Seguidores

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Dia das Crianças


Dia das Crianças



Quando recebemos o presente de sermos pais, temos que perceber  que essa jóia bruta, pode ser polida de diversas formas, com muito calor até a pedra rachar, ou mesmo deixarmos com outros joalheiros descuidados.
A criança é um serzinho que precisa de muita atenção e cuidado para que não saia da sua trilha, o ato da paternidade e maternidade, é tão complexo e importante que deve ser dividido entre o casal, onde ambos têm que entrar em sintonia para que a música saia melodiosa.
Como vivemos em uma sociedade onde a família está se dissolvendo, encontramos diversas opiniões de como se educar os seus filhos.
Os pais enquanto filhos tiveram determinada educação, muitas vezes mais rígida, esses provavelmente são os mais permissivos; outros apesar dos avós serem liberais, têm postura ainda mais liberal para com os seus filhos, existem outros que sabem dosar entre o liberal e o antiquado, infelizmente são os mais questionados, apesar de serem os corretos.
Essa miscelânea comportamental torna-se complicada até para os pais, imagine para os rebentos, contudo temos que perceber que a criança só quer mesmo ser criança, ela observa o comportamento dos amigos, dos pais e dos irmãos mais velhos entre outros , tentando copiá-los...
Como a família do século XXI é modificada por tantos fatores citados e por outros não enumerados, pois esse texto fatalmente transformar-se-ia em livro, notamos que na maioria das vezes o destino familiar é uma provação divina, que devemos fazer o melhor possível, mas o que não podemos fazer é deixar de tratar a criança como criança, como nós, ela erra muitas vezes, mas diferentemente delas, nosso erro pode se tornar fatal para quem está começando a arte de viver sobre a terra.

🤔 Marcelo de Oliveira Souza IwA
🤔 Do blog http://marceloescritor2.blogspot.com

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Eleições 2018

Eleições 2018



Vemos na televisão um grande desfile de candidatos, todos eles têm uma fórmula para o Brasil sair   da situação calamitosa em que se encontra, onde não sabemos se essa obra de ficção realmente poderá sair do papel para a prática.
As pessoas não embarcam somente no que eles falam, muitas vezes elas querem acreditar no que de fato no que   não vai acontecer, defendendo ideias que são inconsistentes, mesmo assim fazem questão de apedrejar o candidato alheio, gerando grandes tumultos nas redes sociais, afastando supostos amigos, que são agressivamente atacados, sem nenhuma compaixão, chamando-os de termos horríveis.
Ninguém aceita a opinião de ninguém, eles perguntam   e se não for favorável ao seu pensamento começa a interminável discussão virtual .
É muito triste ver como as pessoas veem política, num fanatismo futebolístico-religioso não importa o que você diga, se não for da sua vontade, a peleja não termina, se terminar, não termina bem.
Nesse ano as propagandas dos candidatos diminuíram, o que vigorou mesmo foi a batalha nas redes sociais, deixando para a população se digladiarem, ao seu favor, que vai se tornar no futuro, “normal”.
Tem político “preso” que manda no candidato solto, tem outro que foi esfaqueado, onde algumas pessoas com viseira disseram que foi proposital; tem outro que está quase dormindo, não acorda nem com o final da eleição; outros que estão esperando o resultado para ver se fica com alguma ponta do poder; ainda tem personalidades públicas que pregam honestidade, mas não são sequer  modelo de tal comportamento. Isso só para a presidência, pois se formos para a esfera dos deputados, não terminaremos de falar, inclusive quem saiu como bandido, perdendo seu direito de se eleger, depois da “pena”,  voltou como santo.
Nesse caótico quadro, esquecemos do que realmente o Brasil precisa e levantamos bandeiras partidárias, sendo que esquecemos de que o nosso representante vai ter uma grande responsabilidade e quem estiver lá, devemos torcer por ele, pois nosso destino está nas nossas mãos e acima de tudo nas mãos  de quem assumir o poder, independentemente  de tudo.




Marcelo de Oliveira Souza,IwA
Dr. Honoris Causa em Literatura


terça-feira, 2 de outubro de 2018

Oração do Amanhecer!



Revista Chilena de Alfred Asis, com meu texto Oração do Amanhecer, em homenagem ao padre Victor Hugo.🤔
🤔Marcelo de Oliveira Souza, IwA
🤔 Dr. Honoris Causa em Literatura.

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Oração de Sexta-feira!





Oração de sexta-feira!


Hoje é sexta-feira
Da mesma maneira
Que lembramos da súplica
Lembremos de agradecer.

Na convulsão social
Passamos por intempéries
Que não é normal.
No mundo de expiações
No obscuro de situações,
Não nos abandonastes
Na agonia, na alegria,
Tem sempre nos dado a mão.

Auxilia-nos a aconselhar
Flores no caminho a derramar...
Ao levantarmos, ao nos deitar...

As tribulações do passarinheiro,
No auxílio do dinheiro,
A vitória vem certamente,
Tu estás em nossa mente,
E a sexta-feira vem contente,
Para outra vez descansar,
Seguindo a nossa vida,
Pagando a nossa dívida,
Para um dia nosso mundo  conquistar...


