Seguidores

quarta-feira, 28 de julho de 2010

A Gripe Suína

A Gripe Suína


Um grande problema é a questão da gripe, ela tem um vírus mutante, sendo muito difícil de ser controlada.
Ultimamente os idosos têm sido corretamente privilegiados com a vacinação, aliviando essas pessoas de mais esse sofrimento, porém causa muita estranheza: em nosso país riquíssimo, onde até "chegamos" a emprestar dinheiro para o Fundo Monetário Internacional, não ter dinheiro para vacinar todos os cidadãos.
Muitas pessoas esquecem que não é somente a gripe que tem esse critério de vacinar alguns,em detrimento de muitos outros. Outras doenças como a meningite, também não tem vacinação.
Resultado final o brasileiro além de conviver com tamanha violência, de perder direitos a cada dia, não tem o direito nem de sonhar em ter saúde, ou dar uma saúde melhor aos seus rebentos.
Agora todos estão voltados para a gripe suína, causando um verdadeiro "pandemônio" ou "pandemia" entre as pessoas, que esqueceram as doenças domésticas, e de acordo como as coisas estão, não vai dar nem para ter medo do resfriado do porquinho, pois no cotidiano do brasileiro existe ainda a dengue, a meningite, a leptospirose...
Portanto a gripe do porquinho vai ter que pegar a senha.


Marcelo de Oliveira Souza



Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos


sábado, 24 de julho de 2010

Prova de Resistência

Prova de Resistência

Com a dificuldade de locomoção, principalmente nas cidades grandes, as pessoas apertam ao máximo o cinto para se livrar daquele aborrecimento diário de ser usuário do transporte coletivo, deixando para trás as grandes filas, os empurrões, e o pior: a espera, principalmente quando ficamos horas a fio e o ônibus passa rente sem dar a mínima importância para as pessoas do ponto.
Passada essa fase a euforia é enorme, a independência chega, junto com a satisfação de realizar o sonho; porém como as coisas vão, fica difícil dirigir, diante de tantas infrações causadas por motoristas e quem pensa que são os amadores os maiores vilões, está redondamente enganado, os "profissionais" do volante são os piores, não respeitam ninguém! Fazem tudo que lhe vem na veneta, e nem pense em reclamar se não quiser ser xingado, abordado, agredido ou até assassinado.
Mas não é só isso, não ficamos permanentemente andando de um lado para o outro, o estacionamento é uma história à parte, pois somos extorquidos em todos os cantos; na rua tem a famigerada zona azul, que é administrada pela prefeitura, fora do limite desta, têm os flanelinhas, os estacionamentos privativos são um verdadeiro assalto, só faltam, cobrar o oxigênio para quem vai estacionar, e caso não se dê por satisfeito, nos semáforos somos praticamente obrigados a pagar o insistente que teima em "melar" o pára-brisa ou implorar para ele não fazer essa "caridade".
Para viver em Salvador de ônibus, de carro, ou a pé é um verdadeiro exercício de "baianidade", uma prova de resistência, pois amanhã tem amanhã tem mais.



Marcelo de Oliveira Souza


Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




O INTERNET EXPLORER 8 DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA VOCÊ SAIBA MAIS!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS

VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS


(inscrições de 10 de agosto até 20 de dezembro de 2010)



Realização: http://marceloescritor.blig.ig.com.br

Apoio: Academia Cabista de Letras Ciências e Artes



Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e do restante do mundo, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 6ª edição.

Os interessados devem enviar uma única poesia, tema LIVRE (digitada ou datilografada) inédita sob pseudônimo, em duas vias, dentro de um envelope maior. No envelope menor, deverá constar a ficha de inscrição que deverá ser criada pelo autor, com o nome, endereço completo, idade, profissão, escolaridade, título da poesia, pseudônimo, telefone, e-mail (se tiver), comprovante de depósito de R$ 8,00, em nome de Marcelo de Oliveira Souza, conta poupança BRADESCO : No 5920 digito 0 Agência 3679 digito 0. Não esquecer de dizer como tomou conhecimento do concurso e se já participou de concursos anteriores.

Obs: Não aceitaremos poesias por e-mail; menores de idade podem participar desde que seja com a autorização dos pais; participantes de todos os países estão liberados a participar desde que cumpram os requisitos do concurso e seja na língua oficial: Língua Portuguesa.

