Ajuda na manutenção do blog: PIX: marceloescritor2@outlook.com: Para Marcelo de Oliveira Souza

quarta-feira, 18 de maio de 2022

Escritor Carioca Radicado na BA expôs poesia temática em Bagé RS.






Escritor Carioca Radicado na BA expôs poesia temática em Bagé RS.

 

O Escritor Carioca Radicado na Bahia, Marcelo de Oliveira Souza,IWA;  Duas vezes Dr. Honoris Causa em Literatura;  organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras e do Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza, iwa; autor dos livros A Sala de Aula; Conto e Reconto; Confissões Poéticas;  Sobrevivendo e Mundo Poético, tem seu trabalho poético exposto no Parque do Gaúcho, cidade de  Bagé RS, que reuniu mais de 40 mil pessoas no projeto literário dos Poetas Livres de Bagé, que também faz parte.

A exposição  teve grande repercussão na cidade gaúcha justamente pela temática.

O poema versa sobre a realidade gaúcha com suas tradições, cujo escritor agradece à presidenta da confraria Lúcia Oliveira, pelo belíssimo projeto, bem como agradece a todos e todas que sempre acompanham o seu trabalho, sendo o sustentáculo de tantas vitórias.

 

🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA

 2x Dr. Honoris Causa em Literatura

📌instagram: marceloescritor


segunda-feira, 16 de maio de 2022

Maio Amarelo!






Maio Amarelo!

 

Sinal de atenção

Para quem

 Utiliza o trânsito

Como arma na mão.

 

A gente transita

E vê  muita confusão,

Os “profissionais”

Tornam nossa vida turbilhão.

 

Estresse na malha viária

É motivo de desunião

“- A  lei não é cumprida

É  papel de bestalhão!”

 

Motoqueiros atrás da sorte

Voam o mundo inteiro

À procura de dinheiro

Não temem nem a morte!

 

Nos transportes

O “grandão” que empurra

Encima do carro ou do povo

De dor a gente urra...

 

Taxeiro  que virou taxista

É um verdadeiro artista

Não cede nem por decreto,

Se estiver por perto não ínsita.

 

É todo tipo de caso

Que envolto  ao  acaso

A gente pode sair

E não voltar mais...

 

Tudo isso misturado

Com assalto contumaz,

A gente fica  endividado

Anos e anos, multas atrás.

 

Se  “chupa a cabra”

Ou vem o “pardal”,

Fiscalização monitorada

É prejuízo fatal.

 

A lei do transito

É rasgada

Até quem vigia, desagrada..

A destrói  com alegria represada.

 

E o sinal amarelo

Fica piscando em paralelo

Chamando atenção

De um povo que não olha...

 

O seu olho esta n’outro mundo

Sem cinto e sem atenção

O celular quem  manda

Na palma da sua mão.

 

O Maio Amarelo

É sinal de atenção

Uma grande campanha

Vento forte com razão.

 

Com tudo isso

No mês de maio...

No Pronto Socorro, o desmaio,

De quem piscou sem atenção.

 

Brademos forte

Nesse mês...

Porque um dia vem  a morte

De quem a infração, virou freguês!

 

Nesse tumulto do cotidiano

Morre gente ou amputa o fulano

Quer tomar mais cuidado

Ou  vais  entrar pelo cano?

 

 

Marcelo de Oliveira Souza,IwA

2x. Dr. Honoris Causa em Literatura

Campanha sobre o Maio Amarelo. Prevenção de acidente no trânsito.

Do Blog:

Instagram: marceloescritor

 

 

 

 

 

 


sábado, 14 de maio de 2022

Galinha!



🤔Galinha!


Uma galinha na minha frente
Fiquei todo contente,
Ovo farto  em contingente!

Deixei-a no carro
Na parte da frente,
Um calor retado
Não tem quem aguente!

A galinha desmaiou  no mormaço insistente,
O animal desfaleceu!
Embaixo do tapete vigente.

Voltei correndo imediatamente
Quando lembrei do desastre iminente,
Peguei a ave no colo,
Ela olhou para  mim de bico aberto,😨
O carinho foi tão grande,
Que ela não morreu,
Mas apenas  virou gente!


🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
2x Dr. Honoris Causa em Literatura
Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: marceloescritor
Boa noite!🌹🌚

segunda-feira, 9 de maio de 2022

Herói à Procura de Alguém



 
🤔Herói à procura de Alguém!
 
Lá na despedida de um policial
Eliminado pela turma do mal
Nas Águas Claras, que virou vendaval
Vem a  notícia cabal.
 
Depois vem  uma chuva mortal
Que elimina quem defende o mal
As Cajazeiras do fruto lindo
Sofre o impacto do funeral.
 
Representantes da lei
Agora vão deitados
Ao ponto final...
E o povo clama justiça
A quem  produz gelo
Enxugado pelo pessoal.
 
A cidade insegura
É parte do  Brasil da agrura
Onde os direitos não são mais humanos,
Aniquilando nossos “irmanos”
Que cumprem a sentença
De servir sem igual.
 
Ninguém sabe ninguém viu
O povo escondido, é refém,  também já partiu...
Mortos vivos na espreita
Para sair fugido da morada
Voltando escondido depois da empreitada.
 
A mordaça da democracia
Que diz que existe durante todo dia
Nos cega  e nos amputa
A lei que o “indivíduo” imputa
No  martírio de viver,
Que não escapa ninguém.
 
Não tem política, não tem nada
Enquanto a produção de gelo malfadada
Não cessar  nem que seja à “bofetada”
Por um herói à procura de alguém...
 
🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
🤔2x Dr. Honoris Causa em Literatura
🤔A respeito dos três policiais mortos  em maio /22  em Salvador
🤔Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
😔Boa noite🌹🌚

sábado, 7 de maio de 2022

Onde tudo terá fim!






🤔Onde tudo terá fim!

Cheio de preocupação,
A gente visita com a flor na mão,
Choro angustia confusão
Vem uma tremedeira sem razão.

Às vezes pensa que a gente é  cramulhão
O desespero se veste de gente,
Aquela alma indigente
Pulsa forte nos passeios da incompreensão.

Cansado de ouvir não, é sempre a  alma 
Do desespero e desunião,
O prédio com alicerce frágil
Que não sucumbe diante do vento
Voa com o pensamento.

Mas a gente continua, 
Mesmo que no nosso sentimento
Caminhe pelo meio da rua,
Todos achando que a culpa é tua
A gente prossegue e segue,
Até um dia, o dia se por assim
Com início, meio e fim...



😔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
2x Dr. Honoris Causa em Literatura
Instagram: marceloescritor
Boa noite!🌚🌹

sexta-feira, 6 de maio de 2022

A Essência do Escritor


A Essência do Escritor


Muitos quando descobrem que sou escritor, perguntam qual livro a gente lançou, esquecendo que no Brasil de hoje não é nada fácil ter essa ocupação, pois de pronto, profissão, vivendo somente de escrever - que seria uma maravilha - é muito difícil.
O escritor no geral é um sonhador, tem sua mente ocupada sempre com um novo texto, uma nova aventura, a gente está sempre voltado para as peculiaridades de como poderia construir uma nova ideia, um novo poema, tudo isso dá assunto.
Nessa ocupação exuberante, muitas vezes pode faltar fólego, pois é muito difícil o mercado editorial no Brasil, já pensou pagar para publicar seu livro? Patrocinadores não existem, tudo é uma grande dificuldade.
Com a ascensão da tecnologia, melhorou muito a divulgação do nosso trabalho, contudo ainda estamos estagnados quanto a real valorização, pois permanecemos sempre impedidos de exercer nosso grande dom, de eternizar a nossa cultura, somente por causa da desvalorização.
Não temos aqui na nossa região - para não falar das outras - uma livraria do autor, para que possamos pelo menos sonhar em vender o nosso livro, que deverá ser custeado por nós também.
Somos escritores; vendedores; marqueteiros, dos bons; nos transformamos em tudo para que possamos realizar o nosso sonho, apenas de publicar e sermos valorizados pelo nosso trabalho.
A nossa jornada é longa e cansativa, mas o verdadeiro escritor não desiste, ele sempre está à espreita de uma nova oportunidade de publicar, onde temos que rotineiramente nos esperar em participar de todos os eventos virtuais e presenciais, concorrendo em concurso literário, principalmente, pois se não nos pusermos frequentemente à prova, estaremos fadados ao fracasso.
Depois de todos essas provações, que teremos obrigatoriamente que passar, começaremos ser um pouco reconhecidos, isso demanda anos, muitos entre nós dizem que o reconhecimento vem após a morte, outros dizem que somente na terceira idade, depois de muita luta, mas o que eu tenho certeza, é que: - Quem é escritor de verdade não desiste, na primeira, segunda, ou terceira idade. Pois isso faz parte da nossa essência, fácil ou difícil isso somos nós e quando desistimos de escrever, no íntimo, desistimos de nós mesmos.
Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: marceloescritor

quinta-feira, 28 de abril de 2022

Sentido da Vida


🤔Sentido da Vida
 
Nessa vida preterida
Desde  antes de nascer
O planejamento endivida
Com o compromisso ascender.
 
Durante o decorrer dessa jornada
Não é fácil a vida atribulada
Onde refletimos a  cada cartada
Sobre a vida e nossa estrada.
 
Percalços no caminho
Violência na calçada,
Na   prova e expiação
É lei da ascensão.
 
Numa grande reflexão
Uns se revoltam
Outros   estendem a mão
Ajudando seu irmão.
 
E o sentido da vida
Vem nessa questão
Ajude e pense n’outros
O Resto é ocasião!

🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA 
🤔2x Dr Honoris Causa em Literatura
🤔instagram: marceloescritor
🤔Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
🤔Boa noite!🌹🌚

sábado, 23 de abril de 2022

Dia do Livro


🤔Dia do Livro


O livro encantado
Queria produzir
Um livro encantado,
Que pudesse sorrir
Ser apaixonado.
Que o livro possa luzir
Não ser rejeitado
Quando fosse partir
A mim ser lembrado.
Um livro que possa sorrir
Servir meu amigo iluminado
A violência possa dirimir
Lendo o livro encantado.
Os olhos grudados a sorrir
A herança, compartilhado,
Ponhamos a refletir
Sobre o assunto, abordado.
O mundo está a se destruir
Sem o livro encantado
Todo livro pode unir
Cultura, presente e passado...
O futuro a construir
Nas letras do livro encantado,
Todo livro assumir
O valor do conteúdo apresentado.
Não vamos destruir
A cultura, sabedoria, internalizado,
Com o Dia do livro assumir
O mal, sem o livro, representado.
🤔 Marcelo de Oliveira Souza IwA
🤔2x Dr. Honoris Causa em Literatura
🤔Do blog http://marceloescritor2.blogspot.com
🤔Homenagem ao Dia do Livro
🤔Boa noite!🌚🌹


sexta-feira, 22 de abril de 2022

Carnaval


🥳Carnaval

A alegria chegou
O trio elétrico passou
A multidão também,
Alguém ficou
Caído no chão!

Uma arma de encontrão
Furou o pulmão
Todos gritando
Indo atrás da atração.

