Seguidores

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Subúrbio entregue, cidade entregue...


Subúrbio entregue, cidade entregue...

 

 

Nessa época eleitoral parece até que o nosso prefeito jogou a toalha, ninguém vê mais nenhum sinal que Salvador está sendo administrada.

A cidade de Salvador está totalmente entregue ao próximo prefeito, não precisava nem esperar até janeiro, pois quem vai sofrer mais ainda são os moradores da soterópolis, que estão ficando cada vez mais sós.

A Estação da Lapa está deprimente, as pessoas que transitam pela região já não agüentam mais, escadas quebradas, violência, escuridão, vazamento, temos que torcer para o local não cair, pois só falta mesmo isso, a insegurança é total, estão falando até que tem um estuprador oportunista, porque oportunidade não falta, pessoas com interesses escusos e desocupados ficam rondando as pessoas que ficam sofrendo na fila, quando o ônibus aparece vêm junto outros desocupados que ficam assediando as pessoas que adentram no transporte para que elas usem o cartão "deles" ou de outras pessoas que ninguém sabe quem é, o motorista vê o erro e finge não perceber nada.

Os nossos parques estão entregues à marginalidade, no estacionamento existem flanelinhas exigindo dinheiro para não arranhar o carro, lá dentro do Parque da Cidade, na Pituba, só tem o acesso da frente, as pessoas até já se acostumaram a visitar o Parque "Meia-boca" , acham muito bom levar as crianças para brincar nos aparelhos quebrados e enferrujados, amontoar seu veículo nos dias de shows e pagar a extorsão dos marginais que ficam no estacionamento.

O Parque Solar Boa Vista até hoje é rejeitado pelos administradores, passou a ser estacionamento de carros, caminhões, caçambas, ponto de lavagem de carro e de assaltos, lixeira,  ainda querem que as pessoas façam uma visitinha ao sobrevivente teatro.

As praias não têm mais nenhuma segurança, tem muitos "flanelinhas" ; na Barra não têm banheiro, justo ali, um dos poucos lugares que restou em Salvador, aqui está parecendo uma cidade de interior que tem somente Shopping.

Uma das grandes pérolas da cidade, também chamadas como "Pontos Mágicos", está completamente abandonada, o Pelourinho, casarões queimando, ruindo junto com a auto-estima das pessoas que moram na região.

O pior que para ir a todos esses lugares e também para trabalhar temos que enfrentar o caos no trânsito, engarrafamentos em todo o canto, temos que rezar pra não ter uma colisão no nosso itinerário, muito menos alguma passeata ou protesto, que se acontecer isso pode desistir e relaxar, pois o engarrafamento pode levar horas.

Nos subúrbios, como em Tancredo neves, um bairro violento e pessimamente administrado, agora além dos buracos e sujeira, os motoristas que se aventuram ou são obrigados a subsistir da região são obrigados a enfrentar engarrafamento, pois a rua principal virou estacionamento para os ônibus do final de linha, todos amontoados e piscando, junto com a nossa paciência, pois a cidade pisca mais vezes ainda, num sinal de alarme intermitente, gritando para que alguém nos ajude a sair dessa lama chamada Salvador.

 

 

 


 


Marcelo de Oliveira Souza
http://marceloescritor2.blogspot.com 
www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

sábado, 25 de agosto de 2012

Ponto do Caos!


Ponto do Caos!

 

 

 

Todos que moram em Salvador sabem que a nossa cidade está um caos, no trânsito, na saúde, na violência, na falta de educação de muitas pessoas.

Tudo isso junto ainda não é o fundo do poço, pois como vemos na foto, as pessoas não respeitam nem ponto de ônibus, é carro parado em todos os cantos, do lado também tem, tem até carro oficial estacionado no ponto de ônibus, as pessoas que saem do conjunto Edgar Santos, Boa vista de Brotas, Salvador,    são obrigadas a dar a volta por trás do transporte quando eles param no meio da rua para pegar os passageiros, correndo grande risco de colisão.

A Transalvador, que "administra" o caos não está nem aí, deixa tudo correr à vontade, eles dizem que não precisam se esforçar, pois o dinheiro está garantido, porque os radares de velocidade e de sinaleira estão ligados, o jeito é contratar robôs para multar esse povo que transformou ponto de ônibus em ponto de carros.

