Seguidores

domingo, 28 de abril de 2013

MAIS de nossa coleção...

 

 

Texto publicado na coluna “ESCREVER... É ARTE”, do Jornal “O LIBERAL REGIONAL”, CCaderno ETC, p.2, de sábado, 06/04/2013.

 

            POLÍTICAS SEMPRE  POLÍTICA

 

Ando muito a pensar sobre políticas – e é das políticas que todos vivemos. Seja ela em que instância for – governamental, trabalhista, religiosa, na comunidade, no lar e até mesmo sexual.

Nas diferentes esferas sempre acontece de alguém sobressair mais que outros, ou seja, o espírito de liderança é notado, seguido de carisma – pois somente assim se tem o que chamamos de poder nas mãos. E é por esse poder que muitos lutam – e em algum lugar algum dia eu li que enquanto peixes pequenos brigam para sobreviver, os grandes esperam pacientemente para abocanhá-los. É assim a vida.

No âmbito governamental, seja municipal, estadual ou federal, a questão é sempre a mesma: tentar administrar, e da melhor maneira possível, os bens públicos – um velho discurso que já conhecemos de longa data. E estes bens públicos pertencem a todos, mas poucos têm acesso a eles. Lembram de nós sim, mas em épocas oportunas – principalmente dos menos favorecidos.

Prometem mundos e fundos – frase interessante, mas pouco se faz; pouco se constrói. Lemos nos jornais e revistas, ouvimos pelos rádios e tevês as promessas – promessas e mais promessas – mas na hora sabemos muito bem o que acontece, com raras exceções, pois não se deve castigar todos os homens e mulheres públicos.

E, antes de continuar, um pequeno lembrete: temos que estar atentos aos canais de comunicação, pois nem tudo que se publica pode nos oferecer a veracidade dos fatos. Logo, é interessante ouvir em vários canais de comunicação o mesmo assunto e depois tirar as conclusões. Também devemos lembrar que em tudo há os interesses dos veículos de comunicação junto aos órgãos governamentais – pois é inegável tal afirmativa, além do interesse (ou visão) de quem transmite a notícia.

Retomando, no trabalho há uma política avassaladora, às vezes punitiva, ameaçadora. Ameaçadora do ponto de vista de ser demitido. E vale lembrar, ainda, que em tempos difíceis manter-se calado é a melhor opção, isto é: manter-se no emprego.

Em políticas religiosas, independente da religião a que se tenha de defender, todas possuem as suas próprias políticas – e sempre pregando por uma busca de um Ser Superior, mas que também venha a nós o vosso reino. Interessante – um pingo, uma letra.

Nas comunidades escolares, por exemplo, acontecem as primeiras políticas, e vamos dizer: a criança já está de frente com a política a partir do Grêmio Estudantil – que na maioria das vezes não funciona – mas tem que ser eleito, é lei federal e deve ser realizado anualmente nos primeiros quarenta dias de aula. E pior: quando as crianças estão se empolgando, aparecem os dirigentes de estabelecimentos educacionais, os ‘tais diretores’, e cortam o que eles pretendiam fazer. Não lhes dão espaço – como estou cansado de ver. E, no final do ano, quando dizem fazer as tais avaliações da instituição para saber o que funcionou ou não, apontam o Grêmio como uma que não funcionou – por quê? Será que já se perguntaram? É melhor deixá-los pensar que acham que estão fazendo o correto. Ah! Meu Deus! Poderia citar outras atividades dentro das comunidades – como as organizações de bairros. Mas, caminhemos.

No lar existe uma política intensa: o pai tentando puxar para o lado dele, a mãe tentando puxar para o lado dela – são os filhos também tentando. Discussões contínuas: políticas que muitas vezes são necessárias; vezes acabam bem, outras vezes não. Mas somente assim que conseguem viver, ou tentam.