🤔Marcelo de Oliveira Souza IwA
🤔 Do blog http://marceloescritor2.blogspot.com

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Terceira Expointer Literarte











Terceira Expointer Literarte 



A nossa cultura brasileira tem um grande entrave nos dias de hoje, principalmente aqui na nossa linda cidade de Salvador, onde as pessoas que trabalham com cultura estão cada vez mais tendo dificuldades de divulgação de seus trabalhos. 
Quando a classe de políticos e empresários recebe a notícia de algum projeto que seja ligado à cultura literária, é sempre colocado diversos obstáculos para que o autor não tenha sua obra divulgada, por diversos aspectos. 
Os escritores se sentem desprestigiados diante de tanta dificuldade e de projetos exíguos apresentados aqui na nossa soterópolis, visto que somos uma das maiores capitais do Brasil em termos populacionais. 
Dentro desse aspecto, Izabelle Valadares, viu a possibilidade de desenvolver um projeto ligado à literatura, culminando em um lindo projeto chamado Expointer, que percorre diversas cidades do país e do mundo valorizando e prestigiando escritores brasileiros, que têm uma oportunidade ímpar de apresentar os seus trabalhos. 
Dessa vez foi aqui em Salvador, lá no Centro Histórico, Casa de Olodum, em uma noite memorável, onde algumas personalidades soteropolitanas apareceram para abrilhantar ainda mais o evento, que contou com uma excepcional declamação teatral da obra Navio Negreiro de Castro Alves, brilhante e emocionadamente dramatizada por Edgar Velame e Marli Ramos. 
Os patronos da Noite, foram Marielle Franco e Nélson Mandella, pessoas que durante a sua existência, morreram lutando para que a humanidade se tornasse melhor, onde seus respectivos nomes viraram medalhas de honra ao mérito para os escritores que se destacam com seus brilhantes trabalhos, cujo material transformou-se em diversas placas, sendo nesse ambiente e serão também apresentadas em Praga, República Tcheca. 
O escritor Marcelo de Oliveira Souza, organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras e Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza, também esteve lá, sendo pois, homenageado por seus brilhantes feitos na área da literatura, assim como muitos outros que ajudaram a abrilhantar ainda mais o evento. 
A sociedade de Salvador, agradece imensamente a nossa curadora, Izabelle Valadares, bem como todos que estiveram ao seu redor, ajudando a desenvolver esse belíssimo projeto, onde ficamos aguardando o próximo evento, que seja o mais rápido possível. 



Marcelo de Oliveira Souza,IwA 
Dr. Honoris Causa em Literatura 

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Floresta Encantada!


Floresta Encantada!


Tinha uma floresta encantada
Onde a vida era atrapalhada
Não tinha nada certo,
Tudo era diferente
De uma forma atravessada.

Os bichos tinham cara de gente
Gente se comportava  como bicho
Nessa floresta, bem diferente
Os carnívoros comiam folhas
Os herbívoros comiam carne,
Os homens então,
Estavam  em toda parte.

Só que ao serem herbívoros
Não tinha desmatamento,
Éramos   reis da relva,
Mato a todo momento,
A paz era sentimento,
E a vida era vivida,
Sem nenhum tormento.

Não tinha eleição,
Tampouco voto,
A violência era dos cervos,
Mas na servidão da inteligência,
Não tinha nunca negligência,
Morávamos mesmo no mato,
Tudo simples e modificado.

Seu irmão de relva
Sempre ao seu lado,
A natureza é   vida,
E também a   nossa religião,
Não tinha ninguém   revoltado,
Nem com arma na mão.

A gente acordava e voltava a dormir,
Sem preocupação de entrar e sair,
Num mundo tão simples,
Tudo   nessa loucura ...
O que me enche de amargura,
É que o que é bom, não dura,
Logo acordei,
E desse sonho, acordei regozijado.
Pensando emocionado,
Que o que está certo, está certo
E o que está errado
Está completamente errado.

Marcelo de Oliveira Souza,IwA

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Resultado do VI Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,IwA








Resultado do VI Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza,IwA



O Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza, veio a pedidos de muitos escritores que queriam ter mais essa vitrine, pois somente o Poesias sem Fronteiras é pouco para que todos possam participar a contento.
Sendo assim criamos mais esse evento e já estamos no sexto ano de sucesso, onde não cansamos de agradecer a confiança de todos e todas.
Cada vez mais tem pessoas do ramo cultural abraçando o nosso projeto, se não for como escritor, é como divulgador, fazendo merecer todo o nosso agradecimento, bem como as academias que honrosamente, participamos e fazemos questão de citá-las agradecendo essa oportunidade de ser membro e divulgador das eméritas entidades.

Agradecemos às Academias:


Academia de Letras de Teófilo Otoni MG
Academia de Letras do Brasil – seccional Mato Grosso do Sul
Academia de Letras do Brasil – Seccional Sul e Baixo Sul da Bahia
União Baiana dos Escritores – BA
Escbrás – Escritores Brasileiros – MG  - Léa Lu -
Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Lisboa – Portugal
Academia de Letras e Artes de Arraial do Cabo – RJ


·         Honrosamente, somos membro da Academia de Letras de Teófilo Otoni, quem desejar saber mais informações de como se associar à entidade, é só enviar uma mensagem para meu e-mail.
·         Quem tiver interesse em adquirir a carteira nacional de escritor dos Escritores Brasileiros, também poderá enviar uma mensagem para mim.
·         Contato: marceloosouzasom@hotmail.com



Os vencedores são:


Menção Honrosa:  32. GILVANIO FERREIRA FONSECA -  Amargosa - BA
Terceiro Lugar:   07. Coracy Teixeira Bessa -  Salvador - BA
Segundo Lugar:  33. HELVETI SAUDE LACERDA GOLFETE  Cornélio Procópio - PR
Primeiro Lugar:  48.Antônio Fernandes do Rego  Natal - RN


Parabéns a todos e todas, quem desejar ser informado do nosso próximo evento, que será no ano que vem Poesias sem Fronteiras, [é só entrar em contato conosco, lembramos que nossos eventos são somente esses: Poesias sem Fronteiras e Prêmio Literário escritor Marcelo de Oliveira Souza,IwA

Atenciosamente : Marcelo de Oliveira Souza,IwA
                                 Dr. Honoris Causa em Literatura
                                 Organizador e patrono do evento.