Gente de montão
Felicidade de milhão!
Em todo lugar uma transmissão!

Em outros lugares empurrão...
Ali no cantinho um chupão
Mais à frente cervejão!

O malhado valentão
Terminou na prisão,
Levou um cachação!...

Todo mundo vira multidão
Camarotes do barão
Folia bem diferente, não?

Mas também tem o folião
Dos blocos e do arrastão...
Nas cinzas ainda não basta, não!

A tristeza do cordão
Que virou cordeiro,
Trabalhou e dançou
Mas acabou sem dinheiro na mão!
Mais triste ainda quem gastou...

E nem  chegou a brilhar
Mas terminou a quarta feira
Beirando o caixão!

Esperando a reencarnação
Para voltar à folia
Com toda energia
Ver tudo recomeçar!

Marcelo de Oliveira Souza ,IwA
Do Blog: http://marceleoscritror2.blogspot.com
Inatagram: marceloescritor

domingo, 17 de abril de 2022

Páscoa Libertação!

Páscoa Libertação 

Hoje é um dia
De uma grande lição 
Jesus Cristo 
Seguido o Calvário 
Sem nenhuma lamentação.
Sofreu nessa jornada 
Ganhou incompreensão ,
Do seio do seu grupo
Teve traição ,
Mesmo assim acreditou na gente 
Dando sempre a mão, 
Foi crucificado e humilhado, 
Não teve consternação ,
A sua vida terrena extinguiu,
Na Páscoa a pedra ruiu,
Liberdade para a alma
Estrelas em milhão,
A nossa cabeça 
Pode estar na prisão,
Nessa Páscoa 
Que nos dá a lição 
Pode acontecer tudo
Mas não sucumbirá 
Que for puro de coração !

🤔Marcelo de Oliveira Souza, IwA

🤔Feliz Páscoa !

🤔Instagram: marceloescritor
🤔Do Blog : http://marceloescritor2.blogspot.com

terça-feira, 12 de abril de 2022

A Madrugada do Mortos




A Madrugada dos Mortos


Na Semana Santa
Os mortos clamam
Por uma chance,
Já os vivos reclamam.


No desespero da greve
Os policiais lutam
Eles precisam sobreviver
Mas ninguém vê.

A população previu
Surgindo um arrepio,
Num confronto de verdades
Reina a Madrugada dos Mortos.

Tem muito vivo comemorando
E muitos mortos gritando,
Eles urram...
Os vivos sussurram...
Os tiros e arrastões
Voltaram.


Transformaram a Semana Santa
De muitas orações
Na madrugada dos Mortos
De medo de viver!

🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
2x. Dr. Honoris Causa em Literatura
Do Blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: marceloescritor




Sobre a greve dos Policiais na Semana Santa de 2014

quinta-feira, 7 de abril de 2022

O Escabroso Caso do Mendigo Famoso



O Escabroso caso do Mendigo Famoso!

 

Tem algumas coisas nesse mundo que nos deixa intrigado, se fosse um filme Hollywoodiano, ninguém ia acreditar que fosse verdade, não sabemos se a vida imita a arte ou vice-versa,  diante de tantos fatos inusitados que estamos vivendo nessa era, pós-pandemia, digamos assim.

A gente já viu praticamente de tudo,  imaginávamos que o mundo não ia ficar parado diante dessa tribulação pandêmica, mas acontecer uma guerra com grandes proposições, é verdadeiramente estarrecedor, porém  o mundo continua girando e dando muitas voltas velozes, seguindo o seu rumo, onde a gente fica aqui nessa viagem, participando do cotidiano de tribulações, penando na nossa guerra particular, em que a violência e a fome está assolando o nosso país, o número de moradores de rua vem aumentando assustadoramente, pessoas bem cuidadas, que de repente perdem tudo, como moravam de aluguel, acabou o dinheiro, acabou a morada.

Entre os moradores de rua um se destacou nessa semana, com um caso absurdo de adultério, praticamente em via pública, dentro do veículo da condutora que o convidou para fazer uma “viagem sexual”, terminando em uma grande confusão, pois o esposo da condutora presenciou esse fato inusitado, sua esposa tendo relações sexuais dentro do seu carro, não bastando isso, com um mendigo!

Toda essa situação foi captada por câmeras que ganharam o mundo virtual, porque o caso terminou em uma luta entre o morador de rua e o desafortunado esposo, com sua mulher no meio da confusão.

Depois de terminado o embate, cada um foi para o seu lado, no entanto nesse mundo cibernético, o pior vem pela web, cujas pessoas têm que entender que toda ação tem uma reação, as redes sociais estão fazendo a festa, programas de fofoca na TV  ganhando audiência, perante toda essa triste situação.

Até uma emissora de TV gravou com o “famoso” mendigo, que agora é ex-morador de rua, onde  detalhadamente relatou sobre essa inacreditável aventura sexual, disse até que a convidou para tomar “leitinho”, uma verdadeira aberração, o mesmo já abriu a rede social e com certeza deve ter alguém “orientando” para continuar  surfando na crista da fama, o máximo possível, até mesmo uma “influenciadora” saiu dando uns beijos nele, a mesma fazendo questão de filmar e esperar os likes...

A nossa sociedade está corrida, os valores estão sendo trocados por comportamentos vis, onde o errado vigora com a força da internet e redes sociais, os seguidores acompanham, valorizando casos escabrosos, como esse. Temos, pois que saber orientar todos ao nosso redor, mesmo que não nos deem ouvidos, pois a caixa de ressonância não é mais rádio, nem TV, é o pedregoso  mundo virtual que tem muitas maravilhas e muitas informações, contudo, para quem não tem noção de nada, somente o escabroso, tornará alguém famoso.