Formas de pagamento:

• Em espécie junto à ficha de inscrição (envelope menor)

• Depósito Bancário ou transferência de conta

• Fora do país o equivalente a 5 dólares ou euros.



RESULTADO: Dia 20 de janeiro de 2011



No site http://marceloescritor.blig.ig.com.br por e-mail, para quem enviar o endereço eletrônico e por carta para quem não tiver e-mail.





Troféu + certificado + Livro sobre Conhecimento Humano e Direito (baseado na monografia do autor Dr. Adalberto Borges) + Revista Literária

2o lugar: Certificado + 1 MP3 + Livro Sobre conhecimento Humano e Direito + Revista Literária

3o lugar: Certificado + 1 PEN DRIVE + Livro de coletânea SALVO CONDUTO

Menções Honrosas: Uma para o autor nacional e outra para o autor internacional, cuja premiação será: Nacional: certificado + Livro sobre conhecimento humano e Direito; Internacional: certificado + Livro A SALA DE AULA + Camisa Lembrança da cidade de Salvador/Bahia.

Contatos: marceloosouzasom@hotmail.com e celular 71-81553677

ESCREVER é PRECISO!



Enviar para:

VI Concurso literário: Poesias sem Fronteiras

A/c escritor Marcelo de Oliveira Souza

Conjunto Edgar Santos Bloco 14/204

Engenho Velho de Brotas Salvador Bahia BRASIL CEP 40240-670

quarta-feira, 21 de julho de 2010

VI Concurso Litrário POESIAS SEM FRONTEIRAS


 VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS
(inscrições de 10 de agosto até 20 de dezembro de 2010)

Realização: http://marceloescritor.blig.ig.com.br


Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e do restante do mundo, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 6ª edição.
Os interessados devem enviar uma única poesia, tema LIVRE (digitada ou datilografada) inédita sob pseudônimo, em duas vias, dentro de um envelope maior. No envelope menor, deverá constar a ficha de inscrição que deverá ser criada pelo autor, com  o nome, endereço completo, idade, profissão, escolaridade, título da poesia, pseudônimo, telefone, e-mail (se tiver), comprovante de depósito de R$ 8,00, em nome de Marcelo de Oliveira Souza, conta poupança BRADESCO : No 5920 digito 0 Agência 3679 digito 0. Não esquecer de dizer como tomou conhecimento do concurso e se já participou de concursos anteriores.

Obs: Não aceitaremos poesias por e-mail; menores de idade podem participar desde que seja com a autorização dos pais; participantes de todos os países estão liberados a participar desde que cumpram os requisitos do concurso e seja na língua oficial: Língua Portuguesa.

Formas de pagamento:
• Em espécie junto à ficha de inscrição (envelope menor)
• Depósito Bancário ou transferência de conta
• Fora do país o equivalente a 5 dólares ou  euros.

RESULTADO: Dia 20 de janeiro de 2011

No site http://marceloescritor.blig.ig.com.br    por e-mail, para quem enviar o endereço eletrônico e por carta para quem não tiver e-mail.


Troféu + certificado  + Livro sobre Conhecimento Humano e Direito   (baseado na monografia do autor Dr. Adalberto Borges) + Revista Literária
2o lugar: Certificado + 1 MP3 + Livro Sobre conhecimento Humano e Direito + Revista Literária
3o lugar: Certificado  + 1 PEN DRIVE  + Livro de coletânea SALVO CONDUTO

Menções Honrosas: Uma para o autor nacional e outra para o  autor internacional, cuja premiação será: Nacional: certificado + Livro sobre conhecimento humano e Direito;  Internacional: certificado + Livro A SALA DE AULA + Camisa Lembrança da cidade de Salvador/Bahia.
Contatos: marceloosouzasom@hotmail.com e celular 71-81553677
ESCREVER é PRECISO!

Enviar para:                                               
VI Concurso literário: Poesias sem Fronteiras
A/c escritor Marcelo de Oliveira Souza
Conjunto Edgar Santos Bloco 14/204
Engenho Velho de Brotas  Salvador  Bahia   BRASIL CEP 40240-670



Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




PARA NAVEGAR COM MAIS PRIVACIDADE USE O INTERNET EXPLORER 8. INSTALE GRÁTIS.

terça-feira, 20 de julho de 2010

DIA DO AMIGO!