Finalizando, o sexo também é uma política: sexo primeiro, amor depois; amor primeiro, sexo depois – não é o que diz a canção? E assim estamos desde o tempo em que mundo é mundo – e assim vai para a eternidade. Vamos para a eternidade fazendo política – ninguém vive sem ela! (04/04/2013)    

 

– Pedro César Alves é professor e jornalista, MTb nº 71.527 / SP,  membro da UBE – União Brasileira de Escritores.

 

www.aracatubaeregiao.com.br - site pessoal.

 

 

A Arena e o Dique

Sempre comentado, cantado e escancarado, mostramos como as nossas praças estão se dissolvendo, sendo depedradas, destruídas pelas pessoas e por falta de manutenção.
Como o falecido Parque Solar Boa Vista, em Brotas, Salvador, o Dique do Tororó também segue a sua derrocada.
Apesar da Nova Fonte, Arena dos Milionários, o Dique não pode comemorar a reabertura desse caríssimo equipamento, pois o local perdeu seus maltratados parques infantis e ainda ganhou um grupo de mendigos, eles dominaram a parte inferior do viaduto perto da também falecida Estação da Lapa, saída da av, Vasco da Gama.
O povo não pode mais pegar transporte, na Lapa pelo péssimo estado do local e pelos inúmeros casos de violência, que se estende pelo sofrido Dique do Tororó, que nem tem mais equipamentos infantis.
Agora a moda é Arena Fonte dos Milionários, que promete muito assunto até a Copa do Mundo, os mendigos da região comemoram, estão até querendo saber como é esmola em inglês.


Marcelo de Oliveira Souza

sábado, 27 de abril de 2013

Vou me mudar para a Coréia... do Norte!

Vou me mudar para  a Coréia do Norte!

 

 

Qual a maior informação que vemos da Coréia do Norte?

O que passa para o ocidente é que lá existem somente militares sentados e um monte de foguetes doidinhos para guerrear.

Apesar da maioria da população ser de militares, esse lugar que é menor do que qualquer estado brasileiro sobrevive desde o regime soviético, sendo um grande aliado da China.

Na sua capital temos um metrô de cem metros de profundidade, sua tecnologia é rudimentar, no entanto eles conseguiram muitas coisas para uma nação que é praticamente isolada do mundo, em Salvador com toda a liberdade e poder de ser uma das maiores capitais do nordeste, tem quase dezesseis anos que o metrô não sai dos planos dos "usurários".

Nas escolas podemos constatar um grande poder de concentração, invejável aos padrões ocidentais, quanto mais para o nosso soteropolitano.

Apareceram três estrangeiros, sendo que um deles estava com um chapéu de urso e crianças de cinco anos, quase não olhavam, ele passeou pela escola toda e o resultado foi o mesmo, agora vá passar em qualquer escola de qualquer nível e convide três estrangeiros para visitar, aproveite e peça um para colocar um chapéu desses para ver o que acontece.

Eles valorizam muito o esporte e a cultura, todas as crianças tem a oportunidade de desenvolver o seu dom, não o da espingarda, mas o do teatro, dança, músicas e esporte, pelo menos nas escolas tem um teatro de apresentação e instrumentos musicais para os meninos e meninas começarem a pegar amor pela arte, será que não escolas públicas daqui tem esse aparato, com todos esses projetos do governo?

A educação e limpeza é  invejável em comparação com muitas cidades brasileiras, o seu estádio, mesmo sendo sem cobertura, abriga diversos eventos, a capacidade dele é de cento e cinqüenta mil pessoas!  Onde é que a nossa Arena Nova iria abrigar tanta gente? E as pessoas que se aventurarem a ir  à Copa do Mundo, vão pagar quanto?

Fala-se que o valor é de mais de mil e quinhentos reais, fora da realidade mesmo!

Então quando for falar da escondida Coréia do Norte, com todos os seus defeitos e injustiças praticadas pelo mundo, reflita e veja que eles não vivem somente para um líder totalitário que gosta do Mickey Mouse e do Pato Donald e que vivem pensando em estourar uma bomba nuclear,  esse país é um povo milenar e educado que tem muito a nos ensinar.

 



Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Para que está tudo errado!