 

 

Marcelo de Oliveira Souza,IwA

2x Dr. Honoris Causa em Literatura

Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Instagram: marceloescritor

 


quinta-feira, 31 de março de 2022

Guerra na Ucrânia







 

Quem é o  Grande Culpado?!

 

Lá atrás durante a segunda guerra mundial, os ucranianos ainda faziam parte da União Soviética, justamente na triste época em que as tropas de Hitler invadiu  esse grande país, avançando incessantemente em busca da vitória.

Muitos ucranianos eram  tão oprimidos pelo governo central que  parte deles recebeu essa invasão como libertação dos soviéticos, adquirindo até uma simpatia  pela causa germânica.

Mesmo sendo uma incoerência, as gerações se passaram, ficando, portanto  a  semente nazista em uma pequena parte das pessoas daquela nação.

Foi assim que surgiram alguns ideais ligados à causa da antiga Alemanha,  onde frutificou, formando partidos políticos e até  o chamado batalhão de Azov na Ucrânia,  sendo, pois uma tropa de elite que está fazendo muita diferença na batalha, mesmo  construída a partir de ideais nazistas, esse pensamento foi se diluindo durante o tempo.

Já há pouco tempo atrás, o ocidente, assistia a última ditadura ucraniana ruir, onde o então  presidente, Viktor Yushchendo, aliado de Vladimir Putin, fugiu e até então pelo que sabemos, encontra-se exilado.

Essa situação toda, desaguou numa eleição,  onde eclodiu o novo presidente, Volodymir Zelensky,  ganhando o pleito, com a primordial   promessa de se aproximar do ocidente e principalmente, entrar  para a OTAN e União Europeia.

Isso gerou uma grande insatisfação do poderoso da Rússia, onde o Kremlin  avisou diversas vezes  não aceitar essa situação, causada pelo desmoronamento da União Soviética, que  passou a ficar cada vez mais isolada, às quais,  boa parte das suas antigas repúblicas, ingressou  na Aliança Atlântica, mesmo com um combinado da OTAN/ Rússia  que não virou tratado.

Ninguém imaginava, nos dias de hoje, em pleno século XXI, um terrível acontecimento  com  cenas  de enfrentamento bélico na  Europa, principalmente  o líder ucraniano, que chegou a dizer aos  Estados Unidos que  estavam  exagerando, diante das repetidas narrativas da provável invasão.

Dentro desse cenário nos arrastamos a mais de um mês de guerra, num impasse mortal, pois  todo mundo quer estar com a razão, mas muitos interesses estão escondidos embaixo desse triste  pano de fundo,  enriquecendo uns,  em detrimento   de muitos  cidadãos ucranianos   que foram pegos  de surpresa e  hoje perderam a esperança de tudo, sendo meros peões no jogo de xadrez  internacional,   manipulados  “habilmente”  e  agora seus líderes  não sabem como  voltar para trás.

 

 

Marcelo de Oliveira Souza,IwA

2x  Dr. Honoris Causa em Literatura

Instagram: marceloescritor

Do blog: http://marceleoscritor2.blogspot.com

 


terça-feira, 29 de março de 2022

Cidade de Salvador






Cidade de Salvador



Dia de feira
Tô com fome
Vou ali comprar!
São Joaquim, Sete Portas
Ali é o lugar.
Santo Antônio, Bonfim
Hora de rezar.
Campo da Pólvora, Curuzu
Você vai  ficar.
Cidade baixa, na Ribeira
Tem sorvete lá!
Cidade Alta, no Lacerda
Vou te enxergar.

Todos os Santos
Na baía, é de  encantar
Do Centro Histórico ou 
Da Barra, a gente vai lembrar.
Tudo bonito, 
Tem sorriso de encantar.
Sou carioca ou baiano
Aqui vou morar
Essa cidade é muito linda
Vamos nos deleitar!
É da garota ou menina
Salvador, aniversário
Você  vai gostar.

No seu dia
É todo dia
Tem tudo de encantar...
Trio elétrico, carnaval,
Caruru, acarajé e vatapá...
Numa poesia...
Um mundo,  uma alegria
Salvador contagia 
Eu vou comemorar!

📌Homenagem aos 473 anos da Cidade de Salvador

🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
2x Dr Honoris Causa em Literatura
Instagram: marceloescritor
💐Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com                                                                                            🤔Bom dia!☀️🌹

terça-feira, 22 de março de 2022

Dia da Poesia IV




Dia da  Poesia IV
 
Num  Dia da  Poesia
Carlos Alberto
Está a ciceronear.
Jandira propôs, o grupo  abençoar,
- Sem isso não tem lugar !
Silvio de Paranaguá,
Sobre o Oceanário
Começou a declamar!

Lúcia com a  Confraria  lembra,
Que José também tem Alencar.
Com tanta alegria,
Maria Auxiliadora, 
Começa a brilhar!
Grande baiana, na arte de rimar.

Ieda desfila os  textos com a  Vida Melhor
Para as “filhas” poderem acompanhar.
Arlete, Maria Pinto...
Muito dom,  nos faz saborear!
Tem uns  bem calados,
Mas quando falam, tem uma novidade, para interpretar...

Meu amigo secreto Geraldo
Leva sua rádio com o poema no ar,
Mitiko sempre tem algo para ensinar
 Egas, Mabjeca, ambos da África...
Quem disse que não ia  me lembrar?

Parte do grupo, parte do Brasil
A observar...
Um projeto a mais, sempre  “marceloescritor”
Vem  nos brindar!
José do Carmo, poeta diferente,
Sempre  está presente
... em todo lugar

Esse grupo vai nos representar...
Todo mundo a participar,
Desse sarau virtual, a nomear ...

