Seguidores

sábado, 31 de março de 2012

Semana da PÁZcoa 2012

Semana da PÁZcoa 2012


Todos os anos durante essa semana, sempre falam sobre a importância do sofrimento de Jesus Cristo, para a melhoria da humanidade, a sua compaixão e o seu amor descomunal pelas pessoas.
Através dos anos a sua mensagem ficou, principalmente nas festas de final de ano, seu nascimento e durante a quaresma, marcando o seu passamento, onde nessa época as pessoas se reúnem para “comemorar” com presentes e muita bebida.
Agora chegou a vez da Semana Santa, as indústrias já planejam o faturamento desde o início do ano, ovos de todos os tipos, tamanhos e formas, com tudo dentro, desde recheio até brinquedos, transformando essa data de consternação e reflexão na “festa do vinho” e do “ovo de páscoa”, nenhum segmento de imprensa ou até de propaganda não mostra qual é a relação do vinho, sangue de Jesus e do ovo, a transformação da vida terrena na vida espiritual; onde muita gente pensa que o vinho seria para comemorar algo, nem sabe o que é; o ovo de chocolate, serve para  presentear e saborear os prazeres do produto, muitos colecionam chocolates e dão vazão a mais um pecado, a gula, comem tudo de vez, o que poderia até tentar distribuir algumas unidades para outra criança que não tem a oportunidade disso.
Na falta de oportunidades, muitos se aproveitam para pedir dinheiro nos semáforos, pedindo algum para comprar “ovo de Páscoa”.
Os valores vão se modificando, a família se desestruturando, o amor de Jesus Cristo vai se derramando; crimes e desrespeito ao próximo não assustam mais, de vez em quando, o que chama atenção são os crimes entre irmãos, pais matando filhos e vice versa, a agressão física ficou “normal” ,  a Semana Santa sempre vem com uma grande carga de comoção e de reflexão sobre os atos da humanidade, mas o que vemos sempre é a falta de amor, destruída pelo consumismo e capitalismo selvagem; nessa hora de reflexão, onde as famílias devem unir-se para refletir sobre todas as provações que a humanidade está passando, o “sangue” de Jesus embebeda criando mais confusão e  o “renascimento” de Cristo  agora virou motivo de gula.


Marcelo de Oliveira Souza


quinta-feira, 29 de março de 2012

Lixão de Tancredo Neves

Contador de visitas
Em Salvador, a educação e saúde são tratadas dessa forma, no subúrbio de Tancredo Neves, apareceu uma montanha de lixo ao lado do colégio Estadual Zumbi dos Palmares, os alunos têm que passar no meio da porcaria para poder estudar, assim como os professores.
Não é somente o local que é violento, mais violência ainda é o desrespeito que a prefeitura faz com esse povo, que sobrevive passeando em meio ao lixo.

Marcelo de Oliveira Souza

terça-feira, 27 de março de 2012

461 anos de Salvador

Contador de visitas


Aniversário da Cidade de Salvador

A nossa cidade de Salvador completa 461 anos de idade, muita festa está programada e muitas homenagens, exaltando a bela natureza e gastronomia soteropolitana.
Anos se passam e os motivos para nos orgulharmos da soterópolis diminui, a nossa cidade adentra o século vinte e um, claudicando na ingerência dos nossos governantes, a velha senhora esburacada, perde pontos turísticos, foram criados os sete pontos principais da cidade para uma maior atenção, contudo o que percebemos é uma cidade inchada, sem mobilidade urbana, sem segurança, sem opções de lazer para quem não segura um copo de cerveja.
As nossas praias são degredadas a cada tempo, o lugar onde ficava  o Clube Português é uma vergonha, projetaram tanto, que fizeram uma praça sem muita opção de diversão em meio a escombros do falecido clube.
O Parque Solar Boa Vista, lugar onde morou Castro Alves, até hoje não viu uma reforma, somente onde permeia a Secretaria de Educação, tem a  benesse de uma melhoria.
Tudo isso é o que a cidade ganha de presente, a desatenção e o destrato, uma cidade projetada para ser uma jóia, hoje chora no seu aniversário e o povo conformado aplaude, a imprensa comemora, mas não sabemos por qual motivo.

Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 23 de março de 2012

Morre Chico Anysio

Contador de visitas.



Depois de inúmeras passagens no hospital, Chico Anysio morre, deixando o Brasil mais triste, hoje não existe tantos programas de humor, principalmente um que oferecesse tantas opções a um só comediante, onde ele fazia desde o professor Raimundo, até conturbados como o Brazuca.
Fique bem no céu, vai alegrar mais o mundo espiritual!