                                               

A nossa sociedade está se transformando rapidamente, com a mídia informatizada, aumenta o poder da informação.
A mídia tanto eleva como destrói  -  em uma questão de minutos -  a imagem da pessoa, ela tem um poder tão grande que já a chamo de "O Quarto poder" , programas sensacionalistas criam dramatizações nas ruas só para ver como a população pensa diante do homossexualismo.
No programa "A tarde é Sua" colocaram dois atores, um com o papel de filho gay e o outro do pai, preocupado com a opção sexual do filho, já o taxando de homofóbico.
Hoje ter uma opinião sobre a opção sexual do filho (a) é homofobia?
Homofobia não é isso, ela é o ato de discriminar e não respeitar como seres humanos as pessoas com outras opções sexuais, não é obrigar seus pais acharem isso comum.
Também não podemos achar comum uma adolescente ser atacada na sala de aula, o que aconteceu no mesmo programa e na mesma infeliz semana, lá do "pedestal" dos estúdios uma mulher com microfone disparar para um professor e dizer se eles não estão satisfeitos, "vão varrer rua" e ninguém retrucou a triste frase.
A mídia também ataca em suas novelas e seriados a família brasileira, como num programa "Louco por Elas" da principal emissora brasileira, quem assiste e até quem não acompanha, como esse que vos escreve, sabe que o personagem principal  que  se intitula pai, é manipulado por todas que o rodeiam.
A criança e a adolescente fazem o que querem, o pai é o último a  saber, o que torna "bem humorado" o programa,  apesar de muita gente discordar.
Mas o que aconteceu essa semana com a filha mais nova, uma moreninha, que aparenta ter dez anos de idade, quando ela recebe um telefonema - na era da perdição do celular -  e se retira da sala porque o assunto é particular, chega ao ridículo.
A novela Malhação, já nem comento mais é sempre uma agressão, um "agarrão", perseguição e muito desrespeitos aos pais e ainda personagens que respondem como genitores, acham isso muito normal.
Com a disseminação da violência praticada por menores a mídia parece se redimir,  como a sociedade está encurralada entre a maior idade penal e a violência praticada por eles, a mídia deixa de pregar a permissividade e mostra o anseio da população para mudar uma lei caduca, onde uma delas é a redução da maior idade penal.
Nesse turbilhão de polêmica, não podemos  deixar de jogar mais uma "lenha" na fogueira, e também gritamos pela lei que permita o aborto, essa lei não vai obrigar ninguém a abortar, pois todos nós temos que ter o livre arbítrio quanto ao nosso corpo, sendo muito "melhor" praticar um aborto do que essa criança "nascer" e ser jogada no lixo, ou utilizar  serviços de clínicas clandestinas para a prática desse discutível ato, expondo também a vida da mãe.
Não estamos pregando o aborto e sim o poder de decisão de alguém que não deseja o seu filho, infelizmente.
A sociedade tem que mudar  o nosso Código Penal, também precisamos opinar num plebiscito sobre tudo isso, inclusive a pena de morte, pois a democracia é o poder de externar o que pensamos dentro da legalidade e não entrarmos num mundo de rótulos e retaliação  e de subterfúgios a quem somente quer que o Brasil não viva mais ainda no mundo da hipocrisia e no mundo do contrário, onde muita gente sabe criticar  a família do vizinho, mas quando o problema é com a sua família, a história muda.







Marcelo de Oliveira Souza
www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net   - Concurso Anual de Poesias

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Escalada para o sucesso!

Telexfree!


A Telexfree é uma empresa multi-nacional americana que pautou seus negócios em propaganda, serviços pela internet e comunicação.
Como ela tem o capital aberto, em uma sociedade anônima, qualquer um poderá investir nela, assim se você dispuser de um valor para investimento, chegou a hora de botar essa quantia para render.
Em três meses o seu dinheiro volta, muitas pessoas perguntam  por que temos que pagar para receber o dinheiro, num mercado de ações ninguém ganha sem investir, seja aonde for.
A empresa tem inúmeros sites de propaganda, um deles é www.telexfree.com/marceloescritor
O site também tem tradutor, é só clicar na bandeira do Brasil que ele é traduzido, contudo o cadastro é feito comigo.
Outras pessoas perguntam se essa empresa é uma pirâmide, eu digo que é uma escalada para o sucesso, não prometemos enriquecer ninguém, mas que vai voltar um dinheiro para aquela hora de necessidade vai.