Neiva Regina
Rainha que fascina,
Três gestões que nos ensina
Na arte de amar...
Escritora de alma,
Sempre do meu lado está!

 Ubiracy
Muitas facetas,
Está, aqui, ali, acolá!
Leonardo  O bruxinho,
Abre o pergaminho,
Com Élica vieram encerrar,
Do jeito diferente Biligue
Rafael Machado, “cerrou”  a cortina
Com o nome: É  Dia da  Poesia.
Tantos e tantos a se alegrar...


Jandiara, Rita Maria...
Grupo vasto que vem acrescentar.
Nascimento de Castro Alves, do  Condoreirismo
Nos  faz voar ..
Ainda tem muita gente boa
Não deixo ninguém à toa,
Só participar!

Publicação Premiada, Amigo Secreto
Concursos de Poesias e tanta coisa ...
Que faz o povo se inspirar!
Ozias e Romão, participação desde  então
Mãe África é só atravessar!

Joana Melo sempre observando
Um texto lindo a figurar
Meus confrades Maroel e Magno
Aqui também a acrescentar!
Saem do anel viário, fazendo-se versejar.

Amigos e leitores,
Personagens e atores
Nesse nosso sítio,
Nossa casa ...
Aqui em casa:
- Tá na hora de comemorar!

Até  Elmo chegou no dia primoroso,
Nesse dia maravilhoso
Sua data é  Dia da Poesia,
Mais algo a comentar?

De todo modo de toda forma,
-  Aqui sempre será seu lugar!
Participem rimem com a gente
A poesia é milenar
Com ela levantamos e agora
Iremos  descansar.

Boa noite!🌚🌹
 
🤔Marcelo de Oliveira Souza,iwa
 
🤔2x Dr. Dr. Honoris Causa em Literatura
 
 🤔Do blog http://marceloescritor2.blogspot.com
Instagram: marceloescritor
 
🤔Homenageando os membros do grupo marceloescritor🌹

sexta-feira, 18 de março de 2022

Escritor Carioca Radicado na BA ganha premiação da Academia Caxambuense







Escritor Carioca Radicado na Bahia é Premiado pela Academia Caxambuense de Letras

 

 

O Escritor Carioca Radicado na Bahia, Marcelo de Oliveira Souza,IWA;  Duas vezes Dr. Honoris Causa em Literatura;  organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras e do Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza, iwa; autor dos livros A Sala de Aula; Conto e Reconto; Confissões Poéticas;  Sobrevivendo e Mundo Poético, é premiado com medalha e troféu comemorativos pelos 20 anos de sucesso da entidade, no município de Caxambu, no estado de Minas e no Brasil.

 

O autor agradece ao presidente Leandro Campos, pelo reconhecimento de suas atividades literárias dentro e fora da Academia Caxambuense de Letras, assim  como agradece a todos e todas que sempre acompanham o seu trabalho, sendo o sustentáculo de tantas vitórias.

 

 

 

🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA

 

 2x Dr. Honoris Causa em Literatura

 

Instagram: marceloescritor


quarta-feira, 16 de março de 2022

Escritor Carioca Radicado na Bahia toma posse na ALAFS






Escritor Carioca Radicado na Bahia toma posse na ALAFS


O Escritor Carioca Radicado na Bahia, Marcelo de Oliveira Souza,IWA;  Duas vezes Dr. Honoris Causa em Literatura;  organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras e do Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza, iwa; autor dos livros A Sala de Aula; Conto e Reconto; Confissões Poéticas;  Sobrevivendo e Mundo Poético, tomou  posse como membro correspondente da Academia de Letras e Artes de Feira de Santana BA, numa manhã festiva durante um primoroso evento de abertura do Ano acadêmico 2022, na Casa da Cultura, Casarão Olhos D’água, situado no mesmo município, onde aproveitou para instalar mais uma placa literária do seu projeto de Exposição Permanente, sob o título Não Aguentamos Mais.
O autor agradece a Maroel  Bispo pela indicação, à presidenta Lélia Fernandes, bem como agradece a todos e todas que sempre acompanham o seu trabalho, sendo o sustentáculo de tantas vitórias.

🤔Marcelo de Oliveira Souza,IwA
 2x Dr. Honoris Causa em Literatura
Instagram: marceloescritor

Assista ao vídeo da posse abaixo:



quarta-feira, 9 de março de 2022

XVIII Concurso Literário Poesias sem Fronteiras




XVIII CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS               
(inscrições de 08 de março 2022 até quando a cota do livro for preenchida)
Realização dos sites: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net; http://marceloescritor2.blogspot.com/; faceboook.com/psfronteiras; instagram: @marceloescritor
Apoio: Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências /RJ; Academia de Letras de Teófilo Otoni /MG; Sociedade Ibero-americana de Escritores – Espanha; FEBACLA;  Academia de Letras do Brasil/MS; Academia Caxambuense de Letras/MG: Academia de Letras e Artes da Zona Oeste do Rio de Janeiro;
Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e de outros países, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 18a edição. Em parceria com a ALAZO, para a publicação da Antologia "POESIAS SEM FRONTEIRAS", onde TODAS as poesias classificadas   do evento estarão publicadas.
Todos os escritores classificados  receberão um exemplar da obra, na residência, sem nenhum ônus além da taxa de inscrição (via correios, registrado).
Os poetas tem que ter idade a partir dos 16 anos e devem enviar uma poesia (máximo 35 linhas ou 1200 caracteres com espaço), tema LIVRE, através da Ficha de Inscrição.A Taxa será  de: R$ 70,00 - que corresponde a 01 exemplar da Antologia. (A ser paga através de depósito bancário, que será enviado ao participante do evento, para a caixa de e-mail inscrita.)
É permitido participar com mais poesias, observando: Uma poesia para cada inscrição. Exemplificando: 02 poesias = 02 exemplares = R$ 140,00 
Escritores residentes, fora do país : 35 dólares/ euros por inscrição/um exemplar. 
A Antologia "POESIAS SEM FRONTEIRAS" será publicada no mês: Julho/2022
Obs: Inscrições de outros países serão aceitas desde que estejam  na língua oficial do concurso que é Língua Portuguesa. 
Os autores residentes fora do Brasil, devem enviar o valor da taxa de inscrição, via Western Union,  se tiverem dificuldade entrar em contato com: Marcelo de Oliveira Souza - através do e-mail marceloosouzasom@hotmail.com . ou do whatsapp +55 71 992510196
RESULTADO no site oficial do concurso: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net;  http://marceloescritor2.blogspot.com/; faceboook.com/psfronteiras e também nos  seus respectivos e-mails.