DIA DO AMIGO!
 
OLá!
Visite o meu site cujo link está abaixo e leia a homenagem que eu fiz aos meus amigos e leitores, pois vocês são muito importante na minha jornada pessoal, espiritual e cultural!
FELIZ DIA DO AMIGO!




Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




LEVE SEU MESSENGER PARA ONDE VOCÊ ESTIVER PELO SEU CELULAR. CLIQUE E VEJA COMO FAZER.

DIA DO AMIGO

DIA DO AMIGO

As pessoas nunca imaginariam que em época de evolução tecnológica, do telefone e internet, estariam tão sozinhas, reclusas em seus próprios medos.
O ser humano hoje tem medo do seu semelhante, mais do que de uma terrível fera, pois a mente humana pode campear um monte de sentimento desagradável quanto ao seu semelhante.
Assim o sentimento fraterno de amor e amizade, caiu por terra, sendo um fenômeno raro, a ser estudado, quando duas pessoas resolvem ser amigas uma da outra, em um mundo cheio de discórdia, violência e crises dos mais diversos tipos.
Aquele amigo que está pronto a te apoiar sem exigências ou criticas é um caso raro, tão raro que até surgiu o Dia do Amigo, para comemorarmos no nosso calendário, que foi criado para nunca mais esquecermos disso, como as outras datas que foram criadas em prol das minorais e dos desfavorecidos.
Por isso amigo, felicito-lhe e desejo muita paz e felicidade em seu caminho, vangloriando o dia que os nossos caminhos se cruzaram, desejando sempre que você seja esta pessoa muito especial e iluminada que todos nós sabemos


Marcelo de Oliveira Souza.
Salvador Bahia Brasil

Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




PARA NAVEGAR COM MAIS PRIVACIDADE USE O INTERNET EXPLORER 8. INSTALE GRÁTIS.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Venha fazer parte de VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS em Poesias Sem Fronteiras

Participe do Concurso Anual de Poesias
Marcelo de Ol…
Marcelo de Oliveira Souza convidou voc"e para o evento 'VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS' em Poesias Sem Fronteiras
 
Participe da Rede Social do Concurso Literário POESIAS SEM FRONTEIRAS!
Vc pode publicar seus poemas, ficar amigos de autores de todo o mundo, ler seus trabalhos e ainda participar do conc anual!

VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS Horário: 10 agosto 2010 às 18:00 a 20 dezembro 2010 às 19:00
Local: Via Postal
Organizado por: Marcelo de Oliveira Souza

Descrição do evento:
VI CONCURSO LITERÁRIO POESIAS SEM FRONTEIRAS
(inscrições de 10 de agosto até 20 de dezembro de 2010)

Realização: http://marceloescritor.blig.ig.com.br
Rede Social do Concurso: http://poesiassemfronteiras.ning.com
Com o objetivo de estimular poetas de todo o Brasil e do restante do mundo, o concurso premia os melhores trabalhos, comprovando o sucesso com sua 6ª edição.
Os interessados devem enviar uma única poesia, tema LIVRE (digitada ou datilografada) inédita sob pseudônimo, em duas vias, dentro de um envelope maior. No envelope menor, deverá constar a ficha de inscrição que deverá ser criada pelo autor, com o nome, endereço completo, idade, profissão, escolaridade, título da poesia, pseudônimo, telefone, e-mail (se tiver), comprovante de depósito de R$ 8,00, em nome de Marcelo de Oliveira Souza, conta poupança BRADESCO : No 5920 digito 0 Agência 3679 digito 0. Não esquecer de dizer como tomou conhecimento do concurso e se já participou de concursos anteriores.
Obs: Não aceitaremos poesias por e-mail; menores de idade podem participar desde que seja com a autorização dos pais; participantes de todos os países estão liberados a participar desde que cumpram os requisitos do concurso e seja na língua oficial: Língua Portuguesa.
Formas de pagamento:
• Em espécie junto à ficha de inscrição (envelope menor)
• Depósito Bancário ou transferência de conta
• Fora do país o equivalente a 5 dólares ou euros.