Marcelo de Oliveira Souza
Mais informações: marceloosouzasom@hotmail.com
www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net   - Concurso Anual de Poesias

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Minha casa, Minha Marte!

Minha casa, Minha Marte!

 

Depois do projeto da nossa presidenta Dilma, minha casa Minha Vida, onde milhares de brasileiros foram beneficiados, o novo projeto de uma empresa holandesa Minha casa, Minha Marte não beneficiará de imediato essa quantidade, mas no futuro, com certeza.

As pessoas que já estão cansadas da violência na Terra, dos engarrafamentos, das multidões e dos mau educados, agora já têm uma opção, pegar seu foguetinho e mudar de planeta, com certeza lá não haverá flanelinha, nem falta de vaga para estacionar, com um mundo à sua volta e um areal vermelhinho, vai ser difícil espantar o tédio.

A empresa já recebeu mais de dez mil e-mail de proposta, para fugir daqui,  quem for esperto pode dar uma dentro, porque ninguém sabe quando esse planeta poderá aguentar tanta pressão, onde guerras, poluição e outras catástrofes naturais são iminentes.

No futuro esse pedaço de terra vermelha marciana vai valer muito e não vai sobrar para quem quiser, só que não pode desistir quando chegar, pois a viagem é só de ida.

 

 

Marcelo de Oliveira Souza

 

 

terça-feira, 23 de abril de 2013

V Antologia de Poetas Lusófonos

O autor do blog  e do concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS, está participando mais uma vez de coletâneas, dessa vez faz parte de um grande trabalho, a V ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS, o exemplar tem participações de escritores de diversos lugares do mundo, destacando os poetas da nossa língua "mater", com o seu trabalho O REINO DA MORTE.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Descobrimento do Brasil

Descobrimento do Brasil 2013

Uns falam que o Brasil foi descoberto, que o grande bem feitor foi o português Pedro Álvares Cabral, outros dizem  que foi uma grande invasão, que a terra já existia.
Só que a data nunca poderia ter passado em branco, como uma folha esperando  ser digitada, onde algo tem que ser dito, alguma homenagem tinha que ter sido feita.
Assim é tratada a nossa História, esquecida pelo tempo,  empoeirada pelo desleixo, a mídia teve o dia todo para poder lembrar.
Os governantes deveriam esquecer os seus "negócios" para lembrar do nosso grande evento, que sequer é feriado.
O nosso Brasil comemora mais um ano de idade, uma grande potência cultural e econômica, apesar dos grandes esforços de gananciosos que tratam a "Terra Brasilis" como um grande negócio.
Celebremos o nosso descobrimento, invasão ou nascimento oficial de um país que foi nascendo devagarinho, até pensavam que era uma ilha, onde muita conversa e tratados fez com que o Brasil se unificasse em prol da língua portuguesa, de uma miscigenação e de uma multicultura.

Marcelo de Oliveira Souza



Marcelo de Oliveira Souza
face: psfronteiras

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Participe!




Já estamos recebendo doações de livros, pen drives e outros brindes para premiarmos no próximo concurso literário POESIAS SEM FRONTEIRAS.
Para os doadores, são muitas vantagens, além da sua própria propaganda, mencionaremos a autoria do seu livro no regulamento do concurso e para quem fizer uma doação de cem reais para a compra do troféu, colocaremos o logotipo da sua empresa no regulamento, nos certificados e no troféu, como está na foto do troféu anterior.

Entre em contato pelo e-mail marceloosouzasom@hotmail.com

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Adolequentes


Adolequentes

 

A nossa sociedade parece estar estagnada, será que estamos avançando com essa legislação caduca?