 


Marcelo de Oliveira Souza
http://marceloescritor2.blogspot.com 
www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Independência do Brasil


Independência do Brasil

 

 

No dia sete de setembro é comemorada a maior data cívica brasileira, quando foi proclamada a nossa independência.

Muitos comentam sobre o que aconteceu para que D. Pedro I resolvesse proclamar a independência de seu pai, D. João VI, onde ele recebeu uma mensagem e irritado gritou que as cortes portuguesas estavam querendo  nos escravizar.

O homem resolveu dar uns gritos aos quatro cantos do riacho Ipiranga e já estava proclamada a nossa independência, depois de um tempo o novo imperador começou a ter problemas para lidar com o povo brasileiro e assim cedeu o seu trono para seu filho ainda pequeno, tendo como tutor José Bonifácio.

O interessante que ele foi para Portugal e ainda continuou sendo parte da família real portuguesa,  perdendo um cargo aqui e indo reinar além mar.

A nossa política é tortuosa desde o início, nossos políticos são cassados, execrados e voltam através de cargos ou até pior, eleito pelo próprio povo, a nossa gente tem memória fraca.

A nossa data magna é deveras importante, um país cheio de maravilhas e culturas, também é cheio de curvas, tantas curvas que o dinheiro público se perde por lá, nosso potencial é incrível, mesmo com tanta corrupção somos uma das maiores economias do planeta, imagine se um dia  a nossa sociedade estiver esclarecidas dos seus direitos e exigir uma democracia de verdade, com fiscalização  verdadeira, punindo de fato os corruptos, exigindo os seus direitos básicos,  aí sim, conquistaremos de fato a nossa Independência.

 

 

 

Marcelo de Oliveira Souza


Marcelo de Oliveira Souza
http://marceloescritor2.blogspot.com 
www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Olimpíadas para os Outros

Olimpíadas para os Outros


Chegam ao fim os Jogos Olímpicos, muita festa para os países  que se esmeram durante anos para desfilar suas bandeiras e mais do que isso, a sua ideologia, posição social e tudo que uma nação possa divulgar ao mundo.
A hora de uma "naçãozinha" "gritar" para o globo  a sua existência, pois todos somos parte do nosso imenso e lindo  planeta., contudo quando vemos um país de dimensões continentais, com uma população de vários biotipos como o Brasil, é inaceitável que essa nação fique atrás de Irã, Cazaquistão e Coréia do Norte; até mesmo da Jamaica. - Graças a Usain -
O que esses países têm que o Brasil não tem é um eficiente sistema educacional, pois quando as crianças adentram no ambiente escolar, elas já vêm orientadas que a escola é um ambiente de oportunidades, de crescimento e não um lugar onde a frequência e o aprendizado são premiados com dinheiro e falta de oportunidades.
A Educação está intrinsecamente ligada ao esporte, como no Brasil e principalmente no nordeste, a maioria absoluta das pessoas não tem oportunidade de uma boa educação, como queremos que  de uma hora para outra ter medalhistas?
Aqueles que lutaram e conseguiram pelo menos medalhas de bronze, como os lutadores de boxe, os "Falcões", são verdadeiros heróis, pois eles superaram todas as dificuldades, lutaram até contra uma bananeira, cujo treinador foi o seu genitor.
Depois que venceram, vêm a imprensa e governo na carona da fama, mas daqui a um tempo esquecem os nossos poucos medalhistas ao invés de incentivá-los.
O nosso país que orgulhosamente passa a sediar os próximos Jogos Olímpicos, também passa a ser o cicerone dos países que realmente investem em esporte/educação e não enganam a população com "bolsinhas" de esmolas ou programas de enganação com nome de "carinhoso", onde carinhosamente iremos ver Estados Unidos, China, Jamaica, Cuba e até um "loteamento de terras" passarem na frente da gente e ainda vamos  ter que dar medalhas.


Marcelo de Oliveira Souza


Marcelo de Oliveira Souza
http://marceloescritor2.blogspot.com

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Feliz dia dos Pais!