RESULTADO: Dia 20 de janeiro de 2011

Nos sites relacionados acima; por e-mail, para quem enviar o endereço eletrônico e por carta para que não tiver e-mail.


PREMIAÇÃO:
1o lugar: Troféu + certificado + Livro sobre Conhecimento Humano e Direito (baseado na monografia do autor Dr. Adalberto Borges) + Revista Literária
2o lugar: Certificado + 1 MP3 + Livro Sobre conhecimento Humano e Direito + Revista Literária
3o lugar: Certificado + 1 PEN DRIVE + Livro de coletânea SALVO CONDUTO
Menções Honrosas: Uma para o autor nacional e outra para o autor internacional, cuja premiação será: Nacional: certificado + Livro sobre conhecimento humano e Direito; Internacional: certificado + Livro A SALA DE AULA + Camisa Lembrança da cidade de Salvador/Bahia.
Contatos: marceloosouzasom@hotmail.com e celular 71-81553677
ESCREVER é PRECISO!

Enviar para:
VI Concurso literário: Poesias sem Fronteiras
A/c escritor Marcelo de Oliveira Souza
Conjunto Edgar Santos Bloco 14/204
Engenho Velho de Brotas Salvador Bahia BRASIL CEP 40240-670


Ver mais detalhes e RSVP em Poesias Sem Fronteiras:
http://poesiassemfronteiras.ning.com/events/event/show?id=2649522%3AEvent%3A7383&xgi=1fcxdezv3nEzAR&xg_source=msg_invite_event
Sobre Poesias Sem Fronteiras
Tudo sobre o concurso anual POESIAS SEM FRONTEIRAS, sempre a partir do dia 10 de agosto até 20 de dezembro são realizadas as inscrições.
Poesias Sem Fronteiras 232 membros
461 fotos
149 músicas
24 videos
40 tópicos
7 eventos
487 postagens no blog
 
Para controlar os emails que você receberá em Poesias Sem Fronteiras, clique aqui

Oi..

Oi,tentei fala com vc no msn nao me respondeu, posso posta essa foto nossa no orkut?!!
DSC_1709235674.JPG (71,0 KB)

Beijos





O INTERNET EXPLORER 8 DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA VOCÊ SAIBA MAIS!

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Hora de votar e sonhar!

Hora de votar e sonhar!

 

 Analisando friamente, perguntamos sobre a real função da democracia no Brasil, vivenciamos  a pegadinha de um sonhador com seu título na mão, valioso sim, mas muito manipulado.

Chegando a eleição, os candidatos aparecem como flores brotando na primavera; aos poucos as propagandas vão modificando o visual da cidade, os carros não ficam atrás, aparecem propagandas de tudo quanto é lado: bicicletas, camisas, televisão, jornal e até INTERNET!

As promessas começam, o sonhador deixa de ser "ligador," não liga mais para pedir, deixando  de reclamar dos atuais mandatários desse nosso país, cidade ou estado.

Os candidatos aparecem, prometem ironizam o adversário, fazem coligações; investem em suas campanhas, chegam até debater em segmentos da  imprensa, grande aliada nesse momento, contudo os apresentadores não podem em tese, opinar por nenhum deles; podendo assim, dar uma cor amarronzada à valorosa instituição, cujos alicerce são os pilares da democracia.

A caminhada do voto começa, os sonhadores capricham no voto, brigam por seus candidatos, muitos chegam até as vias de fato.

Uns ganham e outros perdem,  Câmara ou Senado, todos têm o seu lugarzinho acolchoado, os perdedores" não ficam desamparados, voltam para o partido para repartir o  "bolo" com o vencedor,  sendo um assessor, secretário ou até ministro.

Saindo de uma batalha como ruim, mas permeando as colunas do poder, com um cargo, que muitas vezes foi criado exclusivamente para ele, em troca de apoio de algum partido.

A democracia brilha salta aos olhos do humilde, que sem saber de nada ainda é obrigado a votar, voltando a sonhar que tem voz, paparicado por um tempo mínimo,  algumas vezes cometendo desatinos de venda de voto, trocado por bobagens.

