Seguidores

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Depoimento sobre o I Prêmio Lit. Escritor Marcelo de Oliveira Souza

I PRÊMIO LITERÁRIO ESCRITOR MARCELO DE OLIVEIRA

DEPOIMENTO

Li e reli os trabalhos vencedores e fiquei emocionado com a qualidade dos meus parceiros ganhadores do Concurso, que sem dúvida demonstraram o alto nível da nossa Cultura e em particular o valor que dispomos no universo literário.

Os qualificativos que constam em nosso vernáculoseriam muito pouco para definir a real dimensão do valor de cada poeta. O meu orgulho é imensurável por fazer parte deum grupo tão seleto, dotado de talentos maravilhosos, aos quais eu deixo aqui consignado o meu abraço e as minhas sinceras congratulações.

Faço uma reflexão e imagino como foi difícil para os julgadoreschegar a um consenso, pois todos mereciam o primeiro lugar. Mas com sensibilidade souberam definir uma classificação final, utilizando naturalmente critérios sensatos e, sobretudo inteligentesmostrando um resultado que refletiram a justiça.

Embora seja um brado no deserto, não podia deixar de fazer um registro, quanto ao desinteresse da mídia em geral em divulgariniciativas similares e dessa formavalores culturais tão importantes, ficam restritas a um pequeno grupo de apaixonados. Seria desejável que Eventos dessa natureza fossem veiculados maciçamente e assim o"povão" tomaria conhecimento do nosso universo literário e valorizaria os artistas conterrâneoscom suasobras.

Não obstante, conclamo a todos os aficionados da arte que abraçamos, a manter erguida a nossa bandeira sem esmorecer em prol dessa causa nobre. Quem sabe, um dia veremos as poesias, as prosas, enfim todas as criaçõesliterárias construídas por nós, ocupando lugar de destaque no coração dos brasileiros.

Rio, 22/01/2014                                                                                   Newton Nazareth


Quem quiser saber do nosso próximo evento, que dará como premiação, publicação de livro e um lindo troféu também, é só enviar uma mensagem para marceloosouzasom@hotmail.com

Marcelo de Oliveira Souza

blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

Face: psfronteiras

 

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Homenagem a São Lázaro


Essa semana foi a festa de São Lázaro

São Lázaro Protetor


Meu querido santo protetor
Proteja-me diante da dor
São Lázaro vencedor
Mesmo diante da morte
Guia-me e daí-me sorte.

Assim como a muleta
O ampara da vicissitude
Da  sua vida terrena
Sejas o meu amparo,
A minha fortaleza
Na dificuldade de vida moderna.

Vencedor mesmo diante da morte
Renascido em meio a sua fé
Renove também a minha fé diariamente
Proteja-me das escaras dos inimigos.

Do infortúnio dos desvalidos
Da forma que os cães limparam
Suas feridas,
Limpe minha mente de maus pensamentos
Projete-me sempre para frente
Divulgando as suas vitórias
Em prol de Jesus Cristo
E de sua santidade
Amém!


Marcelo de Oliveira Souza

Marcelo de Oliveira Souza

blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

Face: psfronteiras

 

sábado, 18 de janeiro de 2014

Rapunzel do Sertão

Rapunzel do Sertão

 

 
Numa região rural, ao nordeste da Bahia, tinha uma garota que se destacava perante todas as outras famílias, que tinham como rotina, a subsistência na agricultura, plantando e colhendo feijão.
As famílias sempre tinham uma renda baixa, contudo muita força de vontade, pois todos participavam alegremente dos serviços de plantio na maior boa vontade, onde era uma constante a amizade e união entre todos, sem falar na inocência que caracteriza todos que habitam o agreste.
Nesse quadro, Mariana e sua família mantinham o seu cotidiano, em que aqueles lindos olhinhos negros eram a janela para uma mente cheia de força de vontade e de informação.
Certo dia, ao dirigir-se para a sede da cidade de Araci, a fim de vender o produto do seu suor e desprendimento, Rivaldo, pai da nossa personagem, deparou-se com um livro chamado: A história de Rapunzel, cuja capa existia uma linda princesa com longos cabelos dourados numa das torres de um enorme castelo, o que realmente encantou a nossa garota, que pediu ao seu pai um exemplar do livro, pois a atraiu de pronto!
Como ela não sabia ler, teve que pedir ao seu pai que não era bom na arte de decifrar aquelas letras, contudo sempre ao meio dia, após o almoço, Reinaldo dava um jeito de concatenar as palavras e produzia um bom resultado.
Assim Mari, como era carinhosamente chamada, atentamente ouvia a leitura do seu genitor, participando de cada uma "cena" emocionante e tentava gravar cada parte para passar adiante, fingindo uma leitura, que realmente era o sonho dela. As rodas iam se formando em um manto de admiração, pois uma garota tão pequena lendo um livro! Era realmente de espantar a todos naquele quase inóspito lugarejo, onde todos chamam vulgarmente de "roça".
A garota percebeu que o mundo da leitura é a verdadeira porta para a informação, diversão e sabedoria, por isso o seu grande desejo realmente era aprender a ler aquele livro tão bonito e encantador, para de fato passar para as outras pessoas, o que repentinamente apareceu a sua chance, pois a prefeitura tinha acabado de designar uma professora para alfabetizar as pessoas do lugarejo, lá na casa de farinha, onde as pessoas processavam a mandioca.
Com isso, a nossa garotinha conseguiu "decolar" no seu sonho e ao alfabetizar-se, prosseguiu nos estudos, mesmo com uma defasagem diante dos colegas, sempre se destacava, até no colégio daquela cidadezinha - cujo lugar parece tão grande para quem vem dos distritos - em que ela tinha que ir de carona numa carroça com um único morador que fazia o transporte de todos, rotineiramente.
Hoje, a professora Mariana, trabalha em sua sala de aula com crianças "sedentas" de informação igualzinho a ela, e sua amiga de tranças de mel, trancada na torre do castelo, "puxa" os alunos da nossa grande personagem, para o mundo mágico da leitura e do conhecimento ao ler aquele mesmo livro, mas a fama da garotinha esforçada, que lutou para não ficar sem instrução ante as outras com maiores oportunidades, deixou um feito, digno da estória infantil. Suas tranças negras ficaram na imagem de todos os lavradores, que sempre ao vê-la dizem: - Olhe a Rapunzel do Sertão!