O PAI


O pai, 
Que criou o mundo 
D um só clarão. 
O pai, 
Senhor dos senhores 
Estendendo a mão. 
O pai, 
do minuto, do segundo. 
O pai 
dos amores. 
O pai dos sonhadores. 
O pai 
da cidade, do sertão. 
O pai 
do Espírito Santo. 
O pai, 
do espanto 
O pai, 
Que eu quero tanto! 
O pai, 
Meu painho. 
Que está bem quietinho 
no meu coração. 


Marcelo de Oliveira Souza
http://marceleoscritor2.blogspot.com

sábado, 4 de agosto de 2012

VIII CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS

VIII CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS        
           (inscrições de 10 de agosto até 20 de dezembro de 2012)

Realização do site  www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net e  do blog   http://marceloescritor2.blogspot.com

 

Apoio: Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências ;  União Brasileira dos Escritores/BA;

Site www.galinhapulando.com

 

Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e de outros países, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 8ª edição.
Os interessados devem enviar uma única poesia, tema LIVRE (digitada ou datilografada) inédita sob pseudônimo, em duas vias, dentro de um envelope maior. No envelope menor, deverá constar a ficha de inscrição que  será criada pelo autor, com  o nome, endereço completo, idade, profissão, escolaridade, título da poesia, pseudônimo, telefone, e-mail (se tiver), comprovante de depósito de R$ 9,00, em nome de Marcelo de Oliveira Souza, conta poupança BRADESCO : No 5920 digito 0 Agência 3679 digito 0. Não se esquecer de dizer como tomou conhecimento do concurso e se já participou de outras versões.

Obs:  Não aceitaremos poesias por e-mail ; menores de idade podem participar desde que seja com a autorização dos pais ; Inscrições de países de outra língua também serão aceitas desde que estejam na língua oficial do concurso – Língua Portuguesa; Quanto aos trabalhos enviados, no final do concurso, serão incinerados;  Caso não haja autor menor e/ou estrangeiro a premiação se extinguirá; O autor poderá participar com mais de um trabalho, para isso terá que efetuar nova inscrição e pseudônimos diferentes;

O Livro Confissões Poéticas é do autor MARCELO DE OLIVEIRA SOUZA, organizador do concurso; O Livro Varal Antológico II é  um projeto organizado por Jacqueline Aisenman.; Os Livros "30 Anos de Poesia" e "Memórias do Inferno Brasileiro" são do autor Valdeck Almeida de Jesus .

 

Formas de pagamento:
• Em espécie junto à ficha de inscrição (envelope menor)
• Depósito Bancário ou transferência de conta
• Fora do país:  Cinco  dólares / euros  ou em moeda vigente de cada pais no valor correspondente.

RESULTADO: Dia 10 de janeiro de 2013
No site oficial do concurso; nos blogs marceloescritor;  por e-mail, para quem enviar o endereço eletrônico e por carta para quem não tiver e-mail.
1°lugar: Troféu + certificado  + Livro Confissões Poéticas   + Livro Varal Antológico II
2° lugar: Troféu + certificado + Livro Varal Antológico II + Pen Drive 4GB

3° lugar: Certificado   + Livro  "Memórias do Inferno Brasileiro"

4° Lugar:  Certificado + Livro "30 Anos de Poesia"

5° Lugar:  Certificado + Livro "30 Anos de Poesia"

Menções Honrosas: Uma  para o autor Nacional Juvenil, menores de idade; outra para

 o  autor Internacional;  cuja premiações  serão:   Nacional Juvenil: certificado + Livro Varal Antológico II + MP3 + Camisa Tamanho M do site "Galinha Pulando" ; Internacional:  certificado  + Livro Confissões Poéticas + "Memórias do Inferno Brasileiro"

 

Todos os vencedores do concurso terão seu trabalho publicado no site www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net

Contatos: marceloosouzasom@hotmail.com e celular 71-81553677     

Enviar carta registrada para:   
VIII Concurso literário: Poesias sem Fronteiras

A/c escritor Marcelo de Oliveira Souza Conjunto Edgar Santos Bloco 14/204
Engenho Velho de Brotas  Salvador  Bahia   BRASIL CEP 40240-550



Marcelo de Oliveira Souza
Filiado à UbE - CAPPAZ - ACLAC - Poetas del Mundo
Conc. Poesias: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net 

VIII Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS


VIII CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS        
           (inscrições de 10 de agosto até 20 de dezembro de 2012)