Partidos grandes e pequenos, brigando para repartir o poder, prometendo tudo que puder, pois as gastanças desiguais independentemente de tudo têm resultados, com vencedores e perdedores, rivais numa época e aliados em outras, no final de toda essa peleja quem sobra mesmo é o sonhador do voto na mão.

 

 

Marcelo de Oliveira Souza

Salvador Bahia Brasil



Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




PARA NAVEGAR COM MAIS PRIVACIDADE USE O INTERNET EXPLORER 8. INSTALE GRÁTIS.

terça-feira, 13 de julho de 2010

A Ficha Suja

Contador de visitas
A Ficha Suja






A nossa sociedade é muito preconceituosa, sempre quem é diferente tem que “pagar” dobrado por sua desigualdade, tendo os seus direitos vilipendiados somente por esse motivo.

Quando o indivíduo possui uma ficha suja então, mesmo que ele queira se regenerar, não encontra nenhuma oportunidade, voltando assim para a marginalidade.

A falta de oportunidade é sempre justificada pela inexperiência, mesmo que as pessoas se qualifiquem, não encontram oportunidade.

No país do jeitinho, as pessoas têm essa dificuldade, na falta de oportunidade, quem tem o conhecimento profissional é esquecido, o que importa é conhecer quem manda, os “poderosos”, eles fazem a “mágica” de transformar rapidinho o incompetente, o inexperiente em algum assessor ou até chefe de alguma coisa.

Hoje com a competição desenfreada, onde uma vaga no serviço público é disputada a tapa, tudo é arranjado com aquele famoso “jeitinho”.

Enquanto o povo se desespera com toda essa dificuldade, os políticos, vivem em um mundo à parte, “donos” da máquina administrativa, legislam em causa própria, contratam quem desejam independente de experiência e/ou capacidade; saem cassados e voltam depois de alguns anos mais poderosos ainda;

Para eles a folha suja é reciclável, pois eles se aproveitam dos eleitores que têm memória curta e dos que “acreditam” em qualquer coisa, com um incentivo financeiro adequado para compra da “consciência” e voltam mais fortes ainda.

Já que estamos discutindo a democracia, deveria existir um cadastro de maus políticos, impedindo pelo menos os que saíram com seus direitos políticos cassados de voltarem; se não for dessa maneira, os maus políticos: prefeitos, vereadores, deputados, senadores, presidentes, sempre voltarão e nesse país de impunidade, temos que dar o exemplo de cima para baixo.





Marcelo de Oliveira Souza

sexta-feira, 9 de julho de 2010

O Macarrão de Bruno

O Macarrão de Bruno
Olá!
Leia o artigo "O Macarrão de Bruno" clicando no link abaixo e perceba como um caso que começa errado pode dar mais errado ainda!
Um bom final de semana sem macarronadas viu?




Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




FIQUE MAIS PROTEGIDO ENQUANTO FAZ DOWNLOADS INSTALE GRÁTIS O INTERNET EXPLORER 8.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

O Macarrão de Bruno

Olá!

O Macarrão de Bruno

 

 

No país do futebol, os jogadores são os grandes exemplos de prosperidade, todos admiram, querem rodeá-lo, pois como o sol que esquenta os planetas, muitas pessoas que não têm brilho próprio procuram um astro para aquecê-las.

Na vida ativa de um profissional do esporte, as festas se multiplicam da mesma forma que multiplicam os seus admiradores, seguidores, homens, mulheres e crianças e adolescentes.

O jogador de futebol, na sua maioria advinda de classes desfavorecidas, é uma utopia para toda essa classe proletária que sofre tanto diante das desigualdades sociais, todos querendo ter um jogador na família, seja como filho, amante ou o que quer que seja para o milionário mundo esportivo tilintar gols na rede e reais na conta.

Para o anônimo que encontra um ídolo desse tipo, a personificação da vida fácil e de  um mundo de ostentações, torna para essas pessoas sem brilho próprio, uma grande oportunidade de servir ao exército de seguidores.

Mulheres viram Marias-chuteiras, homens transformam-se em Macarrão, jogadores deslumbrados com tanta fama, toda essa miscelânea é   um ótimo ingrediente para tristes confusões.

Como a maior escola é a da vida, esse é um grande exemplo para os pais orientarem suas filhas e filhos, pois não é porque a pessoa é famosa que seja de boa índole, dinheiro não compra inocência.