Marcelo de Oliveira Souza


quinta-feira, 22 de março de 2012

Cachorrinho do Ronaldinho

Contador de visitas


O cachorro do Ronaldinho


De repente aparece uma grande fã do jogador, com um animalzinho branco nos braços, presenteando-o em rede nacional, no seu programa matinal.
Na mesma hora pego-me pensando quanta gente queria ser aquele cachorrinho, algumas do sexo feminino até abanariam o rabo, mas não seria bom, porque elas logo queriam dar encima do seu novo dono, assim só poderia mesmo ser do sexo masculino, um macho, desempregado, sem família, sozinho no mundo,  mas educado para ser um animalzinho de estimação, ele teria todos os mimos dos cãezinhos dos famosos, garanto que não ia faltar gente, poderia acompanhar o dono em todas as suas facetas, dividir o amor e carinho das grandes personagens do mundo esportivo, seria uma verdadeira estrela.
O homem-animal tinha que se propor a fazer tudo que o verdadeiro bicho faz, seria muito interessante  até que outras pessoas comprassem a idéia e ao invés de cão, ou cachorro, um ser humano-canino, seria trocado ainda criancinha, como dizia o ilustre Eduardo Duzek.
Seria um grande passo para a humanidade, os mendigos desapareceriam, as pessoas seriam mais felizes, com a queda da violência.
Muita gente falaria que é um absurdo essa teoria, mas muitas criancinhas são rejeitadas, no orfanato está cheio de gente pedindo ajuda, só a nomenclatura seria diferente, pois no fundo mesmo, todos nós humanos precisamos de atenção e de compaixão, e não vamos nunca conseguir isso comprando animais de raça para serem nossos amigos, nem tampouco vira-latas, a sociedade precisa tratar as pessoas como tratam seus animaizinhos de estimação, seria um caminho para a verdadeira união.


Marcelo de Oliveira Souza



quinta-feira, 15 de março de 2012

Serviço de Massacre ao Cidadão


Serviço de Massacre ao Cidadão  SMC

O Serviço de Atendimento ao Cidadão ganhou fama internacional pelo criativo projeto de unir todos os serviços de atendimento ao público.
Durante um bom tempo, quando existiam menos postos, ainda dava para aceitar, mas nos dias de hoje com todo esse aparato tecnológico, com um excelente atendimento de hora marcada, o cidadão vai empolgado  para tirar uma cédula de identidade com hora marcada, passa a manhã toda, é inadmissível.
A culpa não é dos funcionários, que passam a manhã inteira dizendo às pessoas sobre a famigerada queda do sistema, o problema é que tem poucos funcionários, a exemplo que existe somente uma pessoa para chamar, pintar as digitais e liberar.
O cidadão – como eles gostam de enfatizar nos torpedos telefônicos – é jogado quase para o litoral norte, no Shoopping Paralela, enfrenta vários engarrafamentos rotineiros, nessa cidade abandonada que é Salvador,  com horário marcado  para nove horas, ajuda a “abrir” o Shoopping, de tão cedo que chega e só sai quase meio dia é um verdadeiro Serviço de Massacre ao Cidadão!


Marcelo de Oliveira Souza

Contador de visitas

quarta-feira, 14 de março de 2012

Dia da Poesia!

Contador de visitas

Necessidade de Escrever

Sou como um pássaro 
que canta de felicidade 
Um ato inato de verdade. 
Como um peixe nadando 
um oceano como quintal 
um continente em suas têmporas, 
Um leão na selva 
Um antílope na relva... 

Uma caneta na mão 
Sentimentos no coração 
Dificuldades na vida 
escrevendo ou não, 
Tenho necessidades. 

Tenho necessidade de escrever 
de sonhar... 
Não importa se o escrito 
vai para um livro 
Ou fica solto sem sentido 
Como um pássaro numa gaiola 
Ou uma criança linda 
com um sorriso triste 
Bem ou mal isto existe! 

Marcelo de Oliveira Souza

terça-feira, 13 de março de 2012

Vencedora do VII Concurso Poesias Sem Fronteiras


Gostaria de agradecer pela oportunidade de divulgação de novos trabalhos e especialmente pela premiação, fiquei lisonjeada e muito feliz. Parabenizo a todos os participantes, porque todos tem seu talento especial. Aguardo ansiosa a próxima edição. Abraços. Gláucia R. Nunes

