos igual
Levamos tapas no lombo
Ainda achamos  tudo sensacional.


Marcelo de Oliveira Souza

Contador de visitas

3 comentários:

  1. A violência está imperando com certeza..
    Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Luz da Sabedoria, abra as tuas asas sobre o nosso povo!
    Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  3. Olá Marcelo! Recebi via e-mail o link do seu blog, obrigada por compartilhar , este meu tb é novo, o antigo está bloqueado, se és meu seguidor, pare- de seguir no anterior , siga este. Estou te seguindo tb!

    Parabéns pelo seu grito. É revoltante ver a postura dos políticos rasgando desgabos e não cumprem as promessas, achei imoral a frieza do Sr. governador da Bahia assistindo tudo de camarote, esperando a população toda morrer?
    E a culpa é dos desmemoriados que votam e até vendem o voto, como se se os desmandos em nada os atinjam. Nosso Brasil tá difícil de se libertar dessa praga viciosa... Maus gestores!!

    Meu abç!

    ResponderExcluir