Seguidores

sábado, 29 de novembro de 2014

Falta de Educação ou Incompetência?


Como Salvador  não  têm tantas opções de lazer, os pais correm para os Shoppings para tentar oferecer um passeio interessante para seus rebentos.
Uma das opções prediletas para as crianças no Shopping Iguatemi é o Playland, tem dias que fica lotado, como no dia de domingo, que é impraticável frequentar aquele disputado local.
Como o lugar têm uma gama enorme de frequentadores, os funcionários devem estar preparados para inúmeros incidentes e também têm que estar sempre dispostos  a novas aventuras, pois trabalhar com  crianças e com pais estressados ou até sem educação não é fácil.
É o caso que aconteceu no sábado, dia 29/11 no parque infantil, onde tem uma grande escorregadeira, a atração é bastante disputada pelas crianças, quanto a isso tudo bem, mas não podemos aceitar que os pais empurrem seus filhos na fila, praticamente obrigando os pequeninos a furar a fila na frente de outras crianças, um verdadeiro exercício de deseducação, que o funcionário tem a obrigação de chamar a atenção do (ir) responsável que obriga o seu filho a praticar tal ato.
No final ficamos eu e minha filha  prejudicados com a falta de educação dos pais  e a incapacidade do funcionário de tomar decisões, ficando somente a esperançosa garota  sem entrar no brinquedo, esperando 15 minutos para terminar a seção.
Após esse tempo de espera teve um menino que urinou no brinquedo tendo que interditar o local, saímos um mais consternado que o outro pois eu não ia me estapear com pai nenhum por um brinquedo ou por fila, mas a casa tem que tomar providências, pois a funcionária não soube tomar atitude quanto à invasão, mesmo a gente chamando diversas vezes atenção, sobre o que estava ocorrendo, mas soube impugnar a entrada da única criança à sua melhor diversão.



Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Ida sem Volta


Ida Sem Volta

 

Na nossa cidade de Salvador nós vemos muitas coisas erradas, como o município é grande, todo mundo se mete a fazer o que desejar.

Quando transportamos o problema para a periferia as coisas se multiplicam, se for problema de violência, a gente não pode nem falar...

Um problema muito sério ocorre na Rua Paraíba, rua principal que corta o bairro de Beiru ou Tancredo Neves,  depois que houve uma lei para os motoristas descansarem no intervalo da jornada, o local transformou-se numa rua de ida sem volta, podemos até chamar de roleta-russa, pois os desesperados motoristas ficam esperando atrás do ônibus que estaciona na rua, ocasionando engarrafamento perpétuo, quem  vai não consegue voltar, como a preferência é do pessoal que volta, a pista de rolamento reduzida vira um inferno, ocasionando muita briga e confusão, pois não tem nenhum órgão que resolva esse problema.

A rua transformou-se num enorme final de linha, com ônibus estacionado na pista, onde sugerimos que o local de descanso desses motoristas seja num lugar maior como na frente do condomínio Arvoredo, onde somente o ônibus saía dali para ir pegar passageiros no final de linha.

 



Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Comemoração da Consciência Negra


Comemoração da Consciência Negra

 

 

A Comunidade de Tancredo Neves e em especial o Colégio Estadual Zumbi dos Palmares , em Salvador, estão  em Festa com os eventos relacionados ao dia da  consciência negra.

Como a Unidade Educacional   é quilombola, o colégio desenvolve todos os anos uma gama de projetos   a respeito do tema.

Esse ano foi abordada a temática "Países Africanos", onde   os docentes orientaram os alunos a engendrar na problemática desses países, mostrando a sua diversidade cultural, desde as vestimentas, dança  até a culinária.

O tema é de vital importância, onde mostra que mesmo num lugar sofrido e em sua maioria esquecido pelos seus líderes e pelos líderes mundiais, eles podem ser felizes  da sua forma, vivendo, amando e suplantando as diversas facetas da vida que lhes impõe como ser humano.

Um bom exemplo para o bairro de Beiru ou Tancredo Neves,   esquecido pelos seus governantes e administradores, mas lembrado por Deus.

 

 

Marcelo de Oliveira Souza,IWA

 



Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Mais um Prêmio!

O Escritor, Blogueiro e Organizador do Concurso Literário Poesias sem Fronteiras, Marcelo de Oliveira Souza é agraciado com mais um diploma, dessa vez foi o  de inclusão em uma das confrarias mais importantes da Bahia, CAPPAZ, cuja finalidade é a valorização da vida e da paz, a entidade conta com representantes de todas as principais cidades do Brasil e do Mundo.