Muita gente não é a favor da pena de morte, mas a criminalidade vem aumentando assustadoramente, aqui em Salvador prenderam um tal de Cebola, um cara mal encarado que confessou ter matado vinte pessoas, da última vez foi na chacina às margens da BR 324, ele e sua gangue matou seis pessoas.

Eles agora estão criando muitos "cebolas" em seus crimes, tem alguns que são mais perigosos do que os adultos, desde criança carregando um revolver, este tipo de pessoa cria uma resistência a fazer o correto e engendra no meio da criminalidade.

São uns verdadeiros "Adolequentes"  uns estão na escola, levantam o terror no meio escolar, roubando e agredindo colegas, professores e funcionários.

Muitas vezes a direção não toma providência, ou até encobre para que o seu colégio não fique no alvo da imprensa, como foi o caso de um colégio estadual em Itapuã.

Um rapaz já era acostumado a roubar os colegas, mas não dava em nada, ele completou a sua maior idade, conseguiu sair do colégio - não sabemos se concluiu alguma coisa –

e como agradecimento, arrumou dois comparsas e invadiram o estabelecimento de ensino para roubar os alunos e funcionário, cada um empunhando uma faca.

A nossa lei é caduca, o nosso Brasil caminha bem para os poderosos, contudo aqui embaixo é um salve-se quem puder, estamos sem saída, na rua somos assaltados, em casa também e agora até as escolas, que eram  um meio de aprendizagem, agora é um lugar de medo dentro e depósito de lixeira e entulho por fora, onde atrás dessa montanha de degradação existe outra imensa quantidade de lixo embaixo de um imenso tapete.

 

 


 

Marcelo de Oliveira Souza

face: psfronteiras

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Bom dia!

BOM DIA!


Olhe com alegria
A poesia
Palavras soltas...
Juntas, uma festa!
Saudade, nostalgia!
A poesia é tudo!
No trabalho e no estudo,
Venha e sonhe
Com a poesia
Levante-se !
Sonhar também é poesia,
Fortaleça-se
E tenha um
BOM  DIA!



Marcelo de Oliveira Souza


sábado, 6 de abril de 2013

Arena Fonte Nova

Arena Fonte Nova


Está certo que a Arena Fonte Nova foi um grande empreendimento, que a população soteropolitana está maravilhada com toda essa estrutura, contudo muita coisa vai aparecer depois dessa grande euforia.
Para começar que esses empreendimentos esportivos até agora estão custando sete bilhões de reais, isso tudo somente dos cofres públicos, onde o governo vociferou que não iria gastar um centavo!
Creio que está enriquecendo muita gente, agora porque quando é para a educação, saúde e moradia essa verba nunca sai?
As nossas estradas  estão se dissolvendo, a BR 324  foi privatizada e continua com os mesmos problemas, assim como a BR 116, essa via ainda é pior, pois uma estrada que liga vários lugares e tem um fluxo intenso como essa e ainda não a duplicaram? São muitos acidentes.
Se várias pessoas morrem em diversos acidentes numa rodovia mortal, o certo não seria duplicá-la para tentar sanar essa mortandade? Preferem construir estádios, fazer o quê?
Em seu primeiro teste, a Arena Fonte Nova foi reprovada, os organizadores na sanha de ganhar MUITO dinheiro, resolveram vender os ingressos em um lugar só, resultando muita confusão, torcedores que vieram até um dia antes para comprar o bilhete "premiado" foram ultrajados com valentões que resolveram invadir a fila, cantando hinos violentos.
A pasmaceira foi instalada, empurrões, gritos e desmaios temperados com muita cacetada,  madeirada  da polícia, gás lacrimogêneo e spray de pimenta malageta!
Até parecia uma fila de atendimento médico de urgência, mas a urgência era um mero ingresso!
Nessas pedras da Arena,  ainda vai sair muito líquido, de que cor ? É só a gente esperar!




Marcelo de Oliveira Souza
http://marceloescritor2.blogspot.com
www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net
face: psfronteiras