Premiação: 
1°lugar: Troféu personalizado com o nome do autor e colocação + Livro Artesanal Mundo Poético + certificado + poesia publicada em destaque na Antologia e no site oficial do concurso  + Imã Literário + chaveiro Lembrança de Salvador
2° lugar: Certificado + poesia publicada em destaque na Antologia e no site oficial do concurso + livro XVI Conc. Lit. Poesias sem Fronteiras + imã Literário
3° lugar: Certificado + poesia publicada em destaque na Antologia e no site oficial do concurso. + Livro V Prêmio Escritor Marcelo de O. Souza + Imã Literário 
* Menção Honrosa Internacional: Daremos uma Menção Honrosa Internacional para o melhor autor estrangeiro que não estiver entre os três primeiros lugares, cuja premiação será: Poesia publicada em destaque na Antologia + certificado + Livro Artesanal Mundo Poético + Chaveiro  lembrança de Salvador  + imã Literário  Dai-vos.

Marcelo de Oliveira Souza, IWA 
2x Dr. Honoris Causa em Literatura
Organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras 
Contatos: : marceloosouzasom@hotmail.com e celular com WhatsApp +55  71-992510196 
Instagram: @marceloescritor
Inscrições somente no formulário: https://forms.gle/fRWG6n4oPvgcZqcr7
Inscreva-se agora!
Inscreva-se  agora!

terça-feira, 8 de março de 2022

Um Brinde à Mulher







Brinde à Mulher



Na confusão do dia a dia
Muita coisa se perde
Muita coisa se cria,
                                                                    A mulher aparece...                                                                                                                                               
Toma o seu lugar
E muito se esquece...

Num corpo ela faz tudo,
Pondo-se a amar.



Sonha, trabalha, procria

Uma perfeita sinfonia,

Diante dessa postura

O homem esquece...



A mulher é mulher!

Tem que ser amada e cuidada,

Quando ela sofre,

Enfrenta o seu drama isolada.



Apanha, chora e ninguém faz nada!

Pois os covardes à espreita

Estrangulam a independência da mulher

De uma forma desvairada.



Brindemos ao sexo dito frágil

Que nos abençoa e nos ama

Desde o nascimento até o final

A mulher é o tom rosa sensacional

É a alegria e continuidade...



Mãe, esposa, filha ou amante

Nada nos separa...

Só nos une de uma forma visceral

Brindemos a mulher,

Brindemos à vida universal.



Marcelo de Oliveira Souza,IwA
2x Dr Honoris Causa em Literatura
Instagram: marceloescritor
Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Feliz Dia da Mulher
Bom dia☀️

sexta-feira, 4 de março de 2022

O Brasil Também está em Guerra!






O Brasil também está em Guerra !


A  gente vê sempre no noticiário o drama dos europeus com o sofrimento para escapar das inúmeras armadilhas impostas pelos grupos de terroristas, independentemente de quem iniciou essa série de sequencias do crime, sempre quem sofre é o povo. 
Aqui no Brasil existe uma guerra velada há muito tempo, a violência urbana é só mais uma delas, onde o povo tem que tentar sobreviver dia após dia. 
São policiais defendendo no que podem a população, outros colegas de farda também por descontrole emocional, atiram em inocentes, tornando a insegurança nas pequenas e grandes cidades uma rotina, até nessas pequeninas cidades a insegurança foi instaurada com tráfico de drogas e até grandes explosões em ataques a bancos. 
Outro   inimigo do brasileiro  é  pequeno,  mas é uma verdadeira infestação, o tal “Aedis Aegypt”, ele veio dos primórdios da civilização para aterrorizar o nosso povo, se na rua a gente sofre com a violência, em casa a gente ataca o quanto pode o  pernilongo listrado, a batalha é em vários flancos, por terra e principalmente por ar com o nosso dispositivo elétrico, chamado “raquete”.



