Seguidores

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Resultado do XII Concurso Literário Poesias sem Fronteiras


É com muita satisfação que informo os resultados do XII concurso Literário Poesias sem Fronteiras
Tivemos escritores de quase todos os estados do país, inclusive de Portugal e dos Estados Unidos da América, como sempre de todas as idades e segmentos sociais.
Agradecemos a participação de todos e todas e contamos com a participação do nosso próximo evento, agradecemos também as entidades e pessoas  que apoiaram e divulgaram o nosso evento,  o Clube dos Escritores de Piracicaba,  Academia de Letras de Teófilo Otoni e Academia de Ciências e Artes de Arraial do Cabo, bem como a Sociedade Ibero-americana de Escritores.
O Clube dos Escritores de Piracicaba está aceitando novos escritores, seria uma honra dividir o nosso espaço com os  participantes desse Evento, ao qual participo do Conselho Acadêmico, segue e-mail de contato clube.escritores@uol.com.br. Sob minha indicação.
Temos também alguns exemplares do livro de Antologia do XII Concurso Literário Poesias sem Fronteiras,  que podemos vender ao preço de R$ 48,00   a unidade, sob encomenda registrada para nossa segurança.  Registro por nossa conta!
Aproveito para pedir aos vencedores que ao receberem a premiação, que  enviem uma foto sua com o prêmio, junto com ela um depoimento sobre o nosso evento para a divulgação na mídia possível.
Faremos também um painel para colocar no Face e  no site oficial do concurso, com todos os vencedores de todos os anos, dos nossos eventos: Poesias sem Fronteiras e Prêmio Escritor Marcelo de Oliveira Souza.

.



Menção Honrosa Internacional:
Silvio Parise –  EUA

Terceiro Lugar:
Glaucia Regiane Nunes Polini – São Francisco do Sul – SC

Segundo Lugar:
Gedalva Neres da Paz  - Salvador – BA

Primeiro Lugar:
Valéria Pisauro – Campinas - SP


Quem desejar ser avisado do nosso próximo evento, é só enviar uma mensagem para marceloosouzasom@hotmail.com



Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e Organizador do Evento


sexta-feira, 17 de junho de 2016

Chama da Esperança de São João


Chama da Esperança 



O Balão ia subindo 
E descendo na lagoa 
A festa tão linda, 
Já é coisa de coroa. 
São João está dormindo 
Lá no Shopping da Madragoa 
O menino não está sorrindo 
Sem fogueira com chama boa, 
A festividade está fugindo 
Pra conectividade que atordoa. 

O medo vai surgindo 
Cada um se magoa 
Barulhos de bomba 
Que eram alegria, 
Confundem-se com tiros 
Que atordoa... 

São João, São João 
Acenda a chama 
Acenda a chama... 
Da esperança 
No meu coração... 







Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Homenagem ao dia dos Namorados!



Dia dos Namorados


Nestes dia difíceis, atrapalhados 
de extorsões, dores, endividados, 
Não conseguimos os nossos caminhos sonhados. 

Como seremos felizes  em tempos tumultuados? 
Só existem poucas coisas, que não somos usurpados 
Sem elas estamos completamente desamparados. 

Cairemos numa só tristeza, desesperados... 
Temos que aliviar a mente de sonhos pesados, 
Lembrem-se do lindo sonho por tantos almejados

Um amor pra sempre e dois corpos apaixonados, 
A vida é linda com casais abençoados 
Por isso sou muito feliz, somos amados ! 

Agora procure sua metade, por todos os lados 
Não perca tempo, não fiquem atordoados! 
Tenha fé, livre-se dos caminhos complicados 
E um feliz dia dos namorados. 



Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Berço Enferrujado


Berço enferrujado


Nessa semana passada  houve uma comoção muito grande sobre o caso de um estupro coletivo,  onde pelo menos trinta pessoas violentaram uma adolescente de dezessete anos.
Muitos segmentos da sociedade falaram sobre o tema, bem como muitas pessoas ficaram indignadas sobre o que vem acontecendo contra a mulher hoje em dia.
Não é de hoje que percebemos a desvalorização da mulher diante da nossa sociedade, as mulheres de hoje em dia já são tão produtivas quanto os homens, tão capazes quanto eles,  seja na área que for, mas com o advento da tecnologia – que é uma coisa salutar – percebemos que as pessoas estão mais expostas a todos os tipos de pessoas,  como nesse mundo de Deus tem todo tipo de gente, as pessoas estão se relacionando mais facilmente com outras tantas.
Os namoros não existem praticamente, agora é "ficar" e aproveitar o memento, fazendo tudo que deseja com o outro de pronto, a permissividade dos pais é  um ingrediente fundamental, onde adolescentes e crianças conhecem todos os que desejam, logo ali, dentro do quarto.
Muitas   musicas, que enalteciam a mulher, hoje sumiram e deram lugares a verdadeiros Hinos da Perversão, desvalorizando as mulheres, onde muitas ainda levam na brincadeira e dançam qualquer tipo de coreografia que exaltem a libido masculina.
Os programas jornalísticos mostram rotineiramente casos de  feminicídio sobre os mais diversos motivos, as mulheres nesse tempo de violência, estão voltando a ser objetos na cabeças  de muitos loucos.
Todos esses problemas são frutos da educação que  "a gente"  tem dentro de casa, como educamos os nossos filhos, qual o parâmetro que as mulheres e filhos  tem da imagem masculina dentro do nosso lar ?
Para ser homem não precisa gritar, xingar e beber, não precisa maltratar e humilhar as pessoas - muito menos as mulheres -  que muitas vezes aceitam esse tipo de tratamento, em pleno século XXI.
Homens, mulheres e adolescentes têm que perceber que a educação vem da família, pois quando o "berço é enferrujado" vai produzir pessoas com mentes de trogloditas, que mesmo assim, são muito desejados por muitas mulheres, até sentirem  na pele o gosto da sua má escolha.








Marcelo de Oliveira Souza,IWA
Escritor e  Organizador do Conc Lit Poesias sem Fronteiras


Livre de vírus. www.avast.com.