Nesse mundo cheio de Macarrão, as macarronadas podem se tornar mortais, pois essa é somente uma das muitas histórias de chantagem que permeiam o pequeno grupo de mulheres de vida fácil, pois a historia da barriga não cabe mais no mundo de hoje.

 

Marcelo de Oliveira Souza

Salvador Bahia Brasil

 

 



 
Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




O INTERNET EXPLORER 8 DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA VOCÊ SAIBA MAIS!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Copa do Mundo

Copa do Mundo
 
Olá!
 
 
 
A Copa do mundo é emocionante,  Principalmente Brasil X Holanda, mexe com os nervos e doi no corpo, leia o meu artigo  cujo link está abaixo e veja o porquê! é Só clicar no link abaixo, não é virus!
 
Um bom final de Copa do Mundo!



Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




LEVE SEU MESSENGER PARA ONDE VOCÊ ESTIVER PELO SEU CELULAR. CLIQUE E VEJA COMO FAZER.

Disputa na Copa do Mundo doi no Corpo!

Disputa na Copa do Mundo: Brasil X Holanda doi no corpo!

 

Querendo ou não, nós brasileiros temos a nossa vida muito ligada ao futebol, nossas alegrias, decepções e tudo que o esporte chutado possa nos proporcionar.

Quem mora em Salvador sabe que o ponto de comemoração das vitórias brasileiras é o Farol da Barra, depois apareceu um local mais novo que é o Pelourinho.

O Brasil e Holanda sempre foi um caso a parte, eles jogam muito bem mas nós quase sempre ganhamos, numa dessas vitórias, a do ano de 1994 foi a que mais marcou, pois a galera aqui não perdoa nem nos dias de Copa do Mundo, assisti num desses subúrbios da vida a grande partida onde o heroi foi o Branco, com aquele chutão de falta, voltei contente para casa, contudo tinha um grupo de "torcedores" que estavam mais para baderneiros, expressando a alegria e "cultura" de fazer batucada no fundo do coletivo. Todos agitados, encaminhando-se ao Farol da Barra, Infelizmente encontrava-me dentro do coletivo, percebi que o ambiente não estava muito bom e ia ficar pior ainda, pois passei de mansinho diante dos degenerados, um deles resolveu imitar o chutador da seleção, cobrando a falta bem nas minhas costas, quando estava descendo do ônibus; esse covarde ato de agressão me tirou do sério, chamei-o para sair do carro e ver se ele era macho mesmo, infelizmente a covardia é uma ato realizado em grupo, foi assim mesmo que eles desceram para cima de mim, em chutes e murros, o motorista do veículo ainda ficou esperando eles comemorarem o jogo encima de mim, ninguém reagiu, tampouco gritou, pois esgotaram os gritos e urros na comemoração da vitória brasileira, eles retornaram ao transporte e foram agredir mais alguém no Farol, contudo os hematomas ficaram, a lembrança do jogo também, mais ainda é a tristeza de dividir as cores com pessoas desse tipo, que exaltam a violência e esquecem do futebol.

A festa do futebol mundial é tão bonita, contudo as pessoas degeneram-na com violência, hoje o Brasil está mais violento, a seleção mais fraca, resta-nos rezar para que corra tudo bem lá na África, pois quando corre bem lá, o pau come aqui, porém quando corre tudo mal tudo piora... todos vão mesmo assim comemorar no Farol e no Pelourinho a derrota ou vitória e "nós" que passamos diante dessa bomba em estado de explosão, temos que esquecer o transporte coletivo, muito menos passar por esses lugares em dia de festa ou de guerra, porque as duas se confundem e os agitadores de plantão estão ali esperando isso mesmo para imitar desta vez o chute de Daniel Alves em algum torcedor que estiver indo comemorar a vitória com um grito de dor.

Marcelo de Oliveira Souza

 

Salvador Bahia



Visite o site:
 
http://marceloescritor.blig.ig.com.br    Contos, poesias, artigos atualizados, etc
 
http://poesiassemfronteiras.ning.com  Concurso Literário Anual POESIAS SEM FRONTEIRAS
 
                                                                                                      
                                                                                                       Outros  textos




O INTERNET EXPLORER 8 DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA VOCÊ SAIBA MAIS!