Agora  esses pequenos inimigos se adaptaram e abriram mais uma especialidade de batalha, atuando à noite e causando outros tipos de doenças como a “Zica vírus” “Chikungunya” “Gullain Barré” e a “Microcefalia” 
A  população  está aterrorizada, pois ainda estamos em guerra contra os desserviços de saúde, onde os combalidos com essas e outras doenças não têm atendimento adequado. 
Para piorar estamos em mais uma outra guerra, contra um inimigo que age na surdina, mas quando ataca, todo mundo sai correndo, cometendo muitas mortes e para quem sobrevive fica sem casa, sem água, só no desespero, o conflito começou no interior de Minas Gerais, mais precisamente em uma cidade com nome de mulher, chamada Mariana, cuja represa de mineração estourou e inundou a cidade toda, numa avalanche de morte, matando tudo à sua frente, invadindo o estado do Espírito Santo, destruindo tudo ao seu alcance, cuja desembocadura será no mar. 
A inflação e o desemprego é uma dupla infalível de terroristas, eles vão e voltam, se tornando mais um grande inimigo endêmico, a gente pensa que está vencendo esse grupo de terríveis inimigos, mas eles sempre terminam aprontando mais atentados em todos os confins do nosso país. 
Contudo o último é o pior de todos, inquestionável, corrói o nosso povo, baixa a estima do brasileiro, engana, mata e desvia, é tudo que o Brasil precisa para eliminar e se erguer diante do mundo. 
Esse inimigo é o próprio povo brasileiro, pois ele ainda não acordou para a situação atual do nosso país, pois vota em péssimos representantes em inúmeras vezes, aceitando vender seu voto; joga lixo na rua, na varanda de casa, ajudando a proliferarão de inúmeras doenças; não respeita o próprio brasileiro, corrompendo e se fazendo corromper e ainda sai reclamando que o Brasil é um lugar ruim para se viver. 



🤔Marcelo de Oliveira Souza,IWA
2x Dr. Honoris Causa em Literatura                                                                                                                             instagram: marceloescritor                                                                                                                                  Do blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

sábado, 26 de fevereiro de 2022

Carnaval!




Carnaval


A alegria chegou

O trio elétrico passou

A multidão também,

Alguém ficou

Caído no chão!

Uma arma de encontrão

Furou o pulmão

Todos gritando

Indo atrás da atração.

Gente de montão

Felicidade de milhão!

Em todo lugar uma transmissão!

Em outros lugares empurrão...

Ali no cantinho um chupão

Mais à frente cervejão!

O malhado valentão

Terminou na prisão,

Levou um cachação!...

Todo mundo vira multidão

Camarotes do barão

Folia bem diferente, não?

Mas também tem o folião

Dos blocos e do arrastão...

Nas cinzas ainda não basta, não!

A tristeza do cordão

Que virou cordeiro,

Trabalhou e dançou

Mas acabou sem dinheiro na mão!

Mais triste ainda quem gastou...

E nem  chegou a brilhar

Mas terminou a quarta feira

Beirando o caixão!

Esperando a reencarnação

Para voltar à folia

Com toda energia

Ver tudo recomeçar!



Marcelo de Oliveira Souza ,IwA

Do Blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Instagram: marceloescritor

pix: marceloescritor2@outlook.com



quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022

Limite!




Limite

 

Dor adiante

Ainda constante

Uma força inatingível

Que às vezes atingimos

Fora da medida,

Numa dor desmedida.

 

O corpo humano

É máquina maravilhosa

Músculos saltam doravante!

Num exercício inconstante

Chegando ao limite...

      ... Para...

E se recompõe num instante!

 Marcelo de Oliveira Souza,IwA

instagram: marceloescritor


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

A Pomba que Gira!