Aguardem a nova versão em 20/08/2012 nesse blog

Contador de visitas

domingo, 11 de março de 2012

Dia de Domingo na Cidade do Tédio

Contador de visitas



Dia de domingo na cidade do tédio


Num dia de domingo chuvoso, pela manhã, o tédio se instala em plena metrópole baiana, assim que percebemos que a nossa cidade está muito atrasada, deitada no berço esplêndido da fama.
Para quem tem criança pequena a dificuldade aumenta, os parques públicos são poucos e os que existem como o Parque da Cidade, na Pituba, a insegurança é grande, não adianta ficar olhando um monte de policiais parados na frente do local, pois o parque não é só a frente, ninguém se aventura em passar da zona fronteiriça de segurança, com isso as pessoas se amontoam somente na parte frontal do lugar, ali tem que caber todo mundo, ficam todos juntinhos, como num grande piquenique, só que para comer alguma coisa está difícil, pois a fedentina do “estábulo” é muito grande,  na frente do posto policial agora é zona de potros brincarem como numa bucólica fazenda, a ponto de atropelar as pessoas.
O estacionamento deixou de ser público, agora é privativo dos “flanelinhas” que dominam e extorquem na cara dura, ali diante dos policiais, os tais homens de flanela ainda incentivam os motoristas a tomarem a pista de rolamento, e quem tenta sair, fica impossibilitado, pois a Transalvador, é somente o “sistema automático” de multas, porque viatura tem, mas ninguém se arvora para orientar o transito do local.
Assim como a desorganização do parque é constante, o resto da cidade vive dias de tristeza e de tédio, sem opções de lazer, as pessoas que se arvorem a passar o dia de domingo num parque, tem que rezar para não chover e para ter transporte, depois tentar procurar um lugar nessa cidade que seja seguro, limpo e acessível, é a nossa cidade que sumiu em meios aos buracos, assaltos e escombros.


Marcelo de Oliveira Souza

domingo, 4 de março de 2012

Feliz dia da Mulher!

Contador de visitas



Mulher Admirável


Durante muito tempo, desde que o mundo é mundo, a mulher tem vital importância na sociedade, sendo ainda o verdadeiro sustentáculo da família, ainda progride e evoluí.
Quando falamos daquela mesma história da mulher ser o sexo frágil, ainda pensamos naquele estereótipo do século passado, onde o sexo feminino não podia nem votar, expressar os sentimentos, cujo homem seria o chefe da família.
Nos tempos modernos, felizmente isso mudou muito, as mulheres mostram que a diferença entre os sexos está na cabeça de quem enxerga, ela conquistou o seu espaço e hoje não precisa mostrar mais nada.
Essas mulheres admiráveis,  desfilam a sua elegância e sensualidade em todo o canto, alegrando a vida do homem, trazendo mais paz a esse mundo, ainda são catalisadoras da violência, como tem menor força bruta, sofrem agressões, são castigadas por produzirem, saírem de casa para sustentar ou ajudar no sustento na sociedade moderna.
Hoje todos nós percebemos que o “sexo frágil” não existe, a força de vontade sempre esteve com ela, faltava era a oportunidade de mostrar todo o seu valor, sua garra, pois a mulher é um corpo só que se divide em vários, produzindo, acalentando, apaziguando, amando e até governando.
Por isso nada é mais justo que no dia internacional da mulher, todos nós lembrarmos de seu valor e desejarmos um feliz dia da mulher!


Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 2 de março de 2012

Vamos salvar o Hospital Aristides Maltez!

Vamos salvar o Hospital Aristides Maltez!


Todos nós sabemos que a saúde no nosso imenso Brasil anda claudicando, tropeçando encima da má vontade política, na melhor das hipóteses.
Os hospitais públicos de Salvador não ficam por menos, falam-se de reformas estruturais de altos conceitos, mas no final é sempre aquela agonia, O SUSto é o último reduto dos desesperados, aquele que infelizmente não se planejou para ter um seguro saúde ou pior, aquele que não tem a mínima condição de se planejar para tal “luxo”.
Pondo sua vida em risco, o desesperado paciente ruma para um dos hospitais públicos, totalmente abarrotados de gente, à proporção que a cidade cresce, os leitos diminuem, numa imperfeita equação.
Será que ninguém percebe que precisamos de mais hospitais construídos? Será que ninguém enxerga o SUSto?
Nessa visão opaca, o Hospital Aristides Maltes, o salva-vidas do pobre desesperando portador de câncer, vai definhando como se estivesse com uma doença terminal, corroendo os cofres da entidade.
Algumas campanhas foram feitas, mas a “casa de acolhimento” grita por socorro, a sociedade se espanta com tanto descaso nos hospitais, e  também clama por ajuda!
Vamos acordar e criar um projeto permanente que salve o hospital Aristides Maltez, cujo benfeitor abriu mão de tudo em prol do sofredor, do pobre e da saúde, não vamos deixar esse alento para o menos favorecido cair, ao contrário temos que seguir em frente e alavancar a saúde do século XXI na Bahia e no Brasil, porque um país como esse não pode tratar o seu cidadão dessa forma, com um famigerado  sistema de saúde medieval.


Marcelo de Oliveira Souza
Contador de visitas

quinta-feira, 1 de março de 2012

Feliz Aniversário RIO DE JANEIRO

Contador de visitas

Terra querida! 


Desembarcando com alegria 
Chegamos ao Rio 
Um grande calafrio... 
Começamos nossa jornada 
Gritos de alegrias da meninada 
O Rio abre seus braços. 

Com alegria o sol aponta 
A turma apronta 
Respirando uma só felicidade 
Copacabana ao Leme 
Cristo Redentor ao Corcovado 
Ninguém fica cansado? 

A turma se agita 
Mais que o mar 
Quarenta graus não chegou, 
Até um frio ensaiou 
Mas o que mais me fascinou 
É o chamado pela vida 
Gritado por essa terra querida! 


Marcelo de Oliveira Souza