Apoio: Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências ;  União Brasileira dos Escritores/BA;

Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e de outros países, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 8ª edição.
Os interessados devem enviar uma única poesia, tema LIVRE (digitada ou datilografada) inédita sob pseudônimo, em duas vias, dentro de um envelope maior. No envelope menor, deverá constar a ficha de inscrição que  será criada pelo autor, com  o nome, endereço completo, idade, profissão, escolaridade, título da poesia, pseudônimo, telefone, e-mail (se tiver), comprovante de depósito de R$ 9,00, em nome de Marcelo de Oliveira Souza, conta poupança BRADESCO : No 5920 digito 0 Agência 3679 digito 0. Não se esquecer de dizer como tomou conhecimento do concurso e se já participou de outras versões.
Obs:  Não aceitaremos poesias por e-mail ; menores de idade podem participar desde que seja com a autorização dos pais ; Inscrições de países de outra língua também serão aceitas desde que estejam na língua oficial do concurso – Língua Portuguesa; Quanto aos trabalhos enviados, no final do concurso, serão incinerados;  Caso não haja autor menor e/ou estrangeiro a premiação se extinguirá; O autor poderá participar com mais de um trabalho, para isso terá que efetuar nova inscrição e pseudônimos diferentes;
O Livro Confissões Poéticas é do autor MARCELO DE OLIVEIRA SOUZA, organizador do concurso; O Livro Varal Antológico II é  um projeto organizado por Jacqueline Aisenman.; Os Livros "30 Anos de Poesia" e "Memórias do Inferno Brasileiro" são do autor Valdeck Almeida de Jesus .

Formas de pagamento:
• Em espécie junto à ficha de inscrição (envelope menor)
• Depósito Bancário ou transferência de conta
• Fora do país:  Cinco  dólares / euros  ou em moeda vigente de cada pais no valor correspondente.

RESULTADO: Dia 10 de janeiro de 2013
No site oficial do concurso; nos blogs marceloescritor;  por e-mail, para quem enviar o endereço eletrônico e por carta para quem não tiver e-mail.
1°lugar: Troféu + certificado  + Livro Confissões Poéticas   + Livro Varal Antológico II
2° lugar: Troféu + certificado + Livro Varal Antológico II + Pen Drive 4GB
3° lugar: Certificado   + Livro  "Memórias do Inferno Brasileiro"
4° Lugar:  Certificado + Livro "30 Anos de Poesia"
5° Lugar:  Certificado + Livro "30 Anos de Poesia"
Menções Honrosas: Uma  para o autor Nacional Juvenil, menores de idade; outra para
 o  autor Internacional;  cuja premiações  serão:   Nacional Juvenil: certificado + Livro Varal Antológico II + MP3 + Camisa Tamanho M do site “Galinha Pulando” ; Internacional:  certificado  + Livro Confissões Poéticas + “Memórias do Inferno Brasileiro”

Todos os vencedores do concurso terão seu trabalho publicado no site www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net
Contatos: marceloosouzasom@hotmail.com e celular 71-81553677     
Enviar carta registrada para:   
VIII Concurso literário: Poesias sem Fronteiras
A/c escritor Marcelo de Oliveira Souza Conjunto Edgar Santos Bloco 14/204
Engenho Velho de Brotas  Salvador  Bahia   BRASIL CEP 40240-550


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Tancredo Neves

 Por que o povo pobre sofre tanto? NO final de Narandiba, tem uma ladeira da rua Bahia que dá em Tancredo Neves, a ladeira é muito sinuosa e íngreme, deveras apertada, deveria ser somente "uma mão"; no entanto a prefeitura permite que ali transite até caçambas, caminhões e ônibus! Manda a Transalvador tomar vergonha e organizar aquela bagunça, quando um carro grande passa tudo para e com os buracos tudo fica pior, mas quando a gente passa por aquele local e pensa que vai melhorar, se depara com uma lixeira enorme no meio da rua. O trânsito ali é para quem tem coragem! ( entendeu ? )  


Marcelo de Oliveira Souza
Filiado à UbE - CAPPAZ - ACLAC - Poetas del Mundo
Conc. Poesias: www.poesiassemfronteiras.no.comunidades.net