Do Livro Conto & Reconto.



Marcelo de Oliveira Souza

blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

Face: psfronteiras

 

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Holocausto




J






Holocausto

Corpos nus perfilados
Tristeza estampada
Da última viagem,
Imputada pelos canibais.

A cruz manculada pela suástica
Olhos manchados de pus
Segue adiante no seu passeio.

Na viagem sem volta
Aceitamos o destino impassível
Resignado com o alto comando
Numa ordem sepulcral.

O tempo marca os  corpos
O Holocausto no claustro,
Numa   dor  e  lamento
De um sofrimento
Que  nunca mais vai terminar...

Marcelo de Oliveira Souza






























Marcelo de Oliveira Souza
Face: psfronteiras

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Resultado o I Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza


Resultado o I Prêmio Literário Escritor Marcelo de Oliveira Souza

 

Foi uma verdadeira festa! Tivemos escritores da Paraíba, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte.

Contamos com a presença de escritores de outros países como Estados Unidos,  Portugal , Itália e Japão.

Da mesma forma, que o Concurso Literário Poesias sem Fronteiras, nosso outro evento, zelamos pela valorização do escritor de todos os lugares e de todas  a faixas etárias, onde a nossa normatização  é a valorização da escrita e da inspiração, bem como a nossa língua mater.

Agradecemos a todos os participantes, mas infelizmente não podemos premiar a todos, contudo todos saem vencendo, pois quem valoriza a arte nunca será um perdedor.

Pedimos aos vencedores que ao receberem suas respectivas premiações, não  esqueçam de dar acusar o recebimento , enviando uma mensagem para marceloosouzasom@hotmail.com  mandando  uma foto junto com o prêmio e um depoimento sobre o nosso concurso, para divulgação nos meios de comunicação, blog, site e facebook.

 

 

 

Menção Honrosa Juvenil

Kaique Barros Moraes,  São Paulo SP

 

Menção Honrosa Internacional

Alberto Arechi , Pavia Itália

 

Terceiro Lugar

Carlos Máximo

 

Segundo Lugar

Newton de Souza Nazareth

 

Primeiro Lugar

Reginaldo Costa de Albuquerque, Campo Grande MS

 

Nosso próximo evento será o X Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS, mês de março.

Quem quiser ser avisado do início desse novo evento, que também dará troféu, é só mandar uma mensagem para marceloosouzasom@hotmail.com

 

Saudações literárias a todos e todas,

 

Marcelo de Oliveira Souza

Blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

face: psfronteiras

Membro da União Baiana de Escritores, do Clube dos Escritores de Piracicaba, da Academia de Letras de Teófilo Otoni e da Academia de Letras e artes de Arraial do Cabo.

 

 

 


Marcelo de Oliveira Souza

blog: http://marceloescritor2.blogspot.com

Site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

Face: psfronteiras

 

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Escritor Agraciado com medalha e promoção

O professor e escritor Marcelo de Oliveira Souza, carioca, radicado na Bahia,  que é dono do blog http://marceloescritor2.blogspot.com ,  organizador dos concursos literários POESIAS SEM FRONTEIRAS  e Prêmio  Literário escritor Marcelo de Oliveira Souza , acaba de ser agraciado com a emérita medalha do Clube dos Escritores de Piracicaba, além disso foi promovido de membro titular do Clube para membro do conselho da mesma entidade.




Marcelo de Oliveira Souza
blog: http://marceloescritor2.blogspot.com
Site: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net
Face: psfronteiras



segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Alan, o Zagueiro do Parque São Cristóvão



O Grande desafio  do time do Parque São Cristóvão chama-se Alan Brado, ele não deixa nenhum jogador atuar tranquilamente, a marcação é grande, o zagueiro Alan Brado, fez questão de fincar o seu jogo ali encima das pessoas, destruindo sonhos e grandes jogadas.
Ele é amparado pelas traves, os jogadores fogem da sua terrível marcação e pedem socorro aos poderes públicos, pois o tal Alan, o Destruidor não quer sair de forma nenhuma, não tem STJD que dê jeito, pedimos para outras esferas que nos ajude, em prol do futebol bem jogado!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Até quando?



O nosso prefeito  ACMN  tem mostrado para que veio, com muitas intervenções positivas, mas  o que não aceitamos é o pacto pela negligência que todos os prefeitos fizeram ao esquecer o parque Solar Boa Vista, em Brotas  pois entra ano e sai ano, entra e sai prefeito e nenhum lembra desse falecido parque.
O lugar tem um bom potencial turístico, uma área enorme no centro da cidade, que cedeu o espaço para lava jato, estacionamento de caminhões e outros veículos; que está cheio de desocupados, mendigos e tráfico, vamos esperar até quando para ver a revitalização do parque?

Marcelo de Oliveira Souza