A pomba que Gira


Num mundo atribulado, as pessoas muitas vezes esquecem de olhar para o seu lado espiritual, o principal que devíamos lembrar é que a religiosidade é muito importante não apenas para moldar o caráter do indivíduo, mas como uma forma de nos recolhermos à nossa própria essência.
Nossa amiga Gilma é uma garota muito alegre que reside em uma dessas cidades do interior brasileiro, muito castigada pela seca, filha de agricultores, nessa época de estiagem eles não têm muita coisa a fazer, os serviços sociais quase não chegam, serviços médicos então, é só uma vez por semana. Quanto sofrimento diante de toda essa falta de oportunidades que o sertanejo vive, onde a sua família muito religiosa sobrevive da aposentadoria do pai como agricultor e da mãe que ainda insiste no batente de querer plantar algum feijão ou milho, o que vier está bem vindo, desde que as bênçãos do nosso Pai caiam em forma de chuva.
Como em toda cidade, sempre no dia de domingo as pessoas se reúnem na igreja para comemorar, pedir, sonhar e tudo que o nosso senhor Jesus Cristo possa prover.
Natal, Ano Novo, Semana Santa então, todos dão inúmeras voltas na pracinha, ao “melodioso” som das matracas para lembrar dessa data de sofrimento, morte e ressurreição de Cristo.
Mas nossa personagem, não tinha lá essa religiosidade toda, ela fingia acompanhar as missas na igreja e ia acompanhar os amigos nos botecos que povoam essas inúmeras cidades de interior, principalmente as pequenas, que não possuem nenhuma diversão, e a “diversão” que esse povo encontra é bem gelada e loiríssima.
As noitadas eram intermináveis, carros paravam no fundo do quintal do casebre onde tinha uma imensa mangueira, e quando os pais dormiam, ela sumia no mundo, somente voltando lá pelas tantas da madrugada.
Os pais já haviam notado há muito tempo, mas eles não tinham mais controle, Seu Rivaldo já era sexagenário e nunca foi de zelar pela educação da sua filha, a mãe Dona Deraldina era quem mais ficava no “pé”, mas como a filha já completara os seus dezoito anos de idade, ficou praticamente incontrolável, pois quando a mãe a proibia de ir a determinados lugares, ela vinha justamente com aquele lengalenga de que já era maior de idade, era uma pessoa “formada” pois tinha tirado o seu segundo grau, mesmo em uma escola caicai, no turno da noite.
Sua irmã mais nova Gisele, apesar de sua pouca idade era muito mais ajuizada, e sempre comentava sobre o seu mau comportamento, suas mentiras, orgias e escapadas, mas era sempre hostilizada e ironizada, o que a repelia e para não ter tanta discussão ela recolhia-se ao seu canto e calava.
De um tempo em diante, Gilma começou a ter sonhos esquisitos, com muito sangue, cerveja, bacanais, violência e tudo do mesmo naipe, tendo como cicerone uma mulher vestida de vermelho.
Ela não contava a ninguém, mas os outros começavam a perceber, diante da mudança do seu comportamento sorumbático, ela somente mudava quando tinha uma farra, aí esquecia dos problemas ao vislumbrar uma cervejinha, ela mudava e caía na gandaia.
Todos os conselhos dos familiares caíam por terra, e por falar em terra, tinha um local chamado “Tanque da Nação” - um imenso terreno abandonado que a prefeitura cercou para armazenar água da chuva, as cercas caíram e ficou somente esse local ermo que todos temiam passar - onde o de pior sempre acontecia, foi o lugar que ela incorporou uma entidade e saiu agredindo todo mundo, a sua voz chegou até mudar, dizendo que tinha dominado aquele corpo e que ia aprontar bastante.
A confusão chegou aos ouvidos de sua genitora, pois o que é ruim chega rápido, igual a rastro de pólvora...
Deraldina chamou alguns vizinhos de confiança e a arrastou até em casa, para ver o que ia dar, começou a rezar e jogar água benta, mas quanto mais fazia isso a tal “pombagira” - é o nome que deram – começou a vociferar, a rosnar, dizendo que tudo isso aconteceu por causa da falta de fé da sua hospedeira, e ela ia destruir toda aquela família, começando por esse corpo.
E todos rezavam, pedindo para sair daquele instrumento de possessão, e a confusão aumentava, a “pomba” rosnava, e o tumulto se instalava, o pai foi acarinhar a “filha” e foi jogado a dois metros de distância, mas as pessoas insistiam na luta contra a “entidade”, que ao ouvir as orações se revoltava ainda mais, esmurrando aquele corpo, rasgando as suas vestes, dizendo não adiantar tanta reza, que ela estava ali para destruir a fé de Deraldina, e só não apareceu antes por esse motivo, pois a filha dela era uma fraca, não rezava antes de dormir, mentia dizendo que ia à igreja, indo farrear nos bares, um ótimo lugar para os espíritos desencarnados aparecerem e os espíritos enfraquecidos sucumbirem a todo esse apelo.
A luta continuava incessantemente, até amarrada ela foi, sua irmã jogava água benta, descia em todo seu corpo, até que diante de muita água, reza, fé, a “coisa” foi embora aparecendo a garota, toda arranhada, sentindo dores em seu corpo todo, perguntando por que todos estavam olhando assustados para ela, sendo logo envolta em um cobertor, pois estava semi-nua.
A rua toda estava a maior confusão, todos queriam ver a garota que incorporou a “pomba que gira” , mas aos poucos os curiosos foram para suas residências.
Nos outros dias, começaram uma novena para o padroeiro da cidade, a fim de que isso não aconteça novamente, mesmo com todo esse esforço a “coisa” ficava à espreita onde Gilma mais se divertia com seus amantes, justamente atrás da frondosa mangueira, ninguém via a entidade, somente a pobre garota, que assustada fingia não perceber, até que com o decorrer do tempo, ao finalizar a novena, as coisas foram melhorando, mas não adiantava a novena, se a própria pessoa também não quisesse melhorar o seu espírito.
Depois de todo aquele acontecido, ela começou a fazer uma avaliação de toda a sua trajetória de vida e resolveu mudar, deixando de mentir, de fazer tanta farra, sendo um ótimo começo.
A maioria das pessoas esquece de fazer suas orações, de praticar algum ato de bondade; como estamos em tempos difíceis, o egoísmo se instalou, a falta de amor ao próximo campeia, tudo é motivo para uma confusão generalizada, inda mais se o assunto é dinheiro.
O dinheiro é muito importante, mas como percebemos, casos desse tipo pode acontecer em qualquer família, muitas vezes nem é por causa da “pomba que gira” , mas da cabeça tortuosa que gira diante de todas essas fraquezas terrenas, que sem querer podemos sucumbir de uma hora para outra, por isso a meditação e a oração são muito importantes, porque nós não somos perfeitos, ainda mais num mundo como esse porém o poder da oração é mais forte do que imaginamos.
Sem fé em nosso criador, seremos semelhantes às mais baixas criaturas e tudo que essa “revoada de pombos” deseja é isso, o enfraquecimento espiritual.

Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Do livro de Coletâneas FESTA SURPRESA, pp. 213
Via literária Editora ano 2009
Instagram: marceloescritor

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022

O Parque Solar Boa Vista



Antes



Hoje




O Parque Solar Boa Vista!

 

No Parque Solar Vista

Tem a maior confusão,

Antiga casa de Castro Alves

Um grande Solar de alienação.

 

Nosso condoreirista

Morreria do Coração

Onde na sua jornada

Foi habitação.

 

Nos tempos aprazíveis

O bucolismo era sua razão

No meio das árvores

Fez-se habitação.

 

Tempos de outrora

Hoje é outra hora

O Parque virou túmulo

Que decepção!

 

O povo ri e chora

Com o desprezo de agora

Juliano Moreira sem casa

Do lado de fora.

 

Nessa magia sepulcral

Cabe mendigo, desvalido, marginal

Invasão de tudo quanto é jeito

Em meio ao matagal.

 

A gente clama e implora

No dia que um governante,

De dentro ou de fora

Feche essa ferida que vigora.

 

Todo mundo junto nessa corrente

A gente pensando para frente,

Até um dia, o Solar, volte a representar

Tudo de que era  antes, aqui é o nosso lugar!

 

Marcelo de Oliveira Souza,IwA

2x Dr. Honoris Causa em Literatura

Instagram: marceloescritor