Marcelo de Oliveira Souza, IWA

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Livro de Antologia do II Prêmio Escritor Marcelo de Oliveira Souza





Olá Escritores!
Parabéns pela sua classificação no II Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza!
Ainda temos alguns livros da antologia, quem tiver interesse em adquirir mais algum é só retornar o contato para combinarmos a entrega, o valor será de 45,00 reais registrado, que receberás em casa, para quem mora no Brasil.
Felicidades a todos!
 — em Salvador.

Depoimento De Rui Tojeira Sobre o II Prêmio LIterário

Depoimento De Rui Tojeira II Prêmio Literário "Escritor Marcelo Oliveira Souza"
                                                                                                           
                                                                                                       Marinha Grande 02-11-2014

"Quero primeiramente expressar uma palavra de apreço ao organizador do evento, pela excelente iniciativa, que tanto dignifica a poesia.
O meu agradecimento pela oportunidade que me foi concedida, foi para mim uma honra ter participado neste II Prémio Literário "Escritor Marcelo Oliveira Souza", a quem devo a gentileza do reconhecimento pela menção honrosa internacional que me foi atribuída.
O meu muito obrigado.

Bem haja pela divulgação da poesia.
Um abraço e até breve."

Rui Tojeira
  Marinha Grande, Portugal 02/11/2014

Quem desejar ser informado sobre o nosso próximo concurso de poesias, é só enviar uma mensagem para marceloosouzasom@hotmail.com




Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Os Esquecidos


Os Esquecidos


Já comentamos diversas vezes como o Parque Solar Boa Vista está depredado, já citamos que esse lugar foi a morada de Castro Alves, que o lugar já abrigou a sede da prefeitura por diversos anos, que o solar já foi a secretaria municipal de educação.
Hoje o parque caiu no esquecimento, nenhum poder quer se responsabilizar pela sua reforma, preferem que o lugar caia no ostracismo, sendo palco de tráfico de drogas ou estacionamento de carros e caminhões, outros acham que uns poucos devem dominar o local fazendo o lugar de estacionamento e até de lava-jato.
A comunidade tem medo de passar no local ao cair da noite, os eleitores votam nos candidatos acalentando o sonho do lugar ser produtivo, apesar de ter um teatro, mas  a as pessoas têm medo de adentrar ao local com medo da violência.
Quando o administrador local se apieda dos moradores da região, manda limpar a imundície do parque com tratores e caçambas - não as que estão lá passando a noite – depois mandam dar uma pintura e adeus! Só Deus para cuidar do pessoal da região, pois todos nós somos os esquecidos há décadas, que somente na época de eleição eles vêm prometer e sujar ainda mais o falecido Parque Solar Boa Vista.



Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Para amar em todos os Tons



Mais um livro lançado com um trabalho meu,  A Lagoa do Abaeté, dessa vez foi da Editora Nova Literarte, uma coletânea com textos eróticos.


Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

sábado, 8 de novembro de 2014

O LIVRO ESTENDIDO NO CHÃO

O LIVRO ESTENDIDO NO CHÃO



Um livro estendido no chão, todo esfacelado, vejo em um beco perto de um colégio e ponho-me a pensar de quem era e onde terminou.
O nosso governo tem feito o possível para diminuir as diferenças sociais, hoje os Colégios é quem perdem turmas por falta de alunos, pois eles não estão mais interessados em fazer um curso normal, encontram merendas fartas e esnobam a fila para não serem pobres, os que encaram a merenda, desperdiçam, jogam nos colegas, no chão, falam as piores agruras sobre a sagrada refeição, em que os pais deles muitas vezes não encontram tal oportunidade e até mesmo hoje, reza para ter uma janta parecida com a merenda do seu filho.
Os projetos estão aí para o auxílio dos adolescentes, mas em sua curta existência, taxa-o de ruim por ser público, desprezando o seu patrimônio

educacional e de sua comunidade, hostilizando os funcionários em educação, fazendo pouco de seus mestres, enfim, tudo o que ele deveria valorizar, faz justamente o contrário, pois o inconsciente coletivo adolescente, teima em imperar. Mas futuramente tudo isso será cobrado, pois como a vida é cíclica, sua posição de adolescente não ficará eternamente, bem como os seus genitores, e fora da redoma escolar, a vida ensinará, mas aí será tarde demais, pois esse material estendido no chão, que não tinha sido valorizado, certamente fará a diferença.




Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Organizador do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS

sábado, 1 de novembro de 2014

Cultura na biblioteca - grátis!



 
Convite anexo para você prestigiar a programação
do 74 anos da Biblioteca Monteiro Lobato - Guarulhos/SP.
Rua João Gonçalves, 439, centro
tel.: (11) 2087-6903
 
Saudações culturais.