Seguidores

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Faça a sua doação!

Contador de visitas




O destino da cultura
É incerto,
Um escreve e sonha
Outro sonha e para
O outro permanece parado
Sem o valor a cultura não é valorizada
Sem ser valorizada
A cultura fica estagnada
Muitos lutam e não conseguem nada
Outros não conseguem nada por
Não lutar...
Por isso,
Não custa NADA colaborar

Marcelo de Oliveira Souza

DOAÇÕES!


 Quem desejar doar pode acessando O LINK ABAIXO:




O clicar no botão DOAÇÃO ao lado!

A CULTURA AGRADECE!




quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Sangue de Menina

Contador de visitas

Sangue de Menina

Saímos em um caminho que tinha uma casa grande, com uma escadaria na sua frente, resolvemos adentrar no local onde haviam várias pessoas vestidas de branco, estava acompanhado de minha filha.
Durante essa breve visita, um homem resolveu apagar as luzes, ficando tudo escuro, não enxergávamos nada, quando a luz voltou, percebemos que a criança sumiu, levada pela escuridão; diante desse problema puxei o celular e disse que ia ligar para a polícia, o homem de barba branca, resolveu tomar meu aparelho e jogar ao chão.
Sai correndo para pedir ajuda, foi quando na encruzilhada apareceu um camburão da polícia, imediatamente, fomos a eles e comunicamos o fato.
Acompanhado pelo pessoal da lei, voltei ao local do crime, mas entrei sozinho ao local, no meio da escadaria tinha duas mulheres trajadas de branco e de turbante, elas tentaram me impedir de adentrar ao local, foi quando pedi ajuda ao meu grande amigo São Lázaro, ele me orientou e através dele tive forças para emanar energias, através de orações,  foi quando elas esmaeceram.
Prossegui o caminho, entrando no recinto, lá estavam várias pessoas batendo em instrumentos de percussão, mais adiante, no salão tinha um grupo de pessoas também trajadas de branco e me intimando a entrar no círculo.
Toda fé em meu anjo da guarda, de repente transformou-se em um escudo, eu proferia orações de exaltação ao meu santo-amigo, muitas eu nem conhecia, mas foi uma gritaria geral, gente caindo, eles foram se fortalecendo, eu com o corpo endurecendo, ia entortando, enfraquecendo, implorei mais ajuda ao meu guia, foi aí que um cavalo-marinho dentro do aquário, lá no fundo da sala, se mexeu e apontou a cauda, estourando a caixa de vidro, todos se molharam e desmaiaram.
Livrando-me daquela armadilha, segui adiante, mais forte e certo da minha vitória, foi quando entrei em um quarto e vi a minha garotinha presa na mesa e um homem também de branco, de bengala, apesar de não ser velho, apontou para ela e disse que todos estavam fortes porque sugavam o sangue da menininha.
Desesperada ela gritava, pedindo ajuda para mim, eu fiquei chocado com aquela imagem, mais uma vez usei toda a minha fé, clamando ajuda a Jesus Cristo e São  Lázaro, foi quando saiu uma grande energia de mim, clareando todo o ambiente, fazendo o homem sumir e no lugar dele, ela apareceu.
Emocionado agradeci os meus anjos da guarda pela ajuda e prometi escrever algo que mostrasse que o poder maligno e o poder divino estão aí, temos que perceber o caminho correto e seguir em frente.





Marcelo de Oliveira Souza


Parque Rolf Pojuca - BA

Contador de visitas


O Parque Rolf


Para quem não quer ficar do dia inteiro na confusão carnavalesca, o que não falta aqui na Bahia é lugar para dar uma escapadinha, contudo temos que tomar muito cuidado para onde vamos.
Nesses tempos momescos, a cidade se modifica, tem muita gente que vem para a soterópolis, mas também tem muita gente que vai à procura de um pouco de sossego, as pessoas preferem mais o litoral norte, porque se depender de Ferry Boat,  o carnaval termina e não sabemos se conseguimos voltar;
Mas tem uma dica muito legal, conhecer o Park Rolf, ele não é muito comentado aqui na querida cidade, mas tem o maior ibope de quem mora nas cidades circunvizinhas, ele fica a praticamente uma hora de viagem para quem parte da capital, pegamos a BR 324, seguimos até depois do posto da Polícia Federal, dobramos a primeira BA  entrando numa estrada estadual, roda-se um pouco até coçar o bolso em mais um pedágio – ninguém mais sai daqui sem pagar! – rodamos um pouco, nos assustamos com mais um ponto de cobrança, mas felizmente não passamos por ele, um quilômetro antes, tem o parque Rolf, em Pojuca.
O valor é de quinze reais para todo mundo, crianças não tem privilégio, acredito que se for com algum rebento de colo talvez eles liberem, mas não leve fé.
Lá dentro pelo menos as crianças não pagam pelos brinquedos, tem uma boa estrutura de acolhimento, muitos tobogãs, piscinas, quadra de esporte e um restaurante com uma boa comida apesar de pouco sortida, mas o sucesso impoluto da galera é um enorme tobogã, com várias curvas.
O Rolf fica escondido para quem vive na nossa metrópole, mas vale a pena ultrapassar o pedágio e conhecer uma parte da nossa Bahia, pois Salvador está precisando de um equipamento desse porte, com a derrocada dos Clubes Recreativos, a cidade ficou carente de mais opções de lazer, principalmente para crianças.


Marcelo de Oliveira Souza


domingo, 12 de fevereiro de 2012

Morre Whitney Houston!

Contador de visitas



Portadora de uma voz límpida e potente como nunca  se viu igual, Whitney Houston, brilhou como uma verdadeira estrela, ganhando abrangência internacional a partir do filme O  Guarda  Costas.

Comentado por todos que a sublime cantora sofria de depressão, ela sumiu da mídia e os boatos aumentaram, seus milhões de fãs preocuparam-se com tanta notícia ruim, contudo ninguém esperava que ela fosse morrer tão cedo, aos quarenta e dois anos de idade.

Uma pessoa com tanto talento e uma vida toda pela frente, não conseguiu vingar, a exemplo de outros grandes ídolos da música nacional e mundial, onde Deus chamou para o seu lado, para engrossar as fileiras das estrelas, mais uma vai brilhar no céu  iluminando e realçando o nosso firmamento.

 

Marcelo de Oliveira Souza



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A Terra parou outra VEZ!

A Terra parou outra VEZ!

Outra vez a Terra parou
Não aprenderam a lição
O horror pairou
Não é mole não!

Policiais revoltados
O povo indignado
A violência campeia
E o arrastão virou lei.

Ninguém é de ninguém
Não fica uma loja inteira...
Federais vêm enganar
A PM parou mesmo
Não sei como vai terminar.

Todos continuam no CAB
O povo reza para que a greve acabe
de qualquer maneira
Mas os poderosos de plantão
Batem a mão, dizem não!



O desgoverno toma conta...
Helicópteros, bombas e explosão
A greve continua
Ninguém se atreve sair na rua.

Uns loucos pensam no carnaval
Outros bebem na micareta
Como se o mundo fosse terminar
Ainda acham isso porreta.


Restos do último vendaval
Ainda marcam o pessoal
Mas o certo mesmo que nessa Terra parada
A gente tem muita culpa.

O descaso é geral
Na hora da eleição votamos igual
Levamos tapas no lombo
Ainda achamos  tudo sensacional.


Marcelo de Oliveira Souza

Contador de visitas

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Ano Letivo 2012

Ano Letivo 2012


Mais um ano letivo vem chegando, os alunas e alunos vão se empolgando, cada um com o seu motivo, contudo é muito importante começarmos o ano com toda aquela energia positiva, perceber que estamos iniciando mais uma jornada e quem se esforça Deus ajuda.
Logo ao iniciar a jornada, muitos alunos se preocupam com o material escolar, o mais bonito, a mochila mais impressionante, o celular da moda e tudo que possa impressionar o colega, mas temos que perceber que o colégio pode ser um meio de conhecer novas pessoas, até de se divertir.
Imaginemos o aluno que em seu primeiro dia de aula,  aparece sem material escolar, com o celular na mão e até com aparelho de som; cheios de brincadeirinhas, conversinhas, será que encontramos o aluno interessado?
Quando o professor chega à sala de aula, ele observa isso tudo, percebe o aluno comprometido  e o que não está se importando muito com o próprio futuro, pois quem pula etapas ou quem  vai para escola somente para passear fingindo estudar, não está prejudicando ninguém, somente a si mesmo; o pior é que tem uns que admitem que não querem nada, mas ficam dois turnos no colégio somente abusando colegas e professores, chegam ao ponto de ficar na  porta ou até  entrar numa sala de aula, mesmo que não seja a dele somente para provocar e agredir a todos que estudam e ensinam, é um grande problema.
Durante o decorrer do ano constatamos vários desvios de comportamento, alunos que não respeitam os colegas, professores,  funcionários e ainda tem incentivo de outros, que o acham engraçado, isso prejudica a todos.
O importante na hora do estudo é o compromisso, as pessoas têm que perceber que aprender é bom, ajuda a crescer, mas requer compromisso com a escola, com professores e o mais importante, consigo próprio.
Chega mais um ano com força, vamos aproveitar para crescer e traçar o nosso belo futuro, pensar bem alto, não importa que seja de escola pública ou particular, porque para o bom aluno, aquele realmente interessado e com metas, toda escola é um lugar de excelso aprendizado.


Marcelo de Oliveira Souza




Contador de visitas

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Caos em Salvador

Caos em Salvador


De repente o que nós sempre temíamos aconteceu, mesmo com todo aquele drama ocorrido na antiga greve dos policiais.
Começando devagarinho o trânsito foi parando, na paralela que vive engarrafada, incautos encapuzados tomam dois ônibus para atravessá-los na avenida; corre-corres em todos os lugares; lojas saqueadas em todos os cantos; ônibus e bancos alvos de atentados; a Estação Pirajá virou um verdadeiro limbo de sofrimento, diversos arrastões, assassinados, o povo esperando a condução durante horas e só o que aparecia mesmo eram pessoas horrorizadas e assustadas com tanta barbárie, em prantos usuários ou sofredores da estação imploram pelo transporte que não aparece, pânico geral.
Em um conjunto do Cabula, abriu-se mais uma frente de terror, o arrastão inaugurou a modalidade de crimes em condomínios, ferindo um morador que por coincidência é policial.
As forças de segurança chegaram, mas não adianta que a insegurança é geral e para ter esse exclusivo policiamento vai ser difícil, pois somente os centros e pontos turísticos terão chances de serem agraciados com o patrulhamento, enquanto que muitos outros bairros só poderão contar com a previdência divina.

Marcelo de Oliveira Souza